ago
31
Posted on 31-08-2009
Filed Under (Artigos, Laura) by Laura on 31-08-2009

blog day

O que é BlogDay? O BlogDay ou 3108Day – como aparece na imagem – foi criado para ser o dia  dedicado ao conhecimento de novos blogs, de outros países ou áreas de interesse. Nesse dia os bloggers recomendarão novos blogs aos seus visitantes. Leia Mais.

Em meio a comemorações, discute-se o futuro da blogosfera e alguns “internetmaníacos” anunciam o fim dos blogs enquanto proclamam a “Era do Twitter” (microblog que virou mania na internet, ganhou a capa da Época semanas atrás e é muito utilizado por celebridades e anônimos para se promoverem).

Na realidade o que aconteceu foi que os blogs nasceram como diários pessoais e deram voz e vez a qualquer um que tivesse um computador – exatamente como twitter faz agora, sendo que neste caso é necessário um smartphone – com a entrada dos jornalistas e das mentes pensantes na blogosfera quem tinha um blog mas não tinha nada a dizer teve que aceitar o fim da fama; esse grupo agora faz a festa no twitter.

Vida longa aos blogs, cada vez com melhor conteúdo!

Por Laura Tonhá, publicitária.

ago
31
Posted on 31-08-2009
Filed Under (Artigos, Janio) by vitor on 31-08-2009

Belchior: calção mais curto que o de M. Sergio?
msergio

====================================================

CRÕNICA/DESAPARECIDO

Carta de Paulo Afonso

Janio Ferreira Soares

Vitor, meu velho, agora que acabou o mistério sobre o paradeiro de Belchior, tava aqui conversando com o meu tio Lindemar (82 anos de sertão e de América do Sul) sobre o que pode ter levado o nosso ex-famoso compositor popular a se escafeder por aí e viver, como naquela canção de Gonzaguinha, com a perna no mundo.

Teria sido orientação do mesmo marqueteiro que mandou Dilma Roussef sumir por uns tempos para poder voltar por cima? Vergonha dos companheiros Mercadante e Sarney, fiéis seguidores da tradição de ostentar fartos pelos faciais no breve espaço compreendido entre o nariz e o lábio superior? Medo de embarcar em algum avião por conta dos últimos acidentes aéreos e, na poltrona do lado, não encontrar nenhuma mão disposta a segurar a sua? Ou será que o principal motivo é a velha falta de dinheiro no banco e de parentes importantes (o caseiro Francenildo que o diga), que lhe acompanha desde o tempo em que ele era apenas um rapaz latino-americano egresso de Sobral?

Segundo Franciel Cruz, jornalista, rubro-negro e proprietário dos Blogs Ingresia e Victoria Quae Sera Tamen, essa onda toda o pegou de calção mais curto do que aquele que Mário Sérgio usava nos tempos em que executava uma saraivada de elásticos em cima de Ubaldo e Sapatão. Indagado por uma menina sobre o que achava desse desaparecimento, nem pestanejou: “ué, e ele ainda está vivo?”

Outro que ficou meio perdido sobre esse assunto foi o menino Claudio Leal. Logo depois da primeira reportagem do Fantástico, ao chegar a redação do Terra Magazine e verificar que muitos comentavam sobre o fato, ele passou um bom tempo sem entender absolutamente nada. Aos poucos foi que o bardo itapagipano percebeu que estavam falando do desaparecimento de um tal de Belchior. É que a sua seletiva memória não está acostumada a guardar bigodes que não lhe interessa, muito embora ele ainda tenha terríveis pesadelos com o delegado Magalhães lhe perseguindo pelas ruas da Ribeira. A propósito, os únicos buços que ele recomenda são os do Coronel Chabert e Balzac, que inclusive dividiram com ele um lugar na arquibancada do Pacaembu durante um jogo do Vitória contra o Corinthians. Danado, esse Claudio.

No mais, é esperar que alguns artistas em atividade sigam o exemplo do cearense e sumam. De preferência, definitivamente. A lista é grande. Abração.

Janio Ferreira Soares, cronista , é secretário de Cultura e Turismo de Paulo Afonso, no Vale do São Francisco

ago
31


A música para começar esta segunda-feira (31), útimo dia deste surpeendente agosto de 2009, é uma beleza só:”La belle dame sans regret”, um dos temas de “When I Fall in Love” (2004), aqui em gravação de Chris Botti & Sting. “Música simplemente universal”, como assinala em comentário um ouvinte do You tube. A sugestão, mais uma vez, é do jornalista Gilson Nogueira, que pergunta: “Nossa Mão da Música, que maravilha é essa?”

Quem souber, responda .

(Vitor Hugo Soares)

ago
31
Posted on 31-08-2009
Filed Under (Artigos, Rosane) by vitor on 31-08-2009

Oswaldo Aranha: “País vencerá”/Img.CPDOC (1930)
aranha

OPINIÃO / POLÍTICA

DIAS CONTADOS

Rosane Santana

A política clientelista e do favor, de raiz oitocentista, está com os dias contados no Brasil. A agonia do popular toma-lá-dá-cá que desembocou em crises como a do orçamento, em 1992, do mensalão, em 2005, e na atual paralisia do Congresso, com o Senado em chamas, descontados os oportunismos e a manipulação de uma parte da midia, resulta de avanços da cidadania – “acesso aos mercados e aos bens de consumo”, como define o historiador e cientista político José Murillo de Carvalho -, por uma maior parcela da população.

No centro da questão, a incapacidade do Estado em atender e intermediar as demandas de múltiplas clientelas. Afinal, não estamos mais no século XIX, somos uma população de cerca de 200 milhões de pessoas – maioria urbana – o voto de cabresto praticamente desapareceu, a burocracia do país tem se modernizado continuamente, o familismo está em baixa, o eleitor tem mais acesso à informação e o Brasil é um candidato a potência mundial, pelo menos aqui nos Estados Unidos, nos meios acadêmicos, especificamente na Universidade de Harvard, é tratado como tal.

O problema aponta para uma mudança estrutural na política brasileira, ainda que muitos não estejam percebendo o processo, expressando, frequentemente, desencanto com líderes e governos. É tempo de comemorar. Gosto sempre de recordar uma frase, se não me falha a memória, de Osvaldo Aranha, ex-ministro da Fazenda de Getúlio Vargas- um liberal que combateu o nazismo- pinçada do livro a “História Sincera da República”, do marxista pernambucano Leôncio Basbaum, que li nos tempos da Faculdade de Jornalismo da Universidade Federal da Bahia: “O Brasil é tão grande, mas tão grande, que vencerá com os brasileiros, sem os brasileiros e até mesmo contra os brasileiros”.

Às vésperas da campanha para as eleições presidenciais, no entanto, vejo com ceticismo, a forma como a mídia, estimulada por marqueteiros e interesses políticos tem incensado a candidatura da ex-ministra Marina Silva a presidência da República como a “higienização da política brasileira”. Marina seria uma espécie de salvação em meio a um mar de lama, leia-se corrupção, clientelismo e falta de ética. Falta responder, com quem vai governar? Já vi esse filme e não tem happy end. Mais desencanto e mais alienação.

Na história recente, o presidente Lula, que, no passado, chegou a declarar a existência de “300 picaretas no Congresso” vê-se obrigado a negociar com aquela Casa em condições nem sempre confortáveis e muitos dos problemas do seu governo derivam de curto-circuitos na relação com o Poder Legislativo, próprios do regime presidencialista.

Em 1986, na Bahia, por exemplo, Waldir Pires candidatou-se e teve vitória histórica para o governo do estado, com 1,6 milhão de votos de frente contra o jurista Josapha Marinho, representante das forças conservadoras. Não tenho nada contra o professor Francisco Waldir Pires de Souza. Reconheco nele uma das mais exemplares biografias da moderna política brasileira, apesar dos equívocos. No entanto, para justificar o amplo arco de alianças, o vi, pessoalmente, repetir com certa freqüência, “eu sou a mudança”, mas o seu governo acabou de maneira frustrante.

Pura ilusão ou, lembrando Sérgio Buarque de Holanda, resquícios da “nossa tradição autoritária”, porque governos não se fazem, apenas, com a vontade do governante, mas com centenas ou milhares de pessoas, líderes ou não, trabalhando em prol do bem comum. E numa República, incluem-se o Congresso, representando o Poder Legislativo, e o Judiciário, que no Brasil tem se modernizado, mesmo aos trancos e barrancos.

Mudanças estruturais são processos de longa duração. Para acelerar a transformação do Brasil arcaico em um Brasil moderno, falta avançarmos ainda mais na conquista da cidadania e investirmos em um projeto de educação básica pública e gratuita. Aqui nos Estados Unidos, por exemplo, as escolas públicas de educação fundamental distinguem os bons alunos e os gênios, oferecendo para eles estímulos e oportunidades educacionais.

Imigrantes brasileiros, inclusive, são beneficiados por essa política e estão estudando em universidades americanas, que são consideradas as melhores do mundo, especialmente em Massachusetts, estado apontado como a Atenas da Era Moderna. O governo americano acompanha passo a passo a vida do aluno e, ao final do segundo grau, eles são premiados com bolsas de estudo para o ensino superior, que são caríssimas, cerca de 50 mil dólares ano.

É com conhecimento e tecnologia que se muda um país. Educar é preciso.

Rosane Santana é jornalista e mestre em História pela Universidade Federal da Bahia (UFBA).

ago
31
Posted on 31-08-2009
Filed Under (Newsletter) by vitor on 31-08-2009

Pré-sal: Cabral vence disputa por royalties
bloglula

Blog do Lula estréia com pré-sal como manchete

Deu no site

Na seção Último Segundo, onde estão as notícias mais recentes, o portal IG na Internet fala do lançamento nesta segunda-feira (31) do Blog do Planalto, mais citado na WEB e na mídia em geral como Blog do Lula. O blog já está no ar com imagem do presidente sorridente e destaque no noticiário para o lançamento hoje do polêmico marco regulatório para exploração de petróleo na área do pré-sal.

“Nesta segunda-feira, Lula anuncia quais serão as regras para a exploração de petróleo na camada de pré-sal, após dois anos de descoberta das reservas. Há mais de um ano, o governo discute um novo marco regulatório”, anuncia o Blog do Planalto – Acesse aqui o blog do Planalto.

O blog do Lula assinala ainda que o Brasil “está dando mais um passo para alcançar uma nova era”. “São mudanças muito importantes para que os recursos petrolíferos descobertos pela Petrobras abaixo da camada de sal do Oceano Atlântico sejam bem aproveitados e se transformem em uma riqueza para melhorar a vida de todos os brasileiros – especialmente os mais pobres”, diz o texto.

Em vídeo, o presidente Lula diz que a descoberta de petróleo em camadas profundas coloca o Brasil entre os maiores produtores de petróleo do mundo, informa o portal IG.

“É um petróleo de boa qualidade e que o Brasil precisa fazer um novo marco regulatório para a Petrobras ficar mais forte. Não temos o direito de pegar o dinheiro que vamos ganhar com o petróleo e torrar no orçamento da União”, afirma. “O que nós queremos é classificar as prioridades para tornar o Brasil mais rico”, acrescenta Lula.

A conferir

  • Arquivos