jul
23
Postado em 23-07-2009
Arquivado em (Newsletter) por vitor em 23-07-2009 10:28

Hamlet de Wagner Moura chega ao TCA
moura
===================================================
Maria Olívia, para Bahia em Pauta

Os ingressos para as duas sessões de Hamlet – 25 ( 20horas) e 26 (19horas) de julho, estão esgotados há um mês, para as apresentações no TCA. Como Salvador foi “uma escolha afetiva” de Wagner Moura na fase de encerramento da temporada da peça, vai rolar uma encenação extra nesta sexta, dia 24, às 20horas. Mas não se anime caro internauta – assim que foi anunciada a nova sessão, em menos de duas horas os bilhetes estavam todos vendidos.

“Em nenhuma outra cidade concordei em fazer uma sessão extra, porque tenho trabalhado muito em novos compromissos. Mas não podia deixar de me dar essa oportunidade de que mais pessoas, mais amigos pudessem me assistir”, afirmou o baianíssimo Wagner Moura.

A montagem da peça de William Shakespeare – escrita há quatro séculos, é a realização de antigo sonho de Moura. Para o ator, “essa é uma das mais fiés traduções de Hamlet. Quando digo que conseguimos deixar o texto mais comunicativo, refiro-me à preservação de sua poética, sem excessos de rebuscamentos desnecessários”. Wagner Moura junto com o diretor Aderbal Freire Filho e a professora de inglês Barbara Harrington foram os responsáveis pela tradução da obra.
=====================================================
Observação: Na sexta-feira, 31 de julho, Maria Bethânia vai cantar na missa pelos 100 anos de Dom Helder Câmara, na Igreja dos Santos Anjos, construída pelo bispo dos pobres, no Leblon, Rio de Janeiro. Se for possível, vale a viagem à cidade maravilhosa.
=====================================================
Maria Olivia é jornalista

======================================================

Be Sociable, Share!

Comentários

rosane santanna on 23 julho, 2009 at 12:53 #

Cara Olivia,
De fato, e um bom ator o Wagner Moura, mas imaginar uma incursao em que o proprio diz ter participado da traducao de uma obra de Shakespeare, convenhamos, e muita pretensao. Aqui em Harvard, os melhores professores talvez nao ousassem, cientes, alguns ja declararam, que e empreitada muito dificil. Outro dia peguei na biblioteca um audiobook de Hamlet (cursei teatro quatro anos nos tempos do Curso Livre com gente como Cleise Mendes e Lia Mara) e a professora desaconselhou-me, educadamente, falando ser esta uma tarefa para experts


Mariana Soares on 23 julho, 2009 at 18:47 #

Liu, acho maravilhosa a ideia de ir ao Rio para a missa pelos 100 anos de Dom Helder, assim como é a cidade onde será celebrada e a cantora que ofertará a sua voz para encantar o eevento. Vamos?


Regina on 26 julho, 2009 at 14:45 #

Rosane, isso e coisa de americano, acostumado a prejulgamentos, não caia nessa. A gente não sabe das dificuldades se não as enfrenta…


Rafael Kafka on 27 julho, 2009 at 13:39 #

Hamlet sapateando?As pessoas rindo?Hamlet é uma tragédia, pelo amor de DEUS, não é para rir, é para refletir sobre o lado obscuro da alma, sobre o tênue limite entre amor e ódio, vida e morte!


Karine on 27 julho, 2009 at 16:45 #

Achei fantástico… Saí emocionada, não só pelo texto, que dispensa comentários e é de uma atualidade impressionante, mas também pela perfeição e cuidado com que tudo parece ter sido feito nesta montagem. Os conterrâneos estão de parabéns. Vale mencionar também a trilha sonora, de Rodrigo Amarante, simplesmente perfeita.


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos