jul
26
Postado em 26-07-2009
Arquivado em (Artigos, Gilson) por vitor em 26-07-2009 10:43

farol
====================================================
Salvador, onde está sua ternura?

A paisagem espanta
O tempo todo
O horizonte sumiu!
O azul agora é vertical
Onde havia horizonte
Cimento
Cal
Minha cidade deixou de ser?
Já foi?
Ou não?
Um edifício alto e feio invade o céu
O vertical é mais que o horizontal
O caos
Do grito do guri que não fui eu
Do não roubei o leite seu fiscal vira atração
A paz sem endereço
A mentira nos palanques
Há gente com medo
Sorrindo
Ser normal
A rua escura
O vento frio
uma vontade de chorar
Um pedido de socorro sem resposta
E um jovem deitado na calçada da avenida principal
O crack roubou-lhe sonho
Seu travesseiro é de pedra
Salvador, reaja, volte a cantar sua ternura antiga!

Gilson Nogueira, jornalista (e poeta) da Bahia

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos