ago
30
Postado em 30-08-2009
Arquivado em (Artigos, Gilson, Multimídia) por vitor em 30-08-2009 19:11


==================================================
“Os faróis se cruzam na velocidade do seu anonimato. Lá de cima, um olhar bêbado se perde no crepúsculo. O filme se repete, a cada fim de semana, sem enredo, sem enquadramentos, sem bitolas. A despedida foi para valer? Talvez. Apesar do corte, resta a trilha sonora a estimular o recomeço. O som do trompete rompe o silêncio, no exato instante em que o telefone toca. Não há voz do outro lado. Apenas, um suspiro, um longo suspiro feito convite de amar em silêncio. Baixa-se pano. A vida segue. As luzes, em agonia noturna, se cruzam, sem dar a chance de ver a face de quem as acendeu.”

(Gilson Nogueira, jornalista, colabora com o Bahia em Pauta)

Be Sociable, Share!

Comentários

Laura on 31 agosto, 2009 at 13:58 #

Gilson que poesia, quanto emoção… desejo-lhe bons recomeços.
E que coisa linda a la belle dame sans regret… obrigada.


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos