set
13
Postado em 13-09-2009
Arquivado em (Newsletter) por vitor em 13-09-2009 19:53

festa
==================================================
“Foi jogo prá pirão do começo ao fim”, como dizem os torcedores baianos, o choque entre o verdão e o rubronegro neste domingo no Barradão tomado por mais de 24 mil pagantes.No fim a festa foi local e segue ainda durante a noite pelas avenidas e ruas de Salvador.

Motivos não faltam para acelebração baiana neste grande triunfo do Vitória que derrotou o Palmeiras por 3 a 1 (gols de Neto Berola, Uelliton e Derlei, para o rubronegro local, e Robert para o time paulista).

Desde os primeiros minutos do primeiro tempo, o Vitória foi pra cima do Palmeiras. A primeira recompensa pela ousadia viria aos 19 minutos , quando o Vitória marcou o seu primeiro gol, na primeira falha de muitas do goleiro Marcos em tarde das mais infelizes. Ele rebateu o cruzamento de Ramon, bola resvalou na cabeça de Uelliton e foi direto para o gol.

MAETRO RAMON- Com Ramon atuando como autêntico maestro no meio de campo, o time de Mancini continuou jogando melhor e perdeu uma chance incrível de ampliar o marcador com Neto Berola em falha da zaga palmeirense na saída de bola. O jovem atacante tentou driblar o goleiro Marcos e não conseguiu, perdendo uma oportunidade dse ouro de ampliar o marcador.

O gol perdido desequilibrou emocionalmente por alguns minutos o jovem craque formado no interior da Bahia, mas depois de uma injeção de ânimo e estímulo que recebeu do técnico Mancini, Berola voltou a jogar bem e a brilhar.

Antes, porém o sofrimento. O Palmeiras conseguiu empatar o jogo no finalzinho do primeiro tempo. Aos 40 minutos, Robert – que havia entrado no lugar de Obina, que saiu machucado – aproveitou o bom cruzamento de Armero pela esquerda para cabecear para o fundo das redes do goleiro Viáfara.

Na etapa final o que já era bom ficou ainda melhor, em termos de partida corrida e bem disputada.Vitória e Palmeiras partiram com tudo para o ataque, criando oportunidade de marcar.Depois de infernizar a defesa do time paulista e perder gols incríveis, Neto Berola marcou finalmente aos 25 minutos, desempatando a partida, e levando a torcida ao delírio.

A festa aumentou logo em seguida, com o gol do estreante Dirley, depois de um corner magistralmente cobrado por Ramon, um dos nomes de destaque do jogo. Palmeiras voltou a marcar faltando 5 minutos para o fim, mas já era tarde demais.

Mercida celebração rubronegra no Barradão.

(Postado por: Vitor Hugo Soares)

Be Sociable, Share!

Comentários

lilian on 13 setembro, 2009 at 20:54 #

Merecida mesmo. Como se diz nas ruas: “O leão fez churrasquinho de leitão hoje”. Valeu negÔOO. como grita o torcedor nas arquibancadas


Mariana Soares on 13 setembro, 2009 at 21:37 #

É isso aí Vitória: mais uma linda goleada para derrubar a crista desses paulistas que têm o rei na barriga e se acham os donos do mundo! Quero ver o que os comentaristas da Globo, que insistem em ignorar os times do nordeste, vão dizer nos jornais da noite de hoje…Será que vão negar a noticias aos seus telespectadores só para não contrarias os paulistas???


Olivia on 13 setembro, 2009 at 21:57 #

Por favor moçada, mude o canal. A turma do ESPN Brasil, por exemplo, dá show de bola. PVC, Juca Kfouri, Trajano, dentre outros, fazem diferente, bem diferente da vênus platinada, ou seria prostituída???


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • setembro 2009
    S T Q Q S S D
    « ago   out »
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    282930