set
30
Posted on 30-09-2009
Filed Under (Artigos, Multimídia, Vitor) by vitor on 30-09-2009


==================================================
Deborah Kerr
No dia 30 de setembro de 1921, na cidade escocesa de Helensburg, nascia aquela que será lembrada para sembre como uma das atrizes mais elegantes do cinema em todos os tempos: Deborah Jane Kerr-Trimmer , a diva Deborah Kerr, que estaria festejando hoje 88 anos.

Ela começou como bailarina, mas sempre de olho também no teatro, apresentando-se ainda na cidade sua Escocia natal em adaptações de Shakespeare. Mas seu destino, para deleite de milhões de admiradores espalhados no mundo inteiro, seria mesmo o cinema, onde fez sua estréia em 1940, no filme “Nas Sombras da Noite”, dirigido pelo mestre Michael Powell. Depois atuou numa série de produções inglesas e teve ainda a oportunidade de ser dirigida novamente por Michael Powell e Emeric Pressburger em “Narciso Negro” (1947) e “Coronel Blimp” (1943). Em 1947, a atriz faz seu primeiro filme americano, “Mercador de Ilusäes”, ao lado de Clark Gable.

Daí em diante, a bela e notável atriz participou de produções marcantes e em papéis inesquecíveis, a exemplo do musical, “O Rei e Eu”. No cultuado, “Tarde Demais Para Esquecer” (1957), de Leo McCarey, contracenando com outro s¡mbolo de elegância, Cary Grant. Em um dos melhores filmes de terror já realizados, “Os Inocentes” (1961), de Jack Clayton, inédito ainda em v¡deo no Brasil e ainda, “A Noite do Iguana” (1964), de John Huston, outro inédito. Quem não guarda na memória uma lembrança cinematográfica de Kerr?

Como tributo no aniversário da diva sempre lembrada, Bahia em Pauta escolheu uma um vídeo  com diferentes desempenhos de  Deborah durante  sua trajetória na fabulosa sétima arte, em qualquer tempo, com a música tema do filme  Tarde Demais para Esquecer, em primorosa execução com piano e orquestra. Um presente para o quem gosta de cinema e de Deborah Kerr. Confira.

(Postado por Vitor Hugo Soares )

set
30
Posted on 30-09-2009
Filed Under (Municípios, Newsletter) by vitor on 30-09-2009

GRAZZI BRITO

JUAZEIRO (BA) – A cidade está em choque e indignada. No fim de semana passado dois túmulos foram violados no cemitério de Juazeiro, na região do Vale do São Francisco, um deles o do ex- prefeito da cidade, Arnaldo Vieira do Nascimento.

A Secretaria Municipal de Defesa Social responsável pela vigilância do cemitério, em nota, informa à população ter tomado as providências necessárias para evitar que novas violações aconteçam. A Polícia Militar foi solicitada pelo órgão para que intensifique as rondas nas proximidades do cemitério, além do aumento do número de guardas municipais no local.

De acordo com o delegado Flávio Martins, a violação das sepulturas pode ser ação de estudantes que se reúnem no local. “Foram feitas perícias nos corpos e não foi levada nenhuma ossada, apenas violaram os caixões. O vigia do cemitério informou que um grupo de estudantes fica aqui à noite bebendo e tocando violão, então eles podem acabar danificando as sepulturas”, informou o delegado.

Moradores que residem próximo ao cemitério contam que durante a noite e de madrugada muitas pessoas usam o local para farras e bebedeiras como também para consumo de drogas.

Grazi Brito , jornalista, mora em Juazeiro.

set
30
Posted on 30-09-2009
Filed Under (Newsletter) by vitor on 30-09-2009

Marcelo Nilo: surpresa na Assembléia
nilo
=================================================
Ontem, 29, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Marcelo Nilo, que nesta quarta-feira troca o PSDB, onde levou quase 20 anos, pelo PDT, onde é difícil prever quanto tempo ficará, voltou a surpreender a todos os presentes na sessão da Casa, inclusive alguns parlamentares mais desatentos.

A surpresa de Nilo não se deveu a qualquer reviravolta de última hora – como no caso do deputado Reinaldo Braga – quanto a filiação ao partido do ministro Luppi, de amores renovados com o governo Jaques Wagner, mas quando o presidente anunciou a votação de um requerimento formulado pelo deputado Fernando Torres. Este pediu uma prosáica licença do parlamento por 120 dias, “para tratar de assuntos particulares”.

Essa modalidade de licença permite o afastamento do deputado pelo prazo máximo de 120 dias sem necessitar a convocação do suplente, a não ser por acordo de lideranças. Fato semelhante aconteceu ano passado, quando o então candidato a prefeitura de Feira de Santana Tarcízio Pimenta se licenciou na campanha. Na época um acordo de lideranças permitiu a convocação do suplente, Pedro Alcântara. Neste caso, aparentemente nenhum outro interesse pesava naquela decisão.

