jul
22
Posted on 22-07-2009
Filed Under (Newsletter) by vitor on 22-07-2009

Com o título “Ibama multa Prefeitura de Salvador em R$2 milhões”, a revista digital Terra Magazine acaba de postar nesta quarta-feira(22) reportagem detalhada sobre a febre imobiliaria em andamento em Salvador, cujo capítulo mais polêmico ultimamento é a disputa de áreas verdes dos últimos resquícios da Mata Atlântica para a construção de condomínios privados de alto luxo. (V.H.S)
===============================================

O texto assinado pelo repórter Felipe Amorim, produzido especialmente para TM, revela (entre outros segredos que envolvem a prefeitura de Salvador), como o mosquito da dengue entra nesta estranha história baiana, marcada por absurdos.

Bahia em Pauta reproduz a seguir trechos da reportagem , cuja íntegra pode (e deve) ser lida em Terra magazine: ( http://terramagazine.terra.com.br ). Confira.

Felipe Amorim
De Salvador (BA), especial

“O mosquito aedes aegypti é o novo (e estranho) personagem da febre imobiliária de Salvador, que tem perdido áreas verdes para empreendimentos de luxo. Primeiro ato: uma avenida é construída em Áreas de Preservação Permanente (APP) do Rio Trobogy, dentro da Unidade de Conservação Ambiental do Parque do Vale Encantado. Segundo ato: as obras, de responsabilidade da prefeitura, estão sendo executadas com base em um alvará judicial para o controle de focos do mosquito transmissor da dengue.

Com resquícios de Mata Atlântica, o Parque do Vale Encantado está situado entre a Avenida Luiz Viana Filho (conhecida como Avenida Paralela), maior vetor de expansão imobiliária da cidade, e a orla soteropolitana. Pelo lado da avenida, está o Shopping Paralela, empreendimento de R$250 milhões inaugurado este ano por Walter Barreto, presidente da Associação baiana dos Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário (Ademi-BA). Pelo lado próximo ao mar, o parque é flanqueado por três condomínios de classe média alta.

As obras de aterramento de parte da região alagadiça do Rio Trobogy começaram há pouco mais de três meses, com base na autorização judicial do juiz Everaldo Cardoso de Amorim, da 8ª Vara da Fazenda Pública da Bahia. Amorim atende a um pedido feito no dia 19 de março pela corretora de imóveis Rosana Maria Damaso Kauark, que mora em um dos condomínios fronteiriços ao parque.

O mosquito e a Mata Atlântica

O Vale Encantado foi criado pela prefeitura em 2007, com 280 mil m2 de remanescentes de Mata Atlântica, a partir da doação à prefeitura, obrigatória por lei, de 35% do terreno de cada um dos condomínios. Rosana reclamou à justiça da alta infestação de mosquitos transmissores da dengue (aedes aegypti) na região onde mora e anexou ao pedido um laudo da empresa Gaia Recursos Naturais. A empresa recomenda o aterramento de onze pontos onde teriam sido encontrados focos do mosquito, além da “canalização do rio Trobogy na área do terreno, já que no local as águas ficam retidas, recolocando-o no seu leito natural”.

O juiz determinou, em 30 de março, que a Superintendência de Controle e Ordenamento do Uso do Solo de Salvador (Sucom) – órgão da prefeitura – inicie as obras. Mesmo após sucessivos embargos feitos pelo Instituto do Meio Ambiente (órgão do governo estadual) as obras continuaram.

Na última quarta-feira, 15 de julho, o Ibama determinou o embargo das obras, o que foi prontamente descumprido. Na sexta, veio um novo embargo do Ibama e uma multa de R$ 2 milhões à prefeitura de Salvador, por realizar a obra sem a licença do órgão ambiental competente, e uma outra de R$ 150 mil pelo desrespeito ao primeiro embargo.

Sesab: não há focos de dengue

Após a Polícia Federal lacrar os quatro tratores que trabalham no local, na sexta-feira 17, as obras permanecem paradas desde então.”A questão é gravíssima. Ali é uma área de Mata Atlântica e necessita da autorização do Ibama. Além de ser uma APP, onde o desmatamento pode assorear o recurso hídrico e prejudicar a qualidade da água, levando ao desequilíbrio do ecossistema”, pontua o superintendente do Ibama na Bahia, Célio Costa Pinto. “A procuradoria do Ibama está estudando medidas judiciais para a reparação dos danos. Vamos pedir à Justiça que determine isso”, acrescenta. Qualquer recurso judicial ao embargo do Ibama levará o caso à Justiça Federal.

