set
02

Hage: “o que existe é pouco”
hage
=================================================

Ao participar nesta quarta-feira (2) do programa de rádio “Bom Dia, Ministro”, retransmitido por dezenas de emissoras de todo o País, o ministro da Controladoria-Geral da União (CGU), Jorge Hage, lamentou a falta de aparato legal no Brasil para a aplicação de penalidades que desencorajem a prática de corrupção e atos ilícitos. “O que existe é pouco”, afirmou o ministro baiano.

Segundo assinalou Hage, a atual legislação permite à CGU apenas aplicar multas, suspensões e declaração de inidoneidade. Não é possível, por exemplo, determinar o ressarcimento aos cofres públicos ou a extinção da empresa corrupta, lamentou.

“Não temos forma de atingir o patrimônio da empresa. É algo complicado, difícil, porque pressupõe a responsabilidade de um agente público. São lacunas administrativas. Precisamos de novas normas nessa área”, afirmou.O ministro assinalou que o processo judicial no Brasil “lamentavelmente não termina nunca”, uma vez que são oferecidos “recursos e chicanas protelatórias”. Para Hage, isso resulta na sensação que a sociedade tem de impunidade.

No programa de rádio transmitido em rede para todas as regiões do país, o minisrtroda CGU preconizou:  “Precisamos de instrumentos legais que permitam alcançar o patrimônio da empresa diretamente e que não dependem da prova da culpa. Essas normas o Brasil não tem. O que mais interessa é o ressarcimento dos cofres públicos”, concluiu Hage.

(Postado por Vitor Hugo Soares )

set
02
Posted on 02-09-2009
Filed Under (Newsletter) by vitor on 02-09-2009

Protógenes: intimação da PF e PC do B/Hermano Freitas-Terra
intimação
============================================
Deu no Terra Magazine

A revista digital Terra Magazine acaba de postar um dos textos mais expressivos como informação jornalística, e seguramente o mais delicioso e inteligente divulgado em blogs e sites da internet até aqui sobre os bastidores da entrevista coletiva de Protógenes Queiróz, na tarde desta quarta-feira,2, em um hotel no centro de São Paulo. O delegado da PF anunciu a sua opção partidária pelo PC do B, que será completada no dia 7 de setembro, com a assinatura da ficha de filiação.

Bahia em Pauta reproduz a seguir o texto do repórter baiano. Bravo, em nome do jornalismo de verdade! (Vitor Hugo Soares, editor do BP)

———————————————————
CLAUDIO LEAL

Protógenes Queiroz se dirige ao centro de São Paulo, quando a informação o alcança, pelo telefone: um carro da Polícia Federal está parado em frente ao Hotel São Paulo Inn, nas bordas do Viaduto Santa Efigênia. Num sofá preto, o agente da PF, Luis, observa as paredes, o murmúrio dos repórteres, e se agarra ao celular, como quem alivia o ócio: “Estou aqui esperando o Protógenes…”. Repousados no braço do móvel, os papeis da notificação.

A poucos minutos de anunciar sua filiação ao PCdoB, o delegado para o carro num restaurante da avenida Ipiranga. Tempo do petisco. O agente Luis não está mais na antessala do hotel no momento em que Protógenes, armado com o livro “No Caminho, com Maiakóvski” (de Eduardo Alves da Costa), desce do carro. Informado pelos jornalistas sobre a impaciente visita, o delegado percorre as dependências para encontrar Luis, o estafeta.

– Você me procura?

– Sim, doutor – diz o agente da PF, resfolegado.

Ele robustece o bolo de papeis com mais faxes, expelidos de última hora – desde Brasília – para a máquina do hotel. Tem mais. Luis volta do aparelho de fax com outras atas e notificações. Delicado, pede ao colega para assinar, mas se incomoda com os fotógrafos.

– Odeio foto, tá dotô?

– Eu também… – rebate Protógenes, um tantinho solidário.

Os dois se acomodam numa mesa circular. Alertado, o agente se apressa para buscar mais documentos dos processos administrativos-disciplinares que correm contra o delegado responsável pela deflagração da Operação Satiagraha, em 2008.

– O voo tá rápido, hein? – brinca o delegado, ironizando a velocidade do andamento dos processos. Protógenes completa: – Brasil, mostra tua cara.

O agente eleva a delicadeza.

– Doutor, o senhor põe um telefone aí?

– Está no meu processo – avisa o delegado. – Eles têm o número dos meus advogados. De delegado a tocador de atabaques… É a primavera…

No impulso das assinaturas, ele demonstra supresa, ao folhear uma notificação ainda quente:

– Desarquivaram o caso Paulo Maluf! Chegou agora pelo fax do hotel… O caso Maluf… – e sorri.

Sobraçando as assinaturas, o agente da PF recebe um telefonema.

– Parabéns! – Luis balança a cabeça e reverbera o que ouve na linha: – Eles me deram parabéns!

Protógenes entrega os últimos vistos, e tranquiliza:

– Você está apenas cumprindo seu papel, não se preocupe.

– Boa sorte, fica com Deus. Obrigado, doutor! – despede-se Luis.

O delegado da Satiagraha atravessa a porta giratória, no rodopio para o discurso, o PCdoB, os flashes, a coletiva à imprensa.
===========================================
Leia informações completas sobre Protogenes Queiroz no PC do B em Terra Magazine ( http://terramagazine.terra.com.br)

Protógenes: identidade com PC do B
proqueiroz
==============================================
O delegado Protógenes Queiroz, que comandou a Operação Satiágraha, símbólica em seu significado e alcance no combate à corrupção no País, anuncia na tarde desta quarta-feira(2) sua filiação ao PCdoB, pouco mais de um ano depois da polêmica ação policial de combate à corrupção que prendeu, entre outros, o banqueiro Daniel Danta, do grupo Oportunity.

Pouco antes da coletiva, marcada para as 14h em um hotel no centro de São Paulo, Protógenes falou ao jornalista Bob Fernandes, editor chefe da revista digital Terra Magazine. Na conversa, Protogenes revela um dos motivos de sua escolha pelo PC do B: “vou integrar a base aliada de Lula em um partido que tem um projeto nacional com o qual eu me identifico”.

Bahia em Pauta reproduz a seguir a entrevitas do delegado Protógenes a TM:
====================================================

Terra Magazine – Por que o PCdoB?
Protógenes Queiroz – Porque é um partido que tem um projeto nacional com o qual eu mais me identifico. Eu e um grupo suprapartidário que me acompanha já há meses. Que entre outras bandeiras, defende a riqueza do Brasil para os brasileiros e o combate à corrupção.

O senhor conversou com vários partidos, eu soube que inclusive com o PT…
Sim, conversei com vários partidos, inclusive o PT e mais de uma vez. Anteontem tive uma conversa fraterna com o presidente do PT, Ricardo Berzoini, firmei um compromisso de estar na base aliada do presidente Lula, que iniciou um projeto de transformações reais do país.

O senhor será candidato por qual estado?
Por São Paulo.

E a quê, deputado ou senador?
Como te disse, há um grupo suprapartidário que há muitos meses caminha junto e vários deles ingressarão também no PCdoB. Ainda não está definido, meses antes da eleição é que essa decisão será tomada, mas vamos manter a continuidade da agenda.
==============================================
Leia matéria completa em Terra Magazine (http://terramagazine.terra.com.br)

(Postada por; Vitor hugo Soares)

set
02
Posted on 02-09-2009
Filed Under (Newsletter) by vitor on 02-09-2009

A suspeita de anos virou agora uma constatação irrefutável:

Estudo da Faculdade de Direito da Fundação Getúlio Vargas (FGV) identificou que o baiano é o que mais desconfia da Justiça de seu Estado. A pesquisa, divulgada no jornal A TARDE, mediu o Índice de Confiança no Judiciário (ICJBrasil) nas sete principais regiões metropolitanas do País, que abrigam 1/3 da população nacional. Enquanto a Região Metropolitana de Salvador (RMS), que comporta 12 cidades, está em último, com um índice de 63 pontos, a de Porto Alegre está em primeiro, com 67, numa contagem que vai de zero a cem. A média nacional foi de 65 pontos.

A FGV, para chegar aos resultados divulgados nesta terça, 01, em São Paulo, entrevistou 1.636 pessoas, sendo 104 na capital baiana, entre abril e junho deste ano. A partir de agora, a pesquisa passa a ser trimestral.

Dados divulgados mês passado pelo CNJ já mostravam pistas do desastre vergonhoso anunciado esta semana, ao revelar o baixo investimento do Tribunal de Justiça da Bahia na informatização de procedimentos e o número reduzido de funcionários e juízes. Além, é claro, das graves denúncias de vendas de sentenças por parte de juízes e desembargadores, revelados pela Operação Janus, seguidas de intervenções do Conselho Nacional de Jusriça.

Diante do resultado mais que justo (e esperado) do estudo, quanto à péssima avaliação que os baianos fazem de se judiciário, Bahia em Pauta lança a pergunta que não quer calar:

Teremos providências, ou tudo ficará na mera constatação da vergonha?

(Vitor Hugo Soares)

set
02
Posted on 02-09-2009
Filed Under (Multimídia) by vitor on 02-09-2009

“NÃO ME ARREPENDO DE NADA’ (PIAFF)

============================================
Parabéns Cida, neste 2 de setembro especial de seu aniverário.

Jornalista, escritora e cronista carioca das melhores, mulher necessária cada dia mais querida por quem navega neste Bahia em Pauta. Nesta data, mais que querida, vão para você a primeira música, a primeira poesia (que é sua) e as primeiras palavras de afeto , admiração e agradecimento do editor deste site-blog baiano em nome de toda equipe por sua colaboração sempre essencial.
Viva o 2 de setembro! Salve Cida!
(Vitor Hugo Soares)
===================================================

A vida
esse ir e vir…
essa busca e encontro
esse caminho muitas vezes perdido em alguma curva
essa vontade de acertar o rumo
esse inquieto bater de corações em compasso de sentimentos
essas noites em que o amor é tudo
essas noites em que o amor é só lembrança
esses amanheceres para renovar as esperanças
essa alegria de acordar e perceber que Deus nos deu mais um dia!

( Cida Torneros )

  • Arquivos

  • setembro 2009
    S T Q Q S S D
    « ago   out »
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    282930