out
27
Postado em 27-10-2009
Arquivado em (Newsletter) por vitor em 27-10-2009 14:56

Waldir: à espera da montaria
Wpires
===================================================
Nem o experiente jornalista baiano Levi Vasconcelos, que assina a badalada coluna Tempo Presente no Jornal A Tarde, poderia imaginar a repercussão (excelente, é dever de ofício registrar) da suas notas publicadas na edição desta terça-feira, 27: Waldir senador I e II. A notícia trata de almoço realizado ontem, 26 de outubro, com as presenças de figuras carimbadas do PT baiano, em restaurante tido como “vitrine” para o mundo político local, a pretexto de comemorar o aniversário do ex-governador, que no último dia 21 completou 83 anos.

“Virou ato político, com o homenageado sendo lançado candidato ao Senado”, escreveu Levi. “Waldir disse que com a idade que tem não vai mais disputar mandatos dentro do partido, mas se o cavalo passar selado, topa”, continua o jornalista. “Para mim, teria o sabor de um resgate, já que fui estupidamente roubado”, afirmou o ex-ministro da Defesa, referindo-se as eleições de 1994, quando perdeu o mandato para Waldeck Ornelas por 1.291,382 contra 1.288.316, apenas 3.066 votos de diferença. Ele pediu recontagem e não foi atendido…o resto da história todo Brasil conhece.

Pois bem todos que navegam neste Bahia em Pauta, as notas de Levi Vasconcelos espalharam-se qual rastilho de pólvora: São assunto do dia em todo canto da cidade. Casas legislativas, repartições públicas, faculdades, shoppings, mesa de bar e, já chegaram à Assembleia Legislativa, ecos do interior do estado.

Importante conhecedor da política baiana, que pediu reservas, afirmou o seguinte: “Agora sim, apareceu um candidato ao Senado da República de verdade, este tem história e saber para representar a Bahia, especialmente neste momento em que a chamada Câmara Alta passa por um dos seus piores períodos de representatividade”, desabafou. O assunto promete “render”, vamos aguardar.

Enquanto isso, apressados defensores de outras candidaturas já se desdobram em desmentir o fato.

O tempo, senhor da razão, mostrará “quem tem farinha para vender na feira”, como diria o gaúcho Leonel Brizola.

Be Sociable, Share!

Comentários

Carlos Neto on 28 outubro, 2009 at 14:20 #

Waldir foi roubado naquelas eleições contra Waldeck Ornellas, poste do carlismo. A eleição de Waldir ao lado de Lídice da Mata é um resgate do roubo sofrido.


Olivia on 28 outubro, 2009 at 14:54 #

É isso aí Carlos Neto, a “dobradinha” para o senado Waldir e Lídice é um resgate da dignidade baiana .


Marcos Vinícius on 28 outubro, 2009 at 16:29 #

Essa chapa vai ter milhares de seguidores por toda Bahia Livre.


Roberto on 29 outubro, 2009 at 12:23 #

Esse Waldir Moleza é mesmo um chorão…Ele já deve estar usando fraldas, como João Durval. Vai pra onde mais?
Quanto à sua decantada sabedoria, pode até ser um sujeito preparado, mas isso não impediu que suas administrações fossem um desastre. Ele deveria ter se restringido sempre à disputa de cargos no Legislativo, pois é um grande INCOMPETENTE na esfera administrativa. Essa é que a verdade.
Toninho Malvadeza conseguiu triunfar não apenas por métodos escusos, mas porque seus adversários eram e continuam sendo LIXOS.


Eliezer de pocoes on 18 novembro, 2009 at 16:20 #

MEU CARO ROBERTO,COMPARAR UMA PESSOA COMO WALDIR PIRES A JOAO DURVAL E UMA PROVA ENEQUIVOCA DE ANALFABETISMO POLITICO E DESCONHECIMENTO DE AMBAS BIOGRAFIAS.WALDIR O SENADOR DE MILHOES DE VOTOS COM FE EM DEUS.


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • outubro 2009
    S T Q Q S S D
    « set   nov »
     1234
    567891011
    12131415161718
    19202122232425
    262728293031