jul
10
Posted on 10-07-2009
Filed Under (Newsletter) by vitor on 10-07-2009

Enfim o aperto de mãos/Reuters
OBAMA-POPE

Antes de seguir para Ghana, na Africa, onde já desenbarcou , o presidente norte-americano Barack Obama reuniu-se hoje pela primeira vez desde que foi eleito com o Papa Bento XVI. Acompanhado ds primeira dama, Michelle Obama, e suas duas filha, Sasha e Malia, o presidente Obama desejou uma “ligação forte” entre o Vaticano e os Estados Unidos.

“Eu sei que o senhor está acostumado a ser fotografado. Eu também”, disse Obama em tirada de humor para tentar quebrar o gelo nas relações entre Vaticano e Estados Unidos, desde a posse do novo presidente, francamente favorável às pesquisas científicas com células trono, condenadas pela Igreja Católica. “É uma grande honra. Muito obrigado”, declarou Barack Obama a Bento XVI, no início do encontro, dando um aperto de mão caloroso ao Papa, que estava igualmente sorridente.

O Presidente norte-americano visitou o Vaticano depois de ter estado em L’Aquila para o encontro do G8 e adiantou ao Papa que a reunião entre os oito países mais industrializados foi “produtiva”. Depois, os dois estiveram durante 40 minutos numa sessão fotográfica, realizada na biblioteca do Vaticano.

Durante o encontro, Bento XVI disse que iria “rezar por” Obama, que agradeceu, respondendo que procurava uma “ligação forte” entre os dois estados. Depois da troca de presentes, a mulher do Presidente, Michelle Obama, e as suas duas filhas, Malia e Sasha, de dez e oito anos, mais oito pessoas do grupo que os acompanhou a Itália foram apresentados ao chefe da Igreja católica.

Este encontro era esperado com impaciência pelo Presidente norte-americano que é cristão protestante, e que até agora só falara com o Papa por telefone, pouco depois da sua eleição a 4 de Novembro, adiantou um dos seus conselheiros. Obama despediu-se do Vaticano e seguiu para Gana, onde inicia a primeira viagem como presidente norte-americano a África

(Postado por Vitor Hugo Soares, com informações do jornal Público, de Lisboa, e agência Reuters)

jul
10
Posted on 10-07-2009
Filed Under (Multimídia) by vitor on 10-07-2009


A música desta triste sexta-feira(19) vai postada pelo Bahia em Pauta em memória do ex-parlamentar constituinte e inigualável ex-líder dos petroleiros da Bahia à frente do Sindipetro, Mario Soares Lima, figura humana generosa que acaba de partir para dimensões insondáveis. Filho ilustra de Glória, na beira do Rio São francisco, Amigo solidário, alegre resistente, frágil e contraditória figura às vezes, mas sempre ser humano como poucos. É para ele esta Ave Maria, na interpretação de Charles Aznavour, único como Mario, que acaba de partir.

(Vitor Hugo Soares, editor)

jul
10
Posted on 10-07-2009
Filed Under (Newsletter) by vitor on 10-07-2009

Mario Lima: No parlamento e no Sindipetro/A TARDE-on line
mario
==================================================
Vítima de um AVC-Acidente Vascular Cerebral (derrame), faleceu aos primeiros minutos da tarde desta sexta-feira (10), no Hospital Aliança, em Salvador, Mário Lima, ex-deputado federal constituinte e ex-presidente do Sindicato dos Petroleiros da Bahia (SINDIPETRO) .

 O  ex-parlamentar do Partido Socialista brasileiro(PSB)estava internado na UTI do hospital, em estado considerado de morte cerebral, pelos médicos, desde a tarde de quinta-feira.  Segundo familiares, Mario Lima foi vítima de um AVC do tipo hemorrágico.

 Mário, nascido na cidade de Glória, no Vale do São Francisco, morre aos 74 anos.  Nos anos 60,  foi o principal e mais combativo líder petroleiro da Bahia e um dos mais importantes líderes sindicais do País, na fase que antecedeu o fortalecimento do movimento sindical dos metalúrgicos do ABC, em São Paulo, do qual surgiria Lula, atual presidente da República.

O ex-dirigente do Sindipetro conviveu proximamente com ex-presidentes, como Juscelino Kubitschek, mas principalmente com João Goulart. “Não precisava marcar audiência para ser recebido por Jango, em Brasilia, e discutir com o presidente trabalista (PTB), diretamente, os problemas e reivindicações dos trabalhadores do petróleo”, costumava dizer o ex-deputado.

Com a queda de Jango, no golpe militar, em 1964, o dirigente sindical foi perseguido, afastado do Sindipetro e preso, primeiro em quarteis do Exército, em Salvador, depois transferido para a Ilha de Fernando de Noronha, onde ficou ao lado dos ex-governadores de Pernambuco, Miguel Arraes, e Seixas Dória, de Sergipe, entre outros presos e perseguidos político da época.

No Congresso constituinte, já no MDB, teve atuação também destacada e conviveu proximamente com lideres do porte de Ulisses Guimarães e Tancredo Neves, dos quais o ex-parlamentar baiano sempre recebeu tarefas importantes e palavras de elogio.

O sepultamento de Mario Lima será neste sábado (11), às 15 hs, no Cemitério Jardim da Saudade.

(Postado por Vitor Hugo Soares).

jul
10
Posted on 10-07-2009
Filed Under (História, Newsletter) by vitor on 10-07-2009

Andréa Albertini: polêmica
andrea
====================================================
Vítima de complicações do HIV (AIDS), segundo o laudo médico revelado nesta sexta-feira(10) no Jornal Nacional, da Rede Globo, morreu na madrugada de quinta-feira (9), na cidade de Mauá, Região Metropolitana de São Paulo, o travesti André Luiz Ribeiro Albertini, 22,que ficou conhecido nacional e internacionalmente como Andréa Albertini, depois de acusar o atacante Ronaldo, atualmente “comendo a bola”  no Corinthians, de não pagar o programa solicitado para ele e mais dois travestis, em abril do ano passado.

André Albertini morreu às 5 horas da manhã, no Hospital das Clínicas Doutor Radamés Nardini, onde  foi atendido. As primeiras informações davam conta de que a causa da morte, terias sido Meningite , uma inflamação das membranas que recobrem e protegem o sistema nervoso central – as meninges. A meningite pode ser de origem viral, adquirida depois de alguma gripe ou outra doença causada por vírus, ou de origem bacteriana, normalmente mais branda.

O Jornal Nacional, da Globo, no entanto, teve acesso ao laudo da morte de André, onde está registrado, segundo a jornalista Fátima Bernardes (âncora do JN), que o travesti morreu devido a complicações da síndrome da imunodeficiência adquirida (AIDS), doença que enfraquece o sistema imunológico.

O corpo do travesti, conhecido na noite como Andréa Albertini, velado no Cemitério Santa Lídia , será sepultado às 10 horas desta sexta-feira em Mauá, na grande São Paulo.

MEMÓRIA DO CASO – Albertini ganhou fama dentro e fora do país após protagonizar uma confusão com o jogador Ronaldo, atualmente no Corinthians, e mais dois travestis, em abril de 2008, no Rio. Ele acusou o jogador de não pagar o programa e de ter usado drogas, mas recuou e admitiu ter inventado toda a história.

Ronaldo alegou que levou o grupo ao hotel pensando que eram prostitutas e, ao perceber o erro, quis ir embora, mas foi chantageado pelo travesti. Todos acabaram na delegacia. Segundo o jornal Gazeta Esportiva, de São Paulo, Andréia agora respondia a processo na Justiça, acusada de tentativa de extorsão pelo Ministério Público.

  • Arquivos