out
13
Postado em 13-10-2009
Arquivado em (Multimídia, Newsletter) por vitor em 13-10-2009 18:33

===================================================

Deu no site de O Globo

Um vídeo feito por Maitê Proença para o “Saia justa” está causando polêmica em Portugal desde que foi exibido esta semana na SIC. No filme, ela faz piada de alguns traços culturais lusitanos. A atriz e apresentadora conta que o vídeo foi gravado há quatro anos para o GNT. Chateada, Maitê pede desculpas se ofendeu alguém, e diz que tudo não passou de uma brincadeira.

– Só quem não vê o “Saia justa” poderia levar isso a sério. No programa, a gente ironiza até o presidente Lula. E isso que eu falei dos portugueses, a gente fala dos paulistas, que são estressados porque trabalham demais, ou do jeito devagar do baiano… E eu me considero uma portuguesa, porque meu avô, Augusto Galo, era português, era inclusive patrono do Clube Ginástico, tem até uma estátua em homenagem a ele lá na entrada do clube – diz Maitê. – Eu já fui a Portugal umas 20 vezes. Alguém realmente acha que eu não gosto de Portugal? Agora realmente se eu ofendi algum português com isso, peço desculpas. Mas acho que está faltando humor nas pessoas.

Be Sociable, Share!

Comentários

Galo on 13 outubro, 2009 at 19:09 #

Ninguém deveria levar a sério um fulaninha que cospe numa fonte centenária, o produto do trabalhinho oral que acabara de executar num recanto dos claustros (pátio?) do Mosteiro dos Jerónimos (e não Jerônimos, como falam os indígenas da Amazónia).


Américo on 13 outubro, 2009 at 19:35 #

Não há problema minha senhora, quando cá vier vai ver como os portugueses tambem sabem brincar levando uns ovos podres e uns tomates maduros para lhe atirar quando estiver em palco ou num outro lado qualquer.


PORTUGAL on 13 outubro, 2009 at 19:42 #

REALMENTE SE O TEU AVOZINHO ERA PORTUGUES A ESTA HORA DEVE ANDAR AS VOLTAS NA TUMBA. VC NAO DEVIA CUSPIR NA MÃO QUE TE DEU DE COMER A TI E AO RESTO DOS ARTISTAS BRASILEIROS DE NOVELAS TANTOS ANOS. PENA SUA FERRADURA NÃO TER ESCORREGADO NESSE DIA EM SINTRA.


LUIS SANTOS on 13 outubro, 2009 at 20:26 #

…SEM PERDÃO.EU TINHA EM CONTA
A MULHER MAS…ASSIM NUNCA!!!
…de luso não perdeis o pensamento.
Simplesmente ofendido,só.


LUIS SANTOS on 13 outubro, 2009 at 20:31 #

E A TVGLOBO PERMITE.ONDE ESTÃO OS `RESPONSAVEIS´.SÃO PAGOS PARA QUê??


LUIS SANTOS on 13 outubro, 2009 at 20:38 #

…E AS PESSOAS NO ESTÚDIO.
COITADAS.É NECESSÁRIO SENSO!!!!


ataar on 14 outubro, 2009 at 4:11 #

Realmente foi de muito mau gosto apesar de só ter mostrado a ignorância e estupidez da triste actriz Maitê Proença.
Não só não consegue distinguir um rio do mar, como devia saber que Sintra não é uma vilinha qualquer por assim dizer, mas sim, uma vila classificada como Património Mundial pela UNESCO.
Já em relação ao número 3 invertido, se tivesse cérebro, saberia que está relacionado com o esoterismo, ao qual, a vila de Sintra está muito ligada.
Que mais se poderia esperar de uma pessoa que demonstra o seu baixo nível cospindo numa fonte? De certeza que até nas favelas e nos guetos se encontram pessoas que dão de 0 a 10 nesta fulana.


LUIS on 14 outubro, 2009 at 6:36 #

Meus amigos cuspir na fonte dos Jeronimos… Será efeito da cocaina, ou será leite de algum broche que ela tenha feito.


Marcel on 14 outubro, 2009 at 7:00 #

Realmente, Portugal é um país de bosta. Mas o Brasil não é melhor. Isto porque foi a bosta portuguesa mais imunda que foi colonizar o Brasil. A bosta portuguesa é genuína; a bosta brasileira, por sua vez, é bastarda.

Abraços


Julio Loureiro on 14 outubro, 2009 at 9:24 #

Efectivamente não me sinto ofendido com a Dona Proença, tenho a certeza que eu com uma camara na mão no Brazil faria mais estragos mostrando ao mundo a vossa ignorância, falta de civismo. Mas, alguem com um estatuto de figura publica, deveria no minimo ter o bom senso de saber, que o que faz, terá sempre repercuções. Cuspir num monumento de outro país, é sem margem de duvida um acto irresponsavél, sem edução. Vir agora a publico tentar branquear as suas acções dizendo que no Brazil faz esse tipo de coisas…tenha dó D. Proença, vir dizer que até gosta de Portugal e que também é “portuguesa”… basta, como voces aí dizem, “isso é papo prá boi dormir”. Uma dica: as desculpas evitam-se, tente retratar-se e civilizadamente eu peço não volte cá, pois, por mim é persona non grata.


A. Santos on 14 outubro, 2009 at 14:52 #

Sou português e vivi 2 anos no Rio a trabalho. Sou casado com uma brasileira. Gosto do Brasil e do humor brasileiro. Meu serviço de TV adicionei a Globo, apenas porque adoro o Programa do Jô (e suas piadas de portugueses) e sinto saudades de “Os Normais”. Conheço vários países europeus e americanos. Digo isto pra entenderem que conheço algo do mundo.
Em nenhum outro país senti tanto ódio como no Brasil. Aliás só senti no Brasil. Mas não dei importância. Logo percebi que esse ódio é resultado da grande ignorância em que vive o povo brasileiro e da brutal máquina de propaganda montada por governantes e políticos. Além do mais, os portugueses hoje preferem se relacionar com os europeus.
Sempre foi mais fácil ao Brasil se desculpar com o passado ao invés de assumir sua responsabilidade no presente.
O preconceito em relação a Portugal e aos portugueses é real, da mesma forma que se valoriza a influência italiana que, para quem conhece os dois países é responsável pelo clima de corrupção, falta de civismo e ignorância comum a Brasil e Itália. O povo português nos últimos 30 anos nunca elegeu para governo Lulas ou Berlucosnis. Se verificarem a evolução económica e social dos últimos 30 anos (ver rlatório de desenvolvimento humano da ONU) é claro qual o país que mais mudou e se desenvolveu – económica e socialmente. É esta mudança que os brasileiros não acompanharam, e, quando falam de Portugal falam de um país que não conhecem.
Se acham tecnológicamente avançados? Eu tenho TV, net (100 Mb) e phone em casa por 120 reais. No Brasil se cobra 200 reais por uma porcaria com 12 Mb. Se querem saber porque Portugal é hoje referência em tecnologia vejam os sites de empresas 100% portuguesas como Ydreams, PT, Ndrive, Critical Software, c-Side, etc., etc., etc.
Hoje, a maioria das exportações portuguesas é tecnologia. A brasileira é agro indústria….
O Brasil é autosuficiente em petróleo, mas o preço da gasolina é pouco inferior ao de Portugal que tem de importar a totalidade. Povo esperto…..
Não tenho paciência pra todo esse vosso complexo de inferioridade.
A maior comunidade estrangeira em Portugal é eslava (russos, ucranianos, etc…) Apesar da língua é uma comunidade muito mais integrada do que a brasileira. E muito respeitada…. pois se dá ao respeito.

Lamento.


Natalia santos on 14 outubro, 2009 at 15:11 #

É a idéia que tenho de porcaria e falta de educação.
Podem transmitir-se doenças por esse hábito hediondo – já sabem disso no Brasil?

Cuspir não é próprio de uma senhora – ninguém conseguiu ensinar isso à pobre Maitê? Não teve ninguèm com nível suficiente nos seus conhecimentos que lhe pudesse dizer isso? Pobrezinha…

As fontes nos Monumentos Nacionais de outro país fazem parte do monumento. Não servem pare trepar, como se faz nas árvores da Amazónia.
Também não fica bem a uma candidata a senhora andar por aí a trepar e a cuspir em tudo que encontra.

Lamentável a falta de respeito a símbolos de outro país, só atribuíveis à sua ignorância e baixa escolaridade.
Mais grave ainda, é semear germes nas nossas fontes e julgar que não nos rimos por sermos pouco inteligentes para achar graça!
Não queremos é apanhar doenças!


Carlos Pinto on 14 outubro, 2009 at 17:37 #

Diz a dita “senhora” que estava a gozar (em português de Portugal) com o povo portuga, mas acho que o unico portuga com quem gozou (em português do Brasil) foi com o Miguel Sousa Tavares!!!!!!!


antónio on 14 outubro, 2009 at 17:58 #

Eu, em Portugal, de brasileiros, só conheço prostitutas. Cheguei a conhecer um dentista mas era um indivíduo com os dentes esverdeados do tabaco que estava sempre a insistir comigo “prá branqueá us denti”. Na terceira consulta perguntei-lhe se ele estava a gozar comigo. Sendo um indivíduo irascível (acho que no “Brasiu” chamam de “bravo”) a conversa acabou com ele a me chamar de “Mané” e eu a chamá-lo de qualquer coisa de m… As prostitutas são lindas de morrer e burras todos os dias. Uma delas, a quem perguntei se gostava de Chopin (tocava um tema dele na rádio), disse que eu era um “cafagesti”, pensando que eu lhe estava a perguntar se gostava de chupar. Uma disse-me que, quando ia ao McDonald`s comia sempre um “lanchi mac feliz”. Uma outra disse-me que fazia strip lá no “nite clubi” onde trabalhava ao som do “pup away” do “Princi”. Só quando vi o show (a propósito, bem bom) é que percebi que se referia ao “Purple Rain” do Prince. Uma delas, a quem levei a jantar, quando lhe perguntei se queria um aperitivo, disse, toda boazona, “qui sim, qui quiria azeitona”. Não sabem escrever, não sabem ler, só sabem dizer “gostoso” e “delícia” e abrir as pernas. Constituem 95% das brasileiras que estão em “portugau” que, aliás, não querem deixar por dinheiro nenhum do Mundo. “Mais” (o que os brasileiros dizem e escrevem em vez de “mas”), acham-nos piada. Provavelmente pela mesma razão porque acham que os hotéis têm de ter técnicos de informática…


MARIA ALBINA on 14 outubro, 2009 at 19:17 #

UMA VERGONHA O QUE ESSE MULHER QUE ENVELHECENDO ESTÁ FICANDO CADUCA…..ENVERGONHAR UM PAÍS E ATÉ OS BRASILEIROS E A PROPRIA GLOBO FOI DE UMA BAIXEZA INCRIVEL….DECADENTE E VELHA….A GENTE ATÉ TEM PENA…..DESSA MULHER….COITADA AO INVÉS DE SE NOTABILIZAR NA CARREIRA DE ATRIZ DECADENTE FOI FICAR FAMOSA CUSPINDO NA AGUA QUE É ALGO DE MELHOR NA NATUREZA….PORCA PRIMEIRO CENSURE OS S/ CONTERRANEOS QUE FALAM PORTUGAU…TROCAM MAS POR MAIS.E POR AÍ VAI PQ EXEMPLO…..
É UMA TRAGÉDIO QDO SE É MAL AMADA….COMO ESTÁ SENDO ESSA SENHORA??????


sergio on 15 outubro, 2009 at 8:22 #

Maite Proença!!!! Realmente nao vi mal nenhum no que vc fez pois todos que vivemos aqui em Portugal ou mesmos aqueles que por pequenos momentos tiveram contato com algum Portugues, sabem que essa raça alem de mt mal educada, invejosa, preconceituosa, … e td mais, merecem ser ridicularizados, porem, nao concordo com vc depois de ter feito o que fez querer dar uma de santa e arrependida, como se fosse uma pobre coitada e que apartir de agora pode deixar de receber algum $$$$ extra, seja com seus livros postos a venda por aqui ou por qualquer outro meio de promoçao realizada em Portugal, deixa de ser froxa e para com essas desculpas, assume o que vc fez, o povo Portugues realmente nao presta, nao vale nada, nao consigo entender porque os artistas, a midia, o governo e alguns mais puxam tanto o saco de Portugal enquanto por aqui os Brasileiros sao vistos como safados e prostitutas, hoje entendo porque ha tanta corrupçcao, vigarisse, ladroes, etc… no Brasil, levara mt tempo ou talvez nunca perderemos essas heranças, tenha vergonha na cara pois o dinheiro nao eh tudo.


lucy on 15 outubro, 2009 at 14:36 #

É clato que a Maytê errou e muito e de uma maneira muito ridícula indo à Portugal falar besteiras sobre coisas que não entende. Isso é o mesmo que ir na casa de algum se hospedar , ser bem tratado e depois sair falando mal . Antes de tudo é falta de educação. Devia saber respeitar melhor a história e a cultura dos outros. Por outro lado , acho muito a maneira como os portugueses estão reagindo a isso , por o povo brasileiro não pode pagar pelo que a Maytè fez . As prostitutas que vivem aí não podem representar a moral do brasileiro pq vão por pura nescessidade financeira, mas os brasileiros que têm educação e dinheiro não saem daqui pra se prostituir e sim pra estudar tanto em portugal como em outros países. O povo brasileiro não pode ser esteriotipado pelos ladrões e prostitutas que tem . Julgar assim é atraso cultural pois em qualquer país até mesmo nos de melhor qualidade de vida na Europa tem prostitutas e pessoas desonestas. Erram tbem quando criticam o nosso modo de falar , mas acredito que isso seja da parte de pessoas menos esclarecidas pois os portugueses que estudam e conhecem linguìstica com certeza sabem que toda língua tem suas variações linguísticas e o português do Brasil sofreu muitas influências na colonização e não pode ser exatamente igual ao de Portugal. Não concordo com o que a Maytê fez . Acho que ela perdeu uma boa oportunidade de ficar calada e isso só mostra o baixo nivel intelectual que tem e talvez até o desespero pelo declínio de sua carreira. Concordo com comentário aqui a cima que manda que ele tome vergonha na cara e assuma o que disse porque pra isso não tem desculpa . O que ela foi foi realmente uma injúrio ao povo de Portugal. Só não acho certo os portugueses ficarem por isso atacando todo o povo brasileiro . Não é justo julgar uma nação inteira por um simples momento de leviandade de uma mulher vazia como a Maytê que viveu da beleza e nunca mostrou talento . O que ela fez é imperduável . um verdadeiro insulto a um país histórico como é Portugal. Isso mostra o pouco conhecimento que ela tem . Vergonhoso mesmo!! Acho que como não sabe de nada da história daí falau esses burrices pra poder ter o que mostrar naquele programinha chato delas. Bem feito que não seja mais aceita em portugal e como aqui tá no ocaso da carreira vai ter que vender pipocas na rua. Mas espero que os portugueses também aprendam a chamar de prostitutas as que realmente são e não rotular a mulher brasileira , respeitando tbem as diferenças linguísticas da nossa língua.


nilton on 15 outubro, 2009 at 14:48 #

e ae, sabem como chama uma loira burra em portugal! MAITÊ! sabem o que falam os portugas quando pisam côcô de cão? MAITÊ, CARÁIO! sabem como chama a mãe de maitê proença? NÃO, NÃO É MAITÊ! é pu…a, meismo!


Nuno Costa on 16 outubro, 2009 at 6:59 #

Cara Maitê,

Acabei de ver o teu vídeo a pedir desculpa aqui à malta de Portugal!!
Tudo jóia miúda.. já vi que és uma garota “légáu” e brincalhona, por isso, sei que não levas a mal se te tratar por tu…já somos amigos!!
Sabes que há uns anos atrás, quando te vi pela primeira vez, soube logo que tu tinhas dois avôs portugueses!! Essa tua beleza tinha de vir de algum lado né?
Neste momento sinto-me envergonhado de nós (Portugueses) termos ficado tão ofendidos com aquele documentário!! Afinal de contas, o pessoal brazuca é show de bola.. é sempre em festa!! Qual é o problema de um grupo de brasileiras brincarem e gozarem com “gajos” como o Camões e o Vasco da Gama, escarrar para um lago de um Mosteiro que é património mundial, deitar a baixo uma pessoa que não sabia resolver um problema no computador, que pelo que entendi, tu também não sabias resolver … qual é o stress?? Na boa, tudo “légáu”, show de bola garota…

Sabes o que me lembrei???
Até era giro a malta combinar, tu falares com esse teu amigo camera man e fazemos o seguinte: Eu levo daqui o Rui de Carvalho (um conceituado actor aqui de Portugal) aí ao Brasil e a malta faz um filme caseiro com este guião:
1º Filmamos o Rui a mijar para os pés do Cristo Redentor e a fazer um V de Vitória como que a afirmar : “estou-te a mijar para os pés e tu não podes fechar os braços para me impedir… estás a ver quem manda ó 7ª maravilha do mundo??”
2º Outra imagem era o Rui num restaurante a fazer o seguinte pedido: “Oh garçon, arranja-me aí uma dose de Presidentes recheadas com arroz de coentros (caso não tenhas entendido ele iria pedir Lulas recheadas)…”
3º Também era “légáu”, o Rui gozar um bocado com a vossa história, mas infelizmente, não vai dar porque não é fácil encontra-la… Espera lá! Já sei… arranjamos um barco e o Rui veste-se de conquistador Português a desembarcar no posto 9 em Ipanema gritando: “quem sois vós minhas popozudas de fio dental?? e vós seus boiólas de sunga?? Que estaides a fazer assim vestidos na terra que eu descobri??? ide-vos vestir e de seguida ide trabalhar para os campos a apanhar cana de açúcar que é para isso que vocês servem!! (esta é show, não é Maitê??)
4º Para acabar, o Rui faz um discurso à frente da estátua do Pélé a dizer: “sabem para que é que este “preto” era bom?? para limpar os escarros que os “iguinorantes” dos brazucas cospem para os lagos dos nossos mosteiros lá em Portugal!”

Vôcê curtiu a ideia Maitê??? Pensei que seria falta de respeito e de educação fazer uma coisa deste género de um país que não é o meu, mas afinal, é uma coisa normal como tu dizes.. é brincadeira.. isto há brincadeiras do carago (como se diz no norte cá da terra)!

Ah é verdade… muito importante…Depois vendemos isto à rede Globo e eles transmitem em horário nobre… Aposto que o Brasil vai ficar inundado em lágrimas de tanto rir!! Afinal de contas como tu disseste, o povo brasileiro, é muito brincalhão! De certeza que vai aceitar que um “manézinho” vá aí à tua terra gozar com a tua pátria!!

Um beijo pá..

E aparece mais vezes cá em Portugal. Tenho uma brincadeira que adorava fazer contigo, mas não te conto agora… pronto está bem, eu conto porque parece-me que estás a levar para outro lado,,,,,, era esfregar 3 pasteis de nata (aqueles que tu comeste) na tua cara!! Deve ser mesmo o teu género de brincadeira… afinal de contas tu és tão bem humorada! É verdade, traz as tuas amigas do programa porque há pasteis para todas!!

Nota: Usei o nome de Rui de Carvalho sem qualquer desrespeito à sua pessoa, antes pelo contrário. Ele é um símbolo do nosso país, daí ser a pessoa exacta para ironizar esta situação.
Outra chamada de atenção que quero fazer, será o facto de usar a expressão “preto” no ponto 4º. não terá qualquer intenção racial subjacente …será uma forma de ironizar a displicência com que Maitê trata de alguns temas. Longe de mim querer magoar qualquer tipo de raça…


Amaral on 18 outubro, 2009 at 11:23 #

Lamentável a atitude da Maitê nessa Terra em que meus pais nasceram e da qual tenho orgulho.
Brasileiro que sou tenho vergonha de morar aqui, neste País, onde impera a corrupção e, como deram a entender acima, o descaso das autoridades não dando Educação/Saúde ao brasileiro.
Ao contrário daí, aqui basta falar de carnaval/futebol que o povo se esquece da forma como vivem e dos “governantes” que temos. Todos corruptos.
De forma nenhuma aceito o que foi feito por ela e, ainda mais, depois querendo desculpar-se. “A emenda saiu pior que o soneto”.
Entretanto, trabalhando para a Globo nada mais podia se esperar.


José Martins on 19 outubro, 2009 at 21:25 #

Ora vamos lá ver se entendi bem, sou Português e posso não estar a ver bem as coisas…
1. Sintra, “vilazinha perto de Lisboa” e já agora podemos referir que é património mundial, mas não entremos em “coisais” culturais que a audiência não reage bem.
2. E para provar que está em “Portugau” resolve provar a sua ignorância pessoal: “O número 3 invertido passa a ser um “E”, e é chamado de “poder do 3”. Esta letra representa o olho (de Hórus). Simboliza Marte.” E Representa entre outras coisas talento… neste caso aquela placa de 3 invertido poderá representar uma moradia Judaica, uma forma de dizê-lo ao mundo sem que a maioria das pessoas entendam. Cultura…
3. “Atrás dos pinheiros” querida são ciprestes, não pinheiros, não são da mesma Espécie, nem Género e nem Família…
4. Salazar foi ditador durante 36 anos um pouco “mais de 20 “ é verdade, um pequena imprecisão. Mas em 20 mais ou menos 16 também não é assim grave. Realmente pena que não tenham sido 4 anos…
5. Informática, esse grande mistério… muito provavelmente aquele “mause” era o modem 3G. A avaliar pelo e-mail que acabou por conseguir enviar a dizer que não conseguia enviar e-mails, não tem grande “cultura” informática. E-mail esse muito ao jeito de quem envia uma carta e escreve “eu mandava dinheiro mas o envelope já estava fechado”…
6. Cuspir para um monumento, ora ai está um gesto pouco civilizado… Não nos venham dizer que desde o ano de 1822 a culpa disso também é dos Portugueses.
Resumindo, um voo de alguns 7000Kms, um hotel de 5 estrelas, uma equipa de produção e tudo o que consegue produzir é esta triste figura? E eu que até achava que a Globo era bem gerida… não entendo.


Ana Rute on 23 outubro, 2009 at 7:44 #

Maite Proenca não aceitamos as tyuas desculpas e não te queremos mais em Portugal por isso actores e actrizes, novelas e afins não venham ganhar mais para Portugal porque não vos queremos aqui.

Como é que os Brasileiros podem falar mal de Portugal impossivel voces são nada…matam por causa de um relogio…se uma pessoa tem um acidente antes de ajudar roubam…voces não são civilizados sequer aqui no meu pais ninguem mata por um relogio e ajuda quem tem um acidente não aproveita para roubar, não temos favelas nem nada do genero.

Além disso, nós sempre mas sempre vos recebemos muito bem até de mais fosse actor ou pessoa comum e ao fim de 10 anos a receber bem ajudar a dar casas e afins percebemos que voces não prestam e além disso ainda acham que são superiores a nós, por isso novelas em Portugal nunca mais pelo menos não vou ver mais como muitos Portuguses começaram a fazer, brasileiros que vem para trabalham também já não sao bem vindos.

Voces tem já tal fama de nosso pais que ninguem vos aluga casas, dá trabalçho porque voces destroem tudo nao sabem viver em comunidade poe a musica alta, sao porcos, sao todas p*…

Maite Proença parabens obrigada por ter feito o que fez porque se nós estavamos já estavamos a perceber que voces nao gostam de nos agora foi a gota de agua agora maioria dos portugueses nao vai querer mesmo saber de Brasileiros em Portugal.


Mona on 16 Maio, 2014 at 20:21 #

Sou mulher, brasileira, descendente de portugueses, italianos e espanhóis, e esta mulher não me representa e tampouco representa os brasileiros. A Rede Globo vai morrer à míngua por falta de audiência no Brasil, assim parabéns aos portugueses que estão deixando de ver estas novelas alienadas que tampouco tem a ver com a vida da maioria dos brasileiros, as famílias aqui não são essa putaria que eles mostram não. Maitê representa uma minoria da elite que é preconceituosa, ignorante, imoral, intolerante, egoista e rica. Recebe pensão do governo brasileiro como filha “solteira” de juiz, apesar dos inúmeros relacionamentos que teve. Não se casa pois perderia a pensão, que não é pequena. Ela nos envergonha, é uma hipócrita!


Ana on 7 setembro, 2017 at 1:03 #

nossa acho que estão ofendidos demais…todos fazem piadas contra portugueses e riem…


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • outubro 2009
    S T Q Q S S D
    « set   nov »
     1234
    567891011
    12131415161718
    19202122232425
    262728293031