Ontem, porém, foi diferente, pois a exemplo do quórum, na Assembléia atualmente também a suplência passou a servir como moeda de troca. Quem inaugurou o escambo legislativo foi o presidente do PSC, Eliel Santana, que nos bastidores é conhecido por sua grande sede por cargos e por gostar de empregar apadrinhados políticos e parentes.

Eliel conseguiu, num acordo com o PMDB, empossar seu filho como deputado Federal no lugar de Sérgio Brito, que assume hoje a Secretaria de Administração da prefeitura de Salvador. Esse acordo já havia sido tentado com Wagner, mas não deu certo. Nas negociações entre o governo e o PSC a convocação do filho de Eliel era parte inegociável.

Agora Eliel está negociando com Fernando Torres que, gritam os corredores, estaria indo para o PSC. Nessa negociação estava previsto o afastamento de Fernando Torres para que, num acordo de lideranças, sua suplente Cleide Silva que é do PSC, pudesse assumir o mandato de deputada estadual.

“E daí?”, perguntam os pascácios, como diria Nelson Rodrigues. Nos bastidores, rola que Cleide Silva, representante da Igreja Assembleia de Deus, vem sendo submetida a um “seminário” ou treinamento que equivalha, promovido pela igreja, para decidir sobre sua futura candidatura e o mandato de deputada, neste momento, contribuiria para uma decisão a seu favor.

Uma coisa é certa Eliel passou toda a tarde de quarta-feira no plenário, sentado ao lado de Fernando. Um gozador refinado comentava na galeria: “Aí é que mora o perigo!”

GRAZZI BRITO

JUAZEIRO(BA) – Os fruticultores do Vale do São Francisco lançaram oficialmente nesta segunda-feira (28), em Juazeiro, a Safra de Frutas 2009/2010, com a expectativa de alcançar as marcas de 61 mil toneladas de uva e 78,9 mil toneladas de manga. Esta safra marca uma retomada do setor agrícola do Vale, que se encontrava abalado devido à crise internacional que afetou a fruticultura na região.

O evento teve a presença de Roberto Muniz, secretário da Agricultura, Irrigação e Reforma Agrária do Estado, que participou também da cerimônia de fundação do Instituto da Fruta, instância que vai integrar e fortalecer a Câmara Setorial da Fruticultura.

Uma comitiva formada pelo secretário Roberto Muniz, secretários municipais, presidentes das Câmaras de Fruticultura de Juazeiro e Petrolina e representantes da Codevasf, Embrapa, Banco do Brasil e do Nordeste, esteve na Special Fruit, empresa exportadora de frutas e referência no Estado que emprega mais de 1,8 mil pessoas em Juazeiro, para conhecer o processo de produção e comercialização da uva.

Roberto Muniz reconhece a importância do município na fruticultura. “Juazeiro destaca-se como um dos principais centros de produção e exportação de frutas frescas do país, e o governo está empenhado no desenvolvimento e fortalecimento da região, buscando alternativas para viabilizar a verticalização da cadeia produtiva”, disse.

O secretário de Agricultura de Juazeiro, Jairton Fraga, tocou em um ponto importante: a renegociação de dividas e o crédito para os produtores. “Quando no ano passado a crise da viticultura se intensificou, foi importante que o governo municipal, através das Secretarias de Agricultura do Estado, Município e parceiros se mobilizassem no sentido de assegurar a renegociação da dívida. Com o lançamento da safra 2009/2010, é evidente que esta atividade, geradora de emprego e renda, precisa ser mais fortalecida, através de acesso a créditos, apoio técnico e pesquisas cientificas. Só assim os agricultores irão responder aos desafios do cenário nacional e do mercado internacional, de forma justa e igualitária”, destacou.

Grazzi Brito, jornalista, mora em Juazeiro, no Vale do São Francisco

set
30
Posted on 30-09-2009
Filed Under (Newsletter) by vitor on 30-09-2009

Bassuma: novos rumos
lbassuma
===============================================
Deu na Tribuna da Bahia

Em sua coluna política diára na TB, o jornalista Ivan de Carvalho,
pública hoje análise com informações de bastidores sobre a saída do PT do deputado Luiz Bassuma, com análises sobre seus significados. Bahia em Pauta, com autorização do autor, reproduz o texto na ítegra para seus leitores. (VHS)

==================================================

OPINIÃO / OUTROS ÂNGULOS

Caso Bassuma – uma visão mais ampla

Ivan de Carvalho (30/09/2009)

O deputado federal Luiz Bassuma protocolou na segunda-feira, no PT da Bahia, uma carta em que cancela sua filiação no partido em que militou desde 1995. Ontem, na sessão da Câmara dos Deputados, em Brasília, ele comunicou em discurso seu desligamento do PT. As decisões definitivas foram tomadas no último fim de semana.

