Back in Bahia (Gilberto Gil)

Lá em Londres, vez em quando me sentia longe daqui
Vez em quando, quando me sentia longe, dava por mim
Puxando o cabelo nervoso, querendo ouvir Celly Campelo pra não cair

Naquela fossa em que vi um camarada
Meu de Portobello cair
Naquela falta de juízo que eu não
Tinha nem uma razão pra curtir
Naquela ausência de calor, de cor, de sal,
De sol, de coração prasentir
Tanta saudade preservada num velho baú de prata dentro de mim
Digo num baú de prata porque prata é a luz do luar
Do luar que tanta falta me fazia junto do mar
Mar da Bahia cujo verde vez em quando me fazia bem relembrar
Tão diferente do verde também tão lindo dos gramados campos de lá
Ilha do Norte onde não sei se por sorte ou por castigo dei deparar
Por algum tempo que afinal passou depressa, como tudo tem depassar
Hoje eu me sinto como se ter ido fosse necessário para voltar
Tanto mais vivo de vida mais vivida, dividida pra lá e pra cá

Lá em Londres, vez em quando me sentia longe daqui
Vez em quando, quando me sentia longe, dava por mim
Puxando o cabelo nervoso, querendo ouvir Celly Campelo pra não cair

Naquela fossa em que vi um camarada
Meu de Portobello cair
Naquela falta de juízo que eu não
Tinha nem uma razão pra curtir
Naquela ausência de calor, de cor, de sal,
De sol, de coração prasentir
Tanta saudade preservada num velho baú de prata dentro de mim
Digo num baú de prata porque prata é a luz do luar
Do luar que tanta falta me fazia junto do mar
Mar da Bahia cujo verde vez em quando me fazia bem relembrar
Tão diferente do verde também tão lindo dos gramados campos de lá
Ilha do Norte onde não sei se por sorte ou por castigo dei deparar
Por algum tempo que afinal passou depressa, como tudo tem depassar
Hoje eu me sinto como se ter ido fosse necessário para voltar
Tanto mais vivo de vida mais vivida, dividida pra lá e pra cá

set
10
Posted on 10-09-2009
Filed Under (Artigos, Eventuais) by vitor on 10-09-2009

Nothing Hill/ Um lugar
nhill

Nothing Hill/ Um lugar
===============================================

Não faz muito tempo, em visita a Londres, fiquei hospedado em um hotelzinho aconchegante e bem transado de Nothing Hill. Ficava a poucos passos da maioria das lojinhas, brechós, restaurantes, bares e livrarias no cenário do filme que conta a bela história de amor entre Júlia Roberts e Hugh Grant no famoso bairro londrino.

E ainda dava para ir caminhando, sem muito esforço, até o mercado de Portobello Road, onde Gilberto Gil, no exílio, viu aquele seu camarada da canção “cair naquela fossa”, e onde encontrei o craque Rai caminhando contra o vento. Andando para a esquerda, também se chegava à pé, sem suar, ao fantástico Hyde Park, um dos orgulhos da capital britânica..

Ao ler o texto a seguir, da repórter da BBC Brasil, não resisti à emoção e à saudade. Decidi então compartilhar tudo com os leitores do Bahia em Pauta, incluindo a vontade de voltar por lá. Quem sabe algum leitor perdido está por aquelas bandas do mundo, ou algum leitor cidadão do planeta está arrumando as malas para ir a Londres e mata as saudades de Notinhg Hill por mim.

Enquanto isso, curtam texto delicioso de Maria Luisa Cavalcanti e, se de repente der vontade de pegar um avião não estranhe: você não está sozinho(a). Pode apostar!

(Vitor Hugo Soares, editor)

=====================================================

hill
===============================================
Notting Hill, muito além do sábado

Maria Luisa Cavalcanti (BBC Brasil)

No último fim-de-semana, satisfiz uma das minhas maiores curiosidades desde que vim morar em Londres, há sete anos: conheci o jardim que serviu de cenário para o romance de Julia Roberts e Hugh Grant no filme Um Lugar Chamado Notting Hill.

Graças ao Open Garden Squares, uma iniciativa que uma vez por ano abre aos simples mortais vários desses jardins particulares e secretos de Londres, pude ver de verdade o portão que Anna Scott e William Thacker pulam em seu primeiro encontro, o cantinho em que se beijam, o banco em que namoram pacificamente à espera do primeiro bebê.

Procurei o local por anos e anos, e cheguei até a acreditar em um boato internético de que ele não exisitiria, e que cada cena teria sido feita em um jardim diferente da cidade. Mas uma representante do Open Garden me garantiu: foi tudo filmado no Lansdowne and Elgin Crescent Gardens.

Notting Hill, o filme, e Notting Hill, o bairro, têm o poder de me fazer sonhar com uma vida perfeita, onde minha casa seria enorme e linda, onde eu teria grana para frequentar sem culpa os restaurantezinhos, as livrarias e as lojas fofas da região, onde haveria flores e romance a cada esquina e onde Londres seria eternamente ensolarada.

Mas mesmo com os pés no chão e apenas alguns trocados na carteira, há muito o que se ver e curtir por ali.

O grande atrativo do bairro ainda é o mercado de Portobello Road, que acontece todos os sábados. Confesso que cansei um pouco deste programa, talvez pelo excesso de visitantes e também por ele parecer ter virado um grande “camelódromo”.

Mas Notting Hill vai muito além do sábado: a feira de produtos orgânicos às quintas, os agitos às sextas, as matinês no Electric Cinema aos domingos – o melhor dia também para quem quer explorar as lojas com calma e silêncio.

E se você não quer esperar até 12 e 13 de junho do ano que vem para o novo Open Garden, pode olhar os jardins do alto dos ônibus 7, 23 e 52.

Ou fazer como Anna e Will e entrar sem ser convidado. Às vezes algum morador acaba esquecendo o portão aberto – o que já aconteceu comigo, by the way.

set
10

Na Base Aérea de Salvador, 14 presos por tráfico de drogas acusados de integrar o auto-denominado Comando da Paz, facção criminosa ligada a Cláudio Campanha, na Bahia, estão sendo transferidas em um avião da FAB, para penitenciária federal de segurança máxima de Catanduva, no Paraná. A informação é da AGECOM, do governo estadual.

Os transferidos hoje seriam integrantes do grupo liderado por Cláudio Campanha , apontado pela polícia como responsável pelos distúrbios dos últimos dias em Salvador. Campanha foi transferido também, dias antes dos distúrbios iniciados em 7 de setembro na capital baiana, para penitenciária em Catanduva, onde já se encontra há mais tempo o traficante Perna.

Segundo informações de um dos agentes da segurança pública encarregado de conduzir Campanha para o aeroporto de Salvador, ele teria se despedido com uma ordem para outros presidirários: “Vocês sabem o que fazer”, que seria a senha para os distúrbios criminosos em Salvador, segundo conformou o governador Jaques Wagner em entrevista ao apresentador Mario Kertész, na Radio Metrópole, nesta quarta-feira,9.

Com a despedida de Salvador das seleções brasileiras e chilenas – e de mais de 300 jornalistas nacionais e estrangeiros presentes na cobertura dos últimos dias – a capital baiana para voltar paulatinamenter à tranquilidade. Mas os distúrbios devem continuar sendo politizados ainda na tarde de hoje, principalmente na Assembléia Legislativa da Bahia e na Câmara, em Brasília.

(Vitor Hugo Soares)

Deu na Globo

=====================================================
Deu no Blog

Em comentário em seu blog o petista ex-ministro da Casa Civil, Jose Dirceu, analisa em post editado ontem(9), o noticiário nacional sobre a crise de segurança em Salvador. Bahia em Pauta reproduz o texto por indicação da jornalista e escritora carioca, Aparecida Torneros, colaboradora do BP. Junto, um vídeo do noticiário da Globo. Confira. (Vitor Hugo Soares)
=========================================================

A Globo e a crise na segurança na Bahia

A destruição hoje de mais uma cabine da polícia em Salvador, por bomba caseira atirada por criminosos, mantém em evidência a crise na segurança pública na Bahia. No confronto que traficantes travam com o governo baiano desde 2ª feira (07.09), com essa de hoje, já chega a oito o número de cabines policiais destruídas, além seis ônibus incendiados e três PMs feridos à bala.

Vi a entrevista em que o governador Jaques Wagner (PT) falava sobre os investimentos na segurança no Estado e anunciou o reforço de policiais na capital, com o deslocamento de efetivos de outras 12 cidades da Grande Salvador e do interior. O confronto foi desencadeado pelos criminosos em protesto contra a transferência do chefe do tráfico no Estado para um presídio de segurança máxima em Campo Grande (MS).

Governo tomou as providências necessárias

Ao acompanhar as providências do governo petista baiano, chama-me a atenção a cobertura noticiosa da Globo. Todo o noticiário da Rede pergunta se os criminosos já foram presos e quantos foram detidos. Desperta a minha atenção porque São Paulo, em vários momentos, passou por conflagração idêntica, com ações criminosas do PCC – Primeiro Comando da Capital – e nunca vi essa cobrança da Globo antes.

É o que me leva a concluir: há cobertura e cobertura. Uma coisa é a feita em um Estado governado pelo PT, caso da Bahia; outra é a realizada em um Estado administrado por tucanos, caso de São Paulo e do governador-presidenciável José Serra.

Está coberto dá razão o presidente Lula ao afirmar em seu artigo, na coluna “O Presidente responde”, publicada essa semana em diversos jornais do país: “Alguns (jornais) parecem ter se especializado apenas em notícias negativas, de modo que se tornaram capengas, deixando de transmitir as variadas dimensões da realidade”.

set
10
Posted on 10-09-2009
Filed Under (Newsletter) by vitor on 10-09-2009

reprodução em debate
gravida
==================================================
A partir de hoje, 10, até sábado, 12, Salvador será a Capital Brasileira da Reprodução Assistida. Alguns dos mais renomados especialistas da área participarão do XII Simpósio de Reprodução Assistida no Hotel Mercure. Um deles, o Marcelo Afonso Gonçalves , ginecologista formado pela Universidade de São Paulo (USP) – ministrará a palestra “Mitos e Verdades: do diagnóstico ao tratamento de infertilidade”, que acontece nesta sexta-feira, 11, às 12.15h.

“Muitos casais acham que não podem engravidar após uma ou duas tentativas, o que não é correto”, observa Dr. Marcelo Afonso Gonçalves.Da suspeita de infertilidade ao tratamento de reprodução assistida, o processo invariavelmente começa no consultório do ginecologista e exige tranquilidade tanto no diagnóstico como na orientação e encaminhamento para o tratamento mais adequado, assinala o especialista.

De acordo com o médico, a infertilidade, considerada como a não gravidez após um ano de vida sexual ativa sem uso de métodos contraceptivos, atinge quase 20% dos casais, dos quais apenas 50% necessitam de uma ajuda de reprodução assistida de maior complexidade.O passo-a-passo do diagnóstico de infertilidade é o tema da palestra que o especialista paulista fará amanhã em Salvador.

O XIII Simpósio Nacional de Reprodução Humana, além de seu aspecto específico de derrubar mitos e revelar conquista mais recentes no campo da reprodução humana, ganha interesse especial diante das recentes denúncias e prisão, em São Paulo, de Roger Abdelmassih, considerado o maior especialista brasileiro em reprodução assistida, com clientes destacado no mundo das celebridades nacionais.Abdelmassih está preso sob acusação de crimes que vão de irregularidades médica, administrativas e estupro de dezenas de pacientes.

Boas pautas para os próximos dias

(Vitor Hugo Soares)

set
10
Posted on 10-09-2009
Filed Under (Multimídia) by vitor on 10-09-2009

set
10

Nilmar: fez até chover
nilmar
=============================
Deu no portal IG

SALVADOR – O Brasil ficou a perigo por alguns minutos. Mas a fase é tão boa, que não teve jeito para o Chile. Com três gols de Nilmar, a seleção venceu por 4 a 2, nesta quarta-feira, e manteve sua invencibilidade na temporada e a liderança nas eliminatórias para a Copa do Mundo.

Com o estádio de Pituaçu cheio e empolgado para receber o time já classificado, o clima prévio para o jogo era de festa. Depois de aberta uma vantagem de 2 a 0 no placar, porém, a equipe de Dunga se viu em uma difícil situação no segundo tempo, tendo perdido Felipe Melo por expulsão e levado o gol de empate.

O técnico Marcelo Bielsa sentiu um momento favorável, lançou uma formação ainda mais ofensiva ao campo, vislumbrando a vitória, que garantiria também seu time no Mundial da África do Sul, em 2010. Durou pouco esse momento.

Bem ao seu atual estilo, a seleção matou a disputa em dois ataques fulminantes: 4 a 2. E a euforia da torcida estava assegurada. Assim como a invencibilidade de 20 partidas, sendo 13 nesta temporada.

Dunga teve cinco desfalques na partida – Lúcio, Ramires, Kaká, Robinho e Luís Fabiano. Essas baixas abriram espaço para reservas mostrarem serviço. Nilmar foi quem melhor aproveitou ao marcar os primeiro, terceiro e quarto gols do Brasil. Júlio Baptista também mostrou oportunismo, no segundo gol.

Adriano acabou participando pouco da partida e ainda pagou o preço pela cartão vermelho de Melo. A seleção teve de recuar para se recompor, e o flamenguista foi pouco servido.

A classificação também deixou o técnico brasileiro à vontade para experimentar: o lateral-direito Daniel Alves começou o jogo no meio-campo, na vaga de Elano – algo que ele já havia testado na final da Copa América em 2007. A torcida local também gostou: afinal, Alves foi revelado pelo Bahia.

A seleção soma agora 33 pontos, na ponta, e volta a campo em outubro, contra Bolívia, em La Paz, e Venezuela, em Campo Grande, nas rodadas derradeiras. O Chile, com 27 pontos, ainda precisa de mais três para ir à Copa. Restam duas vagas em disputa.

Argentinos no Paraguai: retrato do desastre
desastre
===================================================
“Deu em La Nacion(jornal argentino)
Com uma alarmante produção, a seleção Argentina caiu ante o Paraguai por 1 a 0; ficou na zona de repescagem quando restam duas partidas apenas para o fim das eliminatórias. Com Schiavi e Palermo jogando com a camisa 9, a equipe de Maradona tentou resgatar um ponto; preocupante atuação”.

Bahia em Pauta comenta: tudo dito em poucas palavras. (VHS)

  • Arquivos

  • setembro 2009
    S T Q Q S S D
    « ago   out »
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    282930