out
26

Samantha pede fim do caso
Samantha
====================================================
Samantha Geimer, a mulher com que Roman Polanski manteve relações sexuais ilegais nos anos 70, pediu à justiça norte-americana para encerrar o caso. A notícia, postada no portal português TSE Rádio Notícias, é creditada à agencia ´France Press.

Geimer- que na época dos fatos tinha apenas 13 anos – solicitou o arquivamento do processo contra o famoso diretor de cinema que está preso na Suiça e pode ser deportado para ser julgado nos Estados Unidos.

De acordo com a agência France Press, a mulher justifica que sua atitude se deve a problemas de saúde provocados pelo cerco midiático a que tem estado sujeita, desde que Polanski foi detido na Suíça há cerca de um mês.

Vivendo atualmente no Havai com o marido e os filhos, Samatha Geimer revelou que recebeu centenas de telefonemas de todo o mundo, pedindo-lhe um comentário sobre os fatos.

out
26
Posted on 26-10-2009
Filed Under (Newsletter) by vitor on 26-10-2009

Deu no Blog de Chico Bruno

Em seu blog o jornalista baiano Chico Bruno repercute nesta segunda-feira, 25, o artigo de Rosane Santana publicado originalmente no Bahia em Pauta, mas que bombou no último final de semana e segue bombando em vários espaços da Web.

Além deste site-blog e o de Chico, o texto “Obama, Web e Brasil” repercutiu no Twiter e em dois dos mais qualificados espaços informativos da Internet no País:a revista digital Terra Magazine e o Blog do Noblat. Recebeu comentários numerosos e de conteúdo qualificado tanto no Twitter de Bob Fernandes, editor-cvhefe de TM, quanto no Blog do Noblat.

Confira o artigo produzido por Chico Bruno em seu privilegiado e bucólico observatório de Lauro de Freitas. BP agradece. (VHS).
===============================================
Juracy: uma frase para sempre
juracy
================================================
Tema de hoje
O que é bom para os EUA…

O general Juracy Magalhães foi o autor da frase “O que é bom para os Estados Unidos é bom para o Brasil”, proferida em junho de 1964, em resposta a um repórter que lhe perguntou com que espírito assumia o posto de embaixador do Brasil em Washington.

O inteiro teor da resposta foi: “O Brasil fez duas guerras como aliado dos Estados Unidos e nunca se arrependeu. Por isso eu digo que é o que bom para os Estados Unidos é bom para o Brasil”, segundo depoimento do general a José Alberto Gueiros, no livro “O Último Tenente”, página 325.

A frase foi adaptada por Juracy da famosa declaração “O que é bom para a General Motors é bom para os Estados Unidos, e vice-versa”, dita em 1946 pelo big boss da GM, Charles Erwin Wilson, que anos depois, em 1953, foi nomeado pelo governo Eisenhower, Ministro de Defesa.

Em sua primeira visita a Washington, em dezembro de 2002, como presidente eleito, Lula utilizou a frase de Juracy em entrevista coletiva a jornalistas americanos ao ser perguntado por que razão o PT havia estabelecido uma parceria com o Partido Comunista da China.

– Eu não conhecia a China muito bem, até que o governo americano fez da China seu parceiro comercial preferencial. E eu pensei comigo mesmo: se é bom para os americanos, deve ser bom para os brasileiros.

Isso tudo me veio à mente ao terminar de ler o artigo “Obama, Web e Brasil”, de minha amiga Rosane Santana, jornalista baiana que está em Harvard há alguns anos, postado no sítio na sexta-feira (23).

A frase quanto dita por Juracy foi considerada infeliz, inclusive nos bastidores pelo embaixador americano no Brasil, na época, Lincoln Gordon.

Mas, o artigo de Rosane mostra que a frase de Juracy não foi infeliz.

Ela retrata que culturalmente as elites brasileiras ainda não perderam o ranço de colonizados. Estão sempre tirando o chapéu para os “buanas”.

Agora mesmo, o engenheiro elétrico Ben Self, sócio da Blue State Digital, que estruturou o suporte tecnológico da campanha de Obama na internet, é a coqueluche do marketing brasileiro. Dizem até, que já foi contratado pela campanha de um dos pré-candidatos a presidente.

É o espírito da frase de Juracy atuando.

Aliás, isso fica claro com o tanto de porrada que o marqueteiro Luiz González tomou por não ter tirado o chapéu para o “buana” Ben Self.

O González está correto, o Brasil não possui um MoveOn, “uma organização que congrega cinco milhões de internautas ativistas, nos Estados Unidos, e foi um dos principais responsáveis pelas milionárias arrecadações e sucesso de Obama no mundo virtual”, conforme descreveu Rosane em seu texto.

A prova disso é que as comunidades do recente movimento “Fora Sarney” na internet conseguiram levar apenas algumas dezenas de pessoas às ruas.

Ora, bata-me um abacate e chega de macaquice. Que tal cair na real.

Ivete: a musa de Juazeiro
ivete
===================================================

GRAZZI BRITO

JUAZEIRO (BA) – Aconteceu hoje (26), pela manhã, na prefeitura municipal de Juazeiro, uma coletiva de imprensa, em que foi anunciada nova data para o carnaval da cidade, que será entre os dias 27 e 30 de maio, tendo como musa a juazeirense Ivete Sangalo. Ela abrirá a festa no dia 27 de maio, data de seu aniversário. Jesus Sangalo, irmão da cantora esteve presente na coletiva.

O “Juafest” ou “Juafolia” – o nome da festa dependia de qual grupo político estivesse na administração da prefeitura – acontecia sempre 15 dias antes do carnaval oficial. Em 2010 sob o comando do prefeito Issac Carvalho (PC do B), que estará pela primeira vez organizando o evento uma vez que neste ano só realizou a festa, que já havia sido organizada pela administração anterior.

Desta vez a promessa é de que será bem melhor na cidade que durante décadas ganhou a fama de fazer o segundo melhor carnaval da Bahia. A mudança de data além de festejar o aniversário de Ivete acabará com um problema que os organizadores do evento enfrentavam que era a concorrência com outros eventos carnavalescos importantes nesse período, a exemplo do carnaval de Aracaju.

“Fevereiro é um período chuvoso, de desemprego por conta da entressafra, difícil de conseguir patrocínio porque o ano ainda está começando, então vamos potencializar nossas forças para projetar o nosso carnaval nacionalmente”, disse o prefeito Isaac justificando ainda mais a mudança de data.

Jesus Sangalo, além de confirmar a presença de Ivete no Carnaval de Juazeiro, apresentou o “Sons do Juazeiro” um projeto que visa a fabricação de violões com a madeira da árvore do Juazeiro. “Nossa idéia é fabricar o Estradivárius do sertão”, disse Jesus referindo-se a famosa marca mundial de instrumentos de corda.

O projeto tem ainda como propostas a implantação de uma escola de música com formação de nível superior na cidade e a transformação do M, uma estrutura arquitetônica que fica na Orla da cidade realizada na gestão do prefeito Misael Aguilar em um violão, aproveitando a estrutura já existente, dessa forma a cidade será conhecida como a cidade do violão. De João Gilberto – filho da cidade o criador da Bossa Nova – evidentemente.

Grazzi Brito, jornalista, mora em Juazeiro, no Vale do São Francisco.

out
26


================================================
Morrissey, ex-vocalista da banda britânica The Smiths, já está em sua residência, no Reino Unido, depois de suspender sua agenda de apresentações para poder repousar por determinação médica. O artista teve alta domingo do hospital onde estava internada desde a noite de sábado, depois de desmaiar no palco durante um show em Swindon, sul da Inglaterra, devido a problemas respiratórios.

Morrissey desmaiou no palco do Oasis Leisure Centre da cidade inglesa após interpretar This Charming Man — famosa música do The Smiths, grupo de rock alternativo que fez sucesso nos anos 80.

Esta é a música para começar a tarde desta segunda-feira meio cinzenta, em tons quase londrinos, neste feriado dos comerciários de Salvador, que antigamente os soteropolitanos chemavam Dia do Caixeiro.

(Vitor Hugo Soares)

out
26
Posted on 26-10-2009
Filed Under (Newsletter) by vitor on 26-10-2009

Deu no jornal

O jornal português PÚBLICO informa em sua edição on-line, que sete soldados e três civis, todos dos Estados Unidos, morreram na manhã desta segunda-feira,26, na queda de um helicóptero militar na província afegã de Badghis, região no oeste do país onde os taliban mantêm uma forte atividade na produção de ópio, com um considerável aumento de influência nos meses recentes.

Segundo a informação, outras 26 pessoas ficaram feridas no acidente – 14 soldados afegãos, outros 11 militares e ainda mais um civil norte-americanos – de acordo com comunicado da NATO. O que causou a queda da aeronave permanece por esclarecer, mas o comando da força da Aliança no Afeganistão (Isaf) asseverou desde já que “não se deveu a uma acção inimiga”.

Ainda segundo Público, o acidente ocorreu depois de uma operação conjunta das forças afegãs e internacionais, que fizeram buscas a um “edifício suspeito de abrigar rebeldes que levavam a cabo atividades ligadas ao tráfico de droga”, diz o mesmo relatório. Nessa missão foram mortos “uma dezena de combatentes inimigos na troca de tiros” com os soldados afegãos e da NATO.

Este é o terceiro caso de queda de um helicóptero dos Estados Unidos no Afeganistão neste mesmo dia: quatro militares norte-americanos tinham morrido horas antes, ainda ao nascer do dia, num acidente em Helmand , sul do país, que o exército crê tenha sido a colisão de dois helicópteros. Mas porta-voz da rebelião taliban, Qari Yusuf Ahmadi, sustentou à agência noticiosa francesa AFP que todos os três aparelhos foram “abatidos” pelos seus combatentes.

Com estas baixas, o número de soldados forças internacionais mortos no Afeganistão desde o início de 2009 ascende aos 435, dos quais 267 são norte-americanos. Este ano perfila-se, de longe, como o mais mortífero para a Isaf, desde que o regime dos taliban foi deposto em finais de 2001.

out
26

Lula sob pressão
Lula
==================================================
DEU NO DIÁRIO DE NOTÍCIAS (LISBOA)

O jornal Diário de Notícias, de Portugal, informa em sua edição on-line que a visita ao Brasil do presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, está provocando forte polémica na comunidade judaica.

Todas as entidades judaicas do Brasil pressionam o Presidente Lula da Silva para não receber, no fim de Novembro, o Presidente do Irã. A visita já foi adiada uma vez, na Primavera, diz DN.

O DN revela ainda que no dia 20, o Presidente do Senado, José Sarney, recebeu o grão-rabino Asquenazi de Israel, Yona Metzger, que reforçou os pedidos para que o Brasil não conceda uma visita de honra ao dirigente iraniano.

“Para nós, é muito triste saber que o Brasil vai receber um homem que já disse publicamente que quer destruir nosso país. Depois de negar o Holocausto que, há 65 anos, matou seis milhões de judeus, ele quer continuar agora a matar outros seis milhões, dentro do Estado de Israel”, afirmou o rabino, acrescentando que o cancelamento da visita seria bem recebido em todo o mundo.

O Centro Simon Wiesenthal, uma organização judaica de direitos humanos, disse que o Brasil deveria usar a visita para condenar o que descreveu como retórica anti-semita de Ahmadi- nejad.”O Brasil deve condenar todos os apelos à destruição de Israel”, disseram Shimon Samuels e Sergio Widder, membros da divisão latino-americana do Centro Simon Wiesenthal em Buenos Aires, numa carta a Celso Amorim, ministro brasileiro dos Negócios Estrangeiros.

out
26
Posted on 26-10-2009
Filed Under (Newsletter) by vitor on 26-10-2009

Geddel x Wagner: sem trégua
waggeddel
Deu na VEJA
——————————————————————-
Em sua edição desta semana, com o título Aliança enganosa, a coluna Holofote assinada pelo jornalista Felipe Paturi, publica a seguinte nota que revela o recrudescimento da guerra entre Geddel Vieira Lima (PMDB), ministro da Integração Nacional do governo Lula, e Jaques Wagner(PT), governador da Bahia. Pela munição estocada dos dois lados, tudo indica que o conflito vai longe, e sem nenhuma trégua à vista depois da viagem de ambos ao lado do presidente e Dilma Rousseff pelas barrancas do Rio São Francisco. Confira (VHS).

=============================================================

ALIANÇA ENGANOSA

“O ministro da Integração Nacional, Geddel Vieira Lima, denunciará o governador da Bahia, Jaques Wagner, por propaganda enganosa no Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar). Geddel diz que Wagner anuncia como dele obras que são financiadas essencialmente com recursos federais. Geddel, do PMDB, pretende enfrentar Wagner, do PT, na eleição para governador no próximo ano. Como se vê, a aliança entre os dois partidos não é assim tão sólida”.

  • Arquivos

  • outubro 2009
    S T Q Q S S D
    « set   nov »
     1234
    567891011
    12131415161718
    19202122232425
    262728293031