Bassuma, todos se recordam, foi recentemente suspenso por um ano de seu ex-partido por não ceder à imposição petista de abandonar a luta contra a descriminalização do aborto, na qual se destacava como presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Vida – Contra o Aborto.

O PT abraçou a proposta de descriminalização do aborto em um de seus congressos de amplitude nacional, o terceiro, em grande parte por pressão de suas correntes feministas majoritariamente favoráveis à liberação total do aborto no Brasil.

Antes mesmo de ser suspenso, Bassuma já decidira que não seria candidato à reeleição para a Câmara dos Deputados nem concorreria a qualquer outro mandato eletivo nas eleições de outubro de 2010. Rose Santana, mulher de Bassuma, também deixou o PT e ingressou no Partido Verde, pelo qual será candidata à Câmara Federal. O deputado Luiz Bassuma também está ingressando no PV.

Bassuma admite que sua primeira ideia, após a suspensão, foi permanecer no PT – mesmo com a suspensão privando-o de vários direitos fundamentais de petista e parlamentar – e reagir a isto indo ao Supremo Tribunal Federal, onde arguiria cláusulas pétreas da Carta Magna: que a suspensão que lhe foi imposta desconsidera o artigo 5º da Constituição Federal, que define como “inviolável a liberdade de consciência e de crença”, bem como o artigo 15, inciso VIII, segundo o qual “Ninguém será privado de direitos por convicção filosófica, religiosa ou política” (e o caso envolve convicções das três naturezas), havendo ainda o artigo 67 do estatuto petista, que dispensa os filiados do “cumprimento de decisões coletivas de grave objeção de natureza ética, filosófica ou religiosa, ou de foro íntimo”.

Ora, com esta cobertura constitucional e estatutária, o deputado Bassuma teria praticamente a certeza de ser vencedor no Judiciário, desde que este fosse não somente justo como agisse com presteza – e ele tinha dúvidas, principalmente quanto a este último item.

Além do mais, Bassuma não faz hoje bom juízo do PT, mas sabe que na base do partido há muita gente solidária com “a luta pela vida, contra o aborto”. Se permanecesse no PT e investisse no STF contra o partido, estaria contestando “a instituição”, o que incluiria aqueles que, na base, têm a mesma opinião dele, estão solidários com ele e com a luta que vem sustentando e da qual não pretende se afastar. Preferiu, assim, sair, o que não lhe causa dano eleitoral, pois já não seria mesmo candidato nas próximas eleições.

A ida para o PV decorreu evidentemente de mais de uma razão, mas Bassuma cita uma que vale assinalar: dos quatro candidatos a presidente da República que estão em cena, só a senadora Marina Silva, ex-petista e ex-ministra do Meio Ambiente, é contra a liberação do aborto, portanto “a favor da vida”. O deputado diz saber que, pessoalmente, Dilma Roussef, do PT, José Serra, do PSDB, e Ciro Gomes, do PSB, são favoráveis à descriminalização do aborto e, portanto, à situação que tal liberação acarretaria.

Politicamente, o deputado Luiz Bassuma analisa as decisões do diretório nacional do PT sobre ele. Na votação sobre se deveria ou não ser expulso, eram necessários 38 votos para a expulsão e foram dados 35 – por apenas três votos ele não foi expulso. Então, por proposta do presidente Berzoini, votou-se a suspensão por um ano e o escore foi de 54 a 14 a favor da suspensão. Uma ampla maioria da diretoria assumiu a posição “contra a vida, a favor do aborto”, conclui com estas palavras este repórter e com outras, mas no mesmo sentido, o deputado.

“Minha opinião é a de que o PT está envelhecendo, está disputando o poder pelo poder. A posição em relação a José Sarney foi emblemática”, diz Bassuma. Espera que “futuramente, o PT se reconstitua”. E assinala que por proposta de Marina Silva o Partido Verde terá em seu estatuto um “artigo de consciência”, assegurando “total liberdade de expressão aos filiados”.

set
30

Rina: “quase baiana”

liangulo
==================================================
Deu na revista

Em sua coluna na Isto É, Semana, o jornalista e âncora da Band, publica a seguinte nota:
====================================================

Diplomacia
Laços históricos
Há quase 20 anos na Bahia, onde é uma das donas da Editora Corrupio, a ex-guerrilheira Rina Angulo é a nova embaixadora de El Salvador no Brasil. Foi indicada para o cargo pelo publicitário João Santana, brasileiro que montou a campanha vitoriosa do presidente Maurício Funes, eleito em março último. Os laços culturais entre os dois países ficarão mais apertados

  • Arquivos

  • setembro 2009
    S T Q Q S S D
    « ago   out »
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    282930