set
04
Postado em 04-09-2009
Arquivado em (Artigos, Rosane) por vitor em 04-09-2009 12:35

Rosane Santana

Boston (EUA)- Há duas semanas, a mídia mundial, com certo estardalhaço, anunciou que o governo brasileiro queria mudar os contratos de exploracão do pré-sal entre a Petrobras e petrolíferas estrangeiras, colocando estes últimos na condição de financiadores, apenas, medida apontada como um retrocesso. Aqui nos Estados Unidos, o The New York Times, em matéria de capa, chegou a insinuar que o país enveredaria por um viés nacionalista a la Bolívia, Equador e e Venezuela.

“Confrontado com a mais importante descoberta mundial de petróleo em anos, o governo brasileiro pretende um retrocesso de mais de uma década de estreita cooperação com as companhias petrolíferas estrangeiras e, mais diretamente, contra a extração em si”, disse o mais importante jornal americano.

Sucederam-se debates dentro e fora do país, sempre nessa linha.

Em entrevista ao jornalista Bob Fernandes, editor da revista eletrônica TerraMagazine, nesta sexta-feira, 4 de setembro, o senador Aloísio Mercadante dá importante contribuição para esclarecer os interesses multinacionais por trás das críticas contra as mudanças nas regras do jogo.

Saiba, porque num mundo onde haverá escassez de petróleo é fundamental que o Estado brasileiro controle a exploração do pré-sal – a mais importante descoberta mundial de petróleo em décadas-, se quer, como é esperado, aqui nos Estados Unidos, transformar-se numa potência mundial, o que passa pela redução da pobreza e melhoria nos serviços de saúde e educação, por exemplo.
Rosane Santana, jornalista e mestre em História pela UFBA, atualmente estuda em Harvard, Massachusets (USA).

===================================================
Mercadante: controle estatal/ Agencia Brasil
mercadante
===============================================
A ENTREVISTA

Bob Fernandes

A exploração de petróleo nas camadas pré-sal fará o Brasil subir dez posições no ranking mundial de produtor do combustível e é “fundamental que o Estado controle essas reservas”, defende o senador Aloizio Mercadante (PT-SP). Em entrevista a Terra Magazine, o líder petista no Senado argumenta:

– Porque se a Petrobras tiver que disputar com as grandes empresas de petróleo, que não têm reservas e que sabem que o pré-sal é a mais importante descoberta da última década, elas vão despender grandes recursos para ter acesso a esses blocos. E vão obrigar a Petrobras a se descapitalizar, quando o mais importante para o Brasil é que ela invista.

O regime de urgência dos projetos que definem o novo marco regulatório para exploração do petróleo no pré-sal é necessário, segundo Mercadante. “Você não pode ficar mais de 90 dias esperando a capitalização da Petrobras. A empresa precisa de capital, ela precisa investir”, afirma o senador.

Mercadante não deixou de recordar que os vigorosos críticos da agora oposição, no PSDB e DEM, bradam hoje contra o prazo de 90 dias apreciar e votar as regras do pré-sal, mas fizeram o oposto quando estavam no poder, nos anos FHC. Recorda o líder petista: DEM e PSDB votaram no ano de 1995, no espaço de 5 meses e 18 dias, 5 emendas constitucionais que mudaram a história econômica, a estrutura econômica do Estado brasileiro. O senador lista:

– Em um ano, o governo Fernando Henrique quebrou o monopólio estatal das telecomunicações. E fez uma mudança toda da regulação do setor para a privatização, em cinco meses. Quebrou o monopólio da distribuição do gás canalizado. Tudo isso, emenda constitucional, não é projeto de lei. Eliminou a diferença entre capital nacional e estrangeiro em cinco meses e 18 dias. Quebrou o monopólio do petróleo, refino etc. Também nesse ano de 1995, estendeu ao capital estrangeiro a navegação, interior e cabotagem. E praticamente todas essas emendas tramitaram no prazo de cinco meses. Só aí estou falando de cinco emendas constitucionais, que mudaram decisivamente a história econômica, a estrutura econômica do Estado brasileiro.

Leia a entrevista completa com Mercadante em Terra Magazine
(http://terramagazine.terra.com.br)

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • setembro 2009
    S T Q Q S S D
    « ago   out »
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    282930