set
27
Postado em 27-09-2009
Arquivado em (Multimídia) por vitor em 27-09-2009 10:36


A música para começar o dia no Bahia em Pauta é “Tocando em Frente”, neste domingo de setembro. O primeiro sem Mayra Landim, a servidora competente, a mãe e esposa presente e a mulher combatente que se foi esta semana, deixando a família inconsolável, os amigos tristes, e a Bahia mais pobre A canção de Almir Satter, que a baiana Maria Bethania interpreta como ninguém, foi entoada baixinho durante o enterro no Jardim da Saudade, em Salvador. Aqui vamos ouvi-la mais alto e prestar atenção na letra, como mais um tributo merecido á memória de Mayra.

(Vitor Hugo Soares)

Be Sociable, Share!

Comentários

Olivia on 27 setembro, 2009 at 13:19 #

Bela homenagem.
Mayra adorava música, de preferência das Minas Gerais, Lô Borges em especial. Um Girassol da Cor de seu Cabelo, de Lô, era a predileta.

Vento solar e estrelas do mar
A terra azul da cor de seu vestido
Vento solar e estrelas do mar
Você ainda quer morar comigo
Se eu cantar não chore não
É só poesia
Eu só preciso ter você por mais um dia
Ainda gosto de dançar, bom dia,
Como vai você?
Sol, girassol, verde vento solar
Você ainda quer dançar comigo
Vento solar e estrelas do mar
Um girassol da cor de seu cabelo
Se eu morrer não chore não
É só a Lua
É seu vestido cor de maravilha nua
Ainda moro nesta mesma rua,
Como vai você?
Você vem, ou será que é tarde demais?
A terra azul da cor de seu vestido
Um girassol da cor de seu cabelo
Se eu morrer não chore não
É só a Lua …”


Olivia on 27 setembro, 2009 at 13:53 #

De Arakem, postado na madrugada de hoje no Pilha Pura, blog de Joaninha e amigos:

Vi no horizonte azul a tarde desmaiar
E a noite aproximar
B7 Em7 A7 D
Enchendo de tristeza a solidão do mar
B7 E7 A7
Roubando à natureza a luz crepuscular
D B7 Em7 A7 D
E à sós no meu jardim cismava a divisar
G D
Na noite sem luar
B7 Em7
A vela que singrando
A7 D
O oceano imenso
B7 E7 A7 D
Levava para o além o meu querido bem

F#7 Bm7
Foi que então veio a saudade e eu chorei
B7 Em7
Depois com lágrimas nos olhos eu jurei
C#m5-/7 F#7 Bm7
Jamais prender-me por amor
Em7 F#7 Bm7 A7
No cárcere cruel da dor

Meus braços

estou dentro de uma casa vazia. vocês enchem meu coração destroçado. Deus é um filho da puta. Morena é hoje minha mãe, madura, disse a Nara o que estava aconteendo. Sem vocês estariamos perdidos. Bina . meu amor, meu eterno amor. Jamais esquecerei voceis. Se precisar dar um teco em alguem contem com nois


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • setembro 2009
    S T Q Q S S D
    « ago   out »
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    282930