Um detalhe sobressai: a Secretaria de Saúde (Sesab), em inspeção feita no local no dia 08 de julho, a pedido do MPE-BA, não encontrou quaisquer focos de dengue na área e recomendou expressamente não ser indicado o aterramento para efeito de controle do mosquito transmissor. “O Ministério Público está investigando e poderá propor uma ação penal contra todos os envolvidos”, avisa a promotora de justiça da 5ª Promotoria do Meio Ambiente Hortênsia Pinho.

LEIA INTEGRA DO CASO EM TERRA MAGAZINE (http://terramagazine.terra.com.br)

jul
22

Dr Murray: cerco se fecha
medico
=====================================================
A polícia de Los Angeles e a a brigada antidrogas chegaram na tarde desta quarta-feira(22)com um ordem judicial de acesso aos registros de consulta do doutor Conrad Murray, médico pessoal de Michael Jackson e principal testemunha da morte do megaastro do pop dos Estados unidos.

A informação é do portal TMZ, primeiro a confirmar a morte de Jackson. Segundo o site americano de celebridades, uma caravana de 15 veículos, com mais de duas dezenas de agentes da brigada antidrogas, assím como agentes policíais de Los Ángeles e Houston, se dirigiu ás 10.20 (hora local) ao Armstrong Medical Clinic en Houston.

O proprietário da clínica é um médico que teve cassada a licença em 2005 por receitar aos seus pacientes mais fármacos que os necessários ao tratamento,segúndo as autoridades.

A batida policial foi levada a cabo por petição da Polícia de Los Ángeles a partir dos resultados da autópsia do cantor, que indicam que a sua morte poderia estar vinculada ao uso de Propofol (um potente anestésico utilizado nas intervenções cirúrgicas. Foram encontrados restos deste medicamento nas primeiras investigações dentro da mansão do artista..

O doutor Conrad Murray era o encarregado de tratar dos problemas de saúde de Michael Jackson antes de sua morte.Também foi ele quem tentou reanimar o cantor depois da parada cardíaca que causou a sua morte.

O advogado de Murray, Edward Chernoff, em comunicado emitido a TMZ defende seu cliente: “O juiz de instrução quer esclarecer a causa da morte, nós compartilhamos com esse objetivo. Baseados nas descrições minuto a minuto e detalhe a detalhe dos últimos dias de Michael Jackson, ele .(dr. Conrad Murray] não deveria ser um dos implicados nas acusações driminais”, diz o comunicado.

Parentes e pessoas próximas do artista acusaram reiteradas vezes os médicos de ser culpados na morte na morte do “Rai do Pop”, ao prescrever medicamentos dos quais o cantor abusava.

Enquanto isso, ninguém sabe onde está corpo do artista, ainda não sepultado quase um mês de pois de sua morte.

(Postado por:Vitor Hugo Soares, com informações do portal americano TMZ e do jornal espanhol El Mundo).

jul
22
Posted on 22-07-2009
Filed Under (Aparecida, Artigos, Multimídia) by vitor on 22-07-2009


===================================================

CRÔNICA/TEMPO

Essa moça tá diferente… uauuuuuuuuuuuuuuu

Aparecida Torneros

Ela era eu, e eu era ela, em 69, vendo o astronauta descer na lua, saindo em 70, pra dançar na rua, em Copacabana, quando o Brasil ganhou a copa. Tanto copo, tanto samba, tanta lua, tanta rua, a moça era eu, magricela, saltitante, cercada de gente, na areia, na maré cheia, em noite de lua branca, éramos um bando de meninos e meninas caminhando na madrugada, o Chico saltando de banda, soletrávamos a banda, que passava, víamos o mundo passar e virar de cabeça pra baixo, o país se escondia no subterrêneo da torturada juventude, da torturante ditadura, nós éramos eles e eles eram todos os que nos perseguiam, dedos em riste, a praia vazia nos dias de chuva, os ventos soprando nos dias de agosto, o amor disposto, aquele que crê, amor de gente nova, de moços e moços, pobres criaturas sonhadoras, com direito a se encantar pra desencantar depois, dando guinadas no futuro, deixando de ficar na janela, descendo para o asfalto, ganhando as calçadas, desfilando de minis, fazendo parte da história, na passeata, no ato, no protesto, no sexo, no envolvimento, no engajamento, da tomada de lugar, marcando posição, defendendo a liberdade, gritando questões de ordem, desordenando tudo, uma geração inteira, de hyppies e guerrilheiros, de gente esfusiante, desafiante, corajosa, em verso e prosa, eles eram elas e elas eram eles, os barcos embarcando canções, festivais, composições, prêmios, viagens, novos rumos, novos baianos invadindo os templos boêmios cariocas, os meninos do Rio, os morros que nao tinham vez, e que buscaram voz, que se favelizaram, as comunidades somos nós e os instintos são de todos…as fotos e os filmes em preto e branco, a revelação, o processo, no escuro, a imagem de um tempo, ela era eu, eu era ela, ele nem sabia se era o meu bem, eu nem sabia lhe dar o meu amor, éramos assim, a medida de um momento em que o mundo parecia simples de ser encarado e resolvido, e ela era prá-frente, e ele estava prá-lá-de-marraqueshi, baseando-se na previsão do tempo, em Woodstok, sem destino, sem lenço , sem documento,ela nem se importava com o cílio postiço, tinha blindagem e maquiagem, usava a pílula, era moderna, misturava os hálitos, os hábitos, os duas peças, os monoquinis, biquini cavadão, o asa delta, o puro sangue de trote vencedor, lá ia ela , e eu era a própria alegria de ser, naqueles anos de 69 e 70, por sentir o amor, enquanto ela era a própria tristeza de ver, naqueles anos de 69 e 70, por ver a dor dos presos políticos, ela e eu nos confundíamos, nos alternávamos, nos desentendíamos, nos questionávamos, nos enturmávamos, nos acostumávamos a ser ora ela e ora eu…
agora ela tá diferente de mim e eu tó diferente dela, só no tempo, porque na carinha de hoje, ambas, reproduzimos a de anteontem, ainda bem…

Cida Torneros é jornalista , poeta e escritora, autora do livro ” A Mulher Necessária”, mora no Rio de Janeiro.

jul
22
Posted on 22-07-2009
Filed Under (Multimídia) by vitor on 22-07-2009


É Chan Chan a música para começar o dia no Bahia em Pauta, nesta quarta-feira (22) de tonalidades cubana em Salvador da Bahia por onde passa esta tarde Raul Castro, o irmão de Fidel a caminho de volta para casa, mas aproveita para uma passada no Pelourinho, de evidentes semelhanças com Havana.

Composta por Compay Segundo, Chan Chan é, sem dúvida, uma das maiores maravilhas do Buena Vista Social Club, formado por músicos e intérpretes de talento acima de ideologias, muitos deles, infelizmente, já desaparecidos. Como diz o comentário de um dos ouvintes deste video, gravado durante show em Amsterdam, “isto é música, e falar de política aqui é ser surdo”. Confira.

(Vitor Hugo Soares)

jul
22
Posted on 22-07-2009
Filed Under (Newsletter) by vitor on 22-07-2009

Raul Castro, e colegas, em Sauipe/UOL
rcastro
====================================================
O preesidente de Cuba, Raul Castro, desembarca no começo da tarde desta quarta-feira na Base Aérea de Salvador, em sua segunda passagem pela capital baiana no período de oito meses.

Em dezembro do ano passado o dirigente cubano também desceu em Salvador, para participar da Cúpula de chefes de estado da América Latina, realizada na Costa de Sauípe. Era a sua primeira viagem oficial a um país estrageiro depois de ter assumido o lugar do irmão Fidel Castro.

Nesta quarta-feira (22), Raul Castro (desta fez em visita não oficial, para reabastecimento do avião em que retorna a seu país), terá uma parada prevista de pelo menos quatro horas na Bahia. Ainda assim, o presidente de Cuba será recebido com todas as honras pelo governador Jaques Wagner, e aproveira para uma rápida esticada pelo Pelourinho e outras áreas do sítio histórico baiano tombado como Patrimônio de Humanidade.

Com o companheiro Wagner como cicerone…

(Postado por: Vitor Hugo Soares)

  • Arquivos