ago
03
Postado em 03-08-2009
Arquivado em (Newsletter) por vitor em 03-08-2009 11:12

Deu na coluna

Na Tribuna da Bahia, edição desta segunda-feira (3), o jornalista Alex Ferraz publica a seguinte nota em sua coluna diária:

===============================================
O Brasil não é o Maranhão!

“O Maranhão é puro Brasil. Praias e rios lindos, uma capital, São Luís, que reúne preciosidades do patrimônio arquitetônico e histórico do Brasil e um povo maravilhoso e que adora um bom reggae. Mas o Brasil, senhor José Sarney, não é o Maranhão que o sr. domina com mãos de ferro desde que se tornou poderoso e dividiu, qual capitanias hereditárias, com a sua família. Se, infelizmente, o senhor consegue censurar a imprensa no seu estado ou, no mínimo, amiudá-la com a pressão dos seus meios de comunicação, não tente fazer o mesmo com o País, mesmo com os abraços amigos do presidente  da República. A censura abjeta ao jornal O Estado de S. Paulo, perpretada pelo senhor através do desembargador Dácio Vieira (seu amigo fiel, como mostra foto publicada ontem pelo Estadão), do Tribunal de Justiça do Distrito Federal, desmerece até mesmo o seu passado de presidente da República, cargo, aliás, que o senhor assumiu graças à misteriosa e fatal doença do verdadeiro eleito, Tancredo Neves, e que encerrava o ciclo da ditadura militar, esta sim, que sempre teve gosto desmedido pela censura. Excelentíssimo senhor presidente (ainda!) do Senado: a censura à imprensa é ato típico de quem não tem a dignidade de censurar a si próprio quando tentado a assumir atitudes venais. Infelizmente, o Brasil que vivemos hoje, inclusive, com discursos de tanta gente dita de esquerda, e até vítima das torturas do regime militar, está pleno de corruptos e corruptores que não titubeiam em culpar a mídia pelos atos infames que adotaram. Ou seja, o errado não é locupletar-se às custas dos cofres públicos, mas sim divulgar isso! Felizmente, se é que ainda há neste país algum resquício de mentalidade digna, parece que Vossa Excelência deu um tiro no pé.  E tiro de misericórdia!

Esclarecendo

Para quem ainda não sabe, José Sarney conseguiu, através do juiz e desembargador amigo Dácio Vieira, uma liminar para calar o jornal O Estado de S.Paulo, que vinha divulgando o conteúdos de conversas telefônicas gravadas pela Polícia Federal, com autorização da Justiça, tendo como principal personagem o filho de Sarney, Fernando, envolvendo-se em assuntos de empregar parentes no Senado e outras atitudes suspeitas. O juiz estendeu a censura a toda a imprensa, na medida em que proibiu também que qualquer jornal divulgue os textos já publicados pelo Estadão.

=====================================================
LEIA INTEGRA DA COLUNA DE ALEX NA TRIBUNA DA BAHIA

Be Sociable, Share!

Comentários

Edvaldo Junior on 3 agosto, 2009 at 11:43 #

DEPUTADO WALTER PINHEIRO – LEI DA MORDAÇA!
O deputado federal Walter Pinheiro, depois de contar com o apoio de muitos pastores e lideranças evangélicas para sua reeleição, agora os persegue impondo-lhes a lei do silêncio. Pinheiro tem procurado os órgãos de classe dos pastores evangélicos para intimidá-los e cercear o direito de livre expressão destes cidadãos, seus eleitores. É lamentável esta performace do deputado que trás de volta os tempos do abominável regime do não-direito. Hoje são os pastores, amanhã serão outras pessoas.É o ápice do desespero do outrora tão tranquilo Walter Pinheiro.
Edvaldo Júnior-Salvador-BA


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos