out
13
Postado em 13-10-2009
Arquivado em (Newsletter) por vitor em 13-10-2009 23:31

Maitê: cusparada da revolta/JN
CUSPE
=================================================
Reportagem assinada por Augusto Augusto Correia, Elsa Pereira e Lúcia Souza (correspondente no Brasil) , com o título “Atriz cai em desgraça”, foi publicada nesta terça-feira, 13, pelo Jornal de Notícias, o diário de maior circulação em Portugal, editado na cidade do Porto.

O motivo é um vídeo que a atriz gravou em 2007, em Lisboa, e exibido na época no canal fechado da Globo News, mas que só esta semana chegou na Internet através do You Tube. O video, um dos mais visitados na web em Lisboa, levantou uma onda de indignação entre os portugueses, que em abaixo assinado exigiram pedido de desculpas da atriz. Depois de ironizar os portugueses o tempo inteiro, Maitê termina o vídeo cuspindo na fonte do histórico Mosteiro do Jerónimos, referência quase sagrada para os lusitanos.

Leia a seguir a reprodução do texto publicado hoje sobre o caso pelo o JN: (Vitor Hugo Soares)
===================================================
Deu no Jornal de Notícias (Lisboa)

Maitê Proença filmou, em Portugal, um vídeo a satirizar os portugueses. O “clip”, de 2007, termina com a atriz brasileira cuspindor numa fonte. “Não falei mal de Portugal”, defende-se, mas o vídeo já motivou um abaixo-assinado na net.

Sucedeu em 2007, mas só agora estourou a polémica. Um vídeo feito em Portugal pela atriz brasileira Maitê Proença feriur susceptibilidades por causa do tom adotado. Nesta terça-feira, nasceu uma petição online exigindo um pedido de desculpas.

Nas imagens em causa, Maitê Proença apelida Sintra, Património da Humanidade, de “vilazinha”, confunde o rio Tejo com o mar, passa um atestado de incompetência a técnicos de informática e ao serviço prestado por uma unidade hoteleira de luxo, afirma que Salazar encabeçou um regime ditatorial durante cerca de 20 anos, satiriza o estilo manuelino do Mosteiro dos Jerónimos, brinca com figuras incontornáveis da história portuguesa, de Vasco da Gama a Luís Vaz de Camões e Fernando Pessoa, além de cuspir na fonte daquele monumento nacional.

“Não falei mal de Portugal”, defende-se, no entanto, a actriz, mas o vídeo já motivou um abaixo-assinado na net. “Não falei mal de Portugal, amo Portugal, os portugueses, tenho amigos e visito o país sempre que dá”, disse Maitê Proença ao JN. “Meus livros são publicados na terrinha e vendem muito bem”, acrescentou. Na página do Twitter também deixou a mensagem: “Que chato o pessoal que não sabe lidar bem com o humor”.

RASTILHO ACESO

Ora, uma vez o rastilho aceso, a mobilização dos internautas portugueses não se fez esperar. Para lá de um abaixo-assinado disponível online que exige um pedido de desculpas, paradigmático de como o assunto tem mexido com idiossincrasias patrióticas, é a chuva de comentários que se podem observar na rede social Facebook. Ali também já foi lançado o repto no sentido da subscrição de uma causa subordinada ao nome “Portugueses ‘cospem’ na Maitê Proença” com propósito análogo: o da redenção pública.

A adesão às petições foi exponencial ao longo do dia de ontem e promete engordar. Conotados pela brasileira como “esquisitos”, os portugueses foram ainda alvo de chacota no formato “Saia justa” da TV Globo, no qual o vídeo foi exibido em 2007, pelas restantes “tertulianas” que o compõem, as quais soltaram estridentes gargalhadas em função do vídeo em apreço.

Não obstante a grande maioria das reacções pulverizadas no universo Web repudiarem a conduta da atriz, há uma facção, ainda que reduzida, que apenas considera emanar do filme uma tentativa de humor frustrada.

O vilipêndio dos símbolos soberanos de que é acusada constitui-se enquanto a acção decifrada como mais gravosa, até porque Maitê não deixa se der uma embaixatriz da cultura brasileira, influenciando os seus concidadãos. Pese embora as tentativas de contacto encetadas para a Embaixada do Brasil em Portugal, não foi possível obter qualquer depoimento.

Durante cerca de dois anos o vídeo que por cá gravou a atriz numa visita não suscitou celeuma. Foi a sua saída da gaveta através do portal YouTube que lhe veio dar nova vida. Até aqui muito acarinhada pelos portugueses por causa da sua participação em vários produtos televisivos como “Dona Beija”, “Torre de Babel” ou recentemente “Caminho das Índias”, Maitê poderá agora ver ameaçado o seu estatuto de actriz conceituada.

Be Sociable, Share!

Comentários

Olivia Eirinha on 14 outubro, 2009 at 19:01 #

li o pedido de desculpas da (senhora) é que nesta terra de pessoas esquesitas chamamos outras coisas, tais como: tolas, burras, ignorantes,mal educadas,acefalas,etc. Mas continuando vêsse que não passa de mais uma ipocrisia da parte dela.
O que é grave nisto tudo é ela ainda não se apercebeu o tamanho da asneira que cometeu. Mas digamos a bem da verdade que a empresa globo se pensa-se diferente já tinha feito
um comunicado a desmarcasse de tais afirmaçoes


Dakaupipi on 15 outubro, 2009 at 5:06 #

Pena! Agora até Já parecia uma senhora. Até já esquecíamos as pornochachadas em que participou, toda nua, por nada… por dinheiro. Estragou tudo. Agora é apenas mais uma gaja brasileira. Temos cá muitas, vêem-se à noite, nas casas de gajas.


Graciano Coutinho on 15 outubro, 2009 at 14:35 #

Após ver o dito video, so me resta uma conclusão: a sra Maite Proença é exageradamente estupida para fazer o trabalho “jornalistico” a que se propos. Demonstrou total falta de cultura, falta de respeito e ignorancia. Onde e porque ? -Olhem o video e vejam quanta burrice Maite Proença cometeu com um final que envergonha qualquer ser humano. Cuspir, propositadamente – num escarro bem forte – num monumento que é Patrimonio da Humanidade. Eu sugiro e faço desafio à sra. Maite Proença : que ela vá ao Cristo do Corcovado e grave uma cuspida semelhante a que ela deu no Mosteiro dos Jeronimos, Patrimonio da UNESCO. É um crime internacional.


vasco da gama on 15 outubro, 2009 at 17:27 #

Cá te esperamos em Portugal, Maitê,para uma bela escarradela nessa cara hipocrita!


Miguel C on 15 outubro, 2009 at 20:48 #

Resposta a Maitê Proença e às amigas do Saia Justa

http://www.youtube.com/watch?v=fDT3N77XeCo&feature=related

Hitler Reage à reportagem de Maitê Proença em Portugal

http://www.youtube.com/watch?v=xSX3uO7Yw2Q

Bem vindos a Portugal, o 2 país mais antigo da Europa.
Criador de arquétipos de ideias , feitas palavras logo aceitação , para o humanismo como :
Civismo
Mulata
Preto / Negro
Saudade

O “colonizador” , muitas vezes de forma pejorativa , pós 500 anos, ainda na boca de um país feito em Amor, dai o seu tamanho continental ao invés de umas republicazinhas muito mais fáceis de gerir e dominar…como foi feito pelo ideário dos Castelhanos.
Esse “colonizador “ , referido pelo pai do Comunismo Mao T.T. , à Republica P.da China como:
“ O único colonizador possível, pois sempre se integrou como um todo, e nunca como apartheids e formas discricionárias de uma falsa superioridade”

A todo os devaneios, e bílis que moldam a ignorância esse Rio sempre tão apetecível a quem pouco simples, pouco pede, pouco aproveita.
Alguns defeitos sempre, algumas qualidades sempre também…

Deixamos , desde Portugal, um conselho a esse mundo de totens , um devir Luso como uma procura mais firme e longe :

http://www.youtube.com/watch?v=lU6zbbjiefU

A todos o herói luso, um poeta. A toda uma revolução de cravos.

Deixamos estas migalhas, para quem da bondade interpreta por burro , a quem do coração tranquilo interpreta por apatia. As diferenças induzem a erros, mas não são impossíveis de interiorizar..apreender….apreciar…admirar…quem sabe um dia…

Terra velha, com rosto moldado em sal, todos os sussurros que gemes pensamentos , trazem palhas simples demais aos olhos imaturos

Oxalá o teu Brasil Maitê , não se acanhe, não se aflija, mas sossegue confortado Proença.

De Um F.Miguel esguia de Celta, negro por dentro África tostado, com branco do Norte húmido, e loiro por olhar o céu Português do Porto, Português do Mundo.
Poesis, poetas malditos a rifar assobios, com carácter urgente ao mundo de missão.
Oxalá te traga luz, como uma piquena caixinha madeira, de música e frutos de Outono.
Abraços Lusos , feitos de carne e braços, e pérolas que um dia sonhei desejar no ar, como coisas possíveis e naturais : esferas aladas de marfim.


carlos leal on 15 outubro, 2009 at 21:10 #

se esta vaca – e as vacas existem em todas as nacionalidades – denunciasse, mesmo com sentido de humor de sargeta, que é o unico que pode aspirar atingir, que Edir Macedo lança miséria no mundo explorando miseráveis que o mesmo faustosament ainda mais miserabiza tirar-lhe-ia o chapéu em sinal de reverência por tão simbólico e nobre acto.
Mas como com a tentiva de humor até de sargeta frustrado não mais eleva que a condição de pura ralé – sem ofensa para a ralé – diria que uma estrabaria é um local de luxo para dele fazer o seu habitat.
É claro que esperoque que tão sobredotada personagem interprete que isto é puro sentido humor. Até pk isto é apenas com a dita e não com qualquer outra pessoa k habita em qualquer lado do Atlântico.


Quixote on 16 outubro, 2009 at 15:40 #

É pior a emenda que o soneto… A mim, não me convence este pedido de desculpas, é carregado de cinismo e hipocrisia… Não admite que errou, continua por isso a tratar-nos como retrógrados…
Quem chama aquelas atitudes brincadeira… Precisa rever o seu conceito de brincadeira…
Sou contra a generalização e a provocação gratuita ao povo Brasileiro, embora saiba que há muitos que partilha da opinião desta Srª., por mim, podem pensar o que quiserem, não podem é provocar, ridicularizar e achincalhar a cultura de um povo, como tentou fazer sem êxito esta Srª., que acabou por ser vítima do próprio veneno e cair ela no ridículo… Este lamentável episódio, veio confirmar o que amigos meus Brasileiros há uns tempos me disseram quando conversávamos sobre este tipo de preconceito ”Só contam anedotas idiotas sobre Portugueses, os Brasileiros sem cultura e baixo nível, aqueles que não conseguindo se valorizar, procuram por esta via desvalorizar os outros” esta Srª é a prova viva disso mesmo, mas penso que não tinha necessidade de baixar ao nível da brejeirice… Eu pessoalmente sou muito mau em anedotas, e então sobre Brasileiros não sei nenhuma, também acho que o Brasil já têm problemas reais e concretos não precisa de ficção… Assim como Portugal.
Sem ressentimentos um abraço a todos os Brasileiros…
À Maitê não lhe perdoo enquanto ela não admitir que errou, até agora ainda não o fez.


D.Quixote on 18 outubro, 2009 at 15:10 #

Meus caros, nós os Portugueses temos todo o direito de nos defendermos das provocações dos Brasileiros, mas por favor anedotas não… Os Portugueses não precisam disso, além de que com essa atitude estarmos a descer ao nível deles, quando eu digo deles, não me estou a referir à todos os Brasileiros, nem todos os Brasileiros contam piadas ridículas sobre os Portugueses. Isso é típico do Brasileiro ignorante mal formados que sente essa necessidade para se afirmar, a pobreza de espírito é tanta, que nem se apercebem que ao olhos de alguém com dois dedinhos de testa estão a fazer um papel ridículo… Deixemo-los continuar a ser ridículos…Por favor não vamos agora ser como eles… Podemos defender-nos fazendo-lhe ver as coisas com comentário construtivos com algum conhecimento, eles têm tantos problemas reais concretos porquê recorrer à ficção… Depois as piadas são sempre as mesmas dão para os dois lados, é só mudar a nacionalidade… O caso Maitê é flagrante ela acabou por dar um tiro no pé, e nós ganhamos uma oportunidade de dar uma bofetada sem mão a todos os brasileiros que pesam como ela, o que mais me irritou no vídeo da Maitê não foi o facto de ela não conhecer a Historia de Portugal, ou o que é o estuário do Tejo, mas sim o propósito gratuito e fútil de humilhar os Portugueses, quando logo no inicio diz :
_” Para terem a certeza que estamos em Portugal olhem que beleza” referindo-se ao 3 invertido, querendo ridicularizar os Portugueses e o autor da proeza, que, como já alguém disse, ao pé dela deve ser um génio, mal ela sabia quem era ela a ridícula, ela, e todos os Brasileiros envolvidos no brilhante projecto e que viram o vídeo antes de ser editado em Portugal. É obvio que assinei a petição, e não perdoo à Maitê enquanto ela não admitir que errou, no seu pedido de desculpas voltou a insultar os Portugueses, mesmo que de uma forma subliminar, e mais, desta vez nem os Brasileiros escaparam, falou em nome de todos os Brasileiros equiparando-os a ela, e por aquilo que já li, muitos não acham que seja bem assim. Para terminar que já estou a ser chato, só quero dizer à Maitê que pode continuar a fazer vídeos caseiros e pô-los no Youtube que eu agradeço, se tiver inclusive algum na intimidade com o Sr. Miguel S.T “que afinal se merecem” onde se peidem e arrotem é excelente… A gente quer é rir…
Para terminar quero dizer que não fico ofendido por a Maitê achar que eu sou burro, sei que tenho as minhas limitações…Mas pior que ser burro, é ser burro e ter a mania que é inteligente…
Não pretendo com este comentário ofender ninguém, Português ou Brasileiro, se a alguém coube a carapuça… Temos pena…


LUANA SILVESTRE on 18 outubro, 2009 at 18:45 #

QUERO PEDIR PERDAO A TODOS OS PORTUGUESES POR CAUSA DA IGNORANCIA DESTA DEBIL MENTAL,INCULTA DONA MAITE.SOU BRASILEIRA E NAO CONCORDO C O QUE ELA FEZ.ELA SE ACHA A DONA DO MUNDO ,MAS E UM LIXO,UM VERME.NAO NOS CONDENE PO CAUSA DELA.


LUANA SILVESTRE on 18 outubro, 2009 at 18:46 #

NAO NOS CONDENE POR CAUSA DESTA ATRASADA,INCULTA.


Luso on 20 outubro, 2009 at 14:37 #

exma sra dona maitê
Cara Maitê, Acabei de ver o teu vídeo a pedir desculpa aqui à malta de Portugal!! Tudo jóia miúda.. já vi que és uma garota “légál” e brincalhona, por isso, sei que não levas a mal se te tratar por tu…já somos amigos!! Sabes que há uns anos atrás, quando te vi pela primeira vez, soube logo que tu tinhas dois avôs portugueses!! Essa tua beleza tinha de vir de algum lado né? Neste momento sinto-me envergonhado de nós (Portugueses) termos ficado tão ofendidos com aquele documentario!! Afinal de contas, o pessoal brazuca é show de bola.. é sempre em festa!! Qual é o problema de um grupo de brasileiras brincarem e gozarem com “gajos” como o Camões e o Vasco da Gama, escarrar para um lago de um Mosteiro que é património mundial, deitar a baixo uma pessoa que não sabia resolver um problema no computador, que pelo que entendi, tu também não sabias resolver … qual é o stress?? Na boa, tudo “légál”, show de bola garota… Sabes o que me lembrei??? Até era giro a malta combinar, tu falares com esse teu amigo camera man e fazemos o seguinte: Eu levo daqui o Rui de Carvalho (um conceituado actor aqui de Portugal) aí ao Brasil e a malta faz um filme caseiro com este guião: 1º Filmamos o Rui a mijar para os pés do Cristo Redentor e a fazer um V de Vitória como que a afirmar : “estou-te a mijar para os pés e tu não podes fechar os braços para me impedir… estás a ver quem manda ó 7ª maravilha do mundo??” 2º Outra imagem era o Rui num restaurante a fazer o seguinte pedido: “Oh garçon, arranja-me aí uma dose de Presidente recheado com arroz de coentros (caso não tenhas entendido ele iria pedir Lulas recheadas)…” 3º Também era “légál”, o Rui gozar um bocado com a vossa história, mas infelizmente, não vai dar porque não é fácil encontrá-la… Espera lá! Já sei… arranjamos um barco e o Rui veste-se de conquistador Português a desembarcar no posto 9 em ipanema gritando o seguinte: “quem sois vós minhas popozudas de fio dental?? e vós seus boiólas de sunga?? Que estaides a fazer assim vestidos na terra que eu descobri??? ide-vos vestir e de seguida ide trabalhar para os campos a apanhar cana de açúcar que é para isso que vocês servem!! (esta é show, não é Maitê??) 4º Para acabar, o Rui faz um discurso à frente da estátua do Pélé a dizer: “sabem para que é que este “preto” era bom?? para limpar os escarros que os vigaristas dos brazucas mandam para os lagos dos nossos mosteiros lá em Portugal!” Vôcê curtiu a ideia Maitê??? Pensei que seria falta de respeito e de educação fazer uma coisa deste género de um país que não é o meu, mas afinal, é uma coisa normal como tu dizes.. é brincadeira.. isto há brincadeiras do carago (como se diz no norte cá da terra)! Ah é verdade… muito importante…Depois vendemos isto à rede Globo e eles transmitem isto em horário nobre… Aposto que o Brasil vai ficar inundado em lágrimas de tanto rir!! Afinal de contas como tu disseste, o povo brasileiro, é muito brincalhão! De certeza que vai aceitar que um “manézinho” vá aí à tua terra gozar com a tua pátria!! Um beijo pá.. E aparece mais vezes cá em Portugal. Tenho uma brincadeira que adorava fazer contigo, mas não te conto agora… pronto está bem, eu conto… era esfregar 3 pasteis de nata (aqueles que tu comeste) na tua cara!! Deve ser mesmo o teu género de brincadeira… afinal de contas tu és tão bem humorada! É verdade, traz as tuas amigas do programa porque há pasteis para todas!! Beijos pá Nota: Usei o nome de Rui de Carvalho sem qualquer desrespeito à sua pessoa, antes pelo contrário, é um símbolo do nosso país daí ser a pessoa exacta para ironizar esta situação. Outra chamada de atenção que quero fazer, será o facto de usar a expressão “preto” no ponto 4º. não terá qualquer intenção racial subjacente …será uma forma de ironizar a desplicência com que Maitê trata de alguns temas. Longe de mim querer magoar qualquer tipo de raça…


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • outubro 2009
    S T Q Q S S D
    « set   nov »
     1234
    567891011
    12131415161718
    19202122232425
    262728293031