ago
19
Postado em 19-08-2009
Arquivado em (Newsletter) por vitor em 19-08-2009 11:09

Embaixador Taiana: “não sairemos”
Taiana
===================================================

A ditadura instalada em Honduras pelo golpe militar vai ganhando terreno e audácia diante do silêncio e cumplicidade das democracias. Nesta terça-feira o governo saído do golpe determinou a expulsão de diplomatas argentinos, em ato aberto de desafio à anunciada visita de seis ministros estrangeiros que advogam o regresso do Presidente eleito Manuel Zelaya.

Segundo informa a edição on-line do jornal Diário de Notícias, o Ministério dos Negócios Estrangeiros de Honduras indicou que os diplomatas têm três dias para abandonar o país, como resposta à decisão de Buenos Aires de expulsar o embaixador hondurenho por este ter reconhecido a legitimidade do governo de Roberto Micheletti, saído do golpe de Estado.

O secretário de Estado argentino para as Relações Exteriores, Jorge Taiana, rejeitou a ordem de expulsão de Tegucigalpa.

“Mantemos relações diplomáticas com o governo legítimo de Honduras e ignoramos qualquer prazo que nos pretendam impor”, disse Taiana na Cidade do México, onde se encontra em visita diplomática.

(Postado por Vitor Hugo Soares, com informações do DN, de Lisboa e da agência de notícia européia Lusa)

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos