jul
05
Postado em 05-07-2009
Arquivado em (Municípios, Newsletter) por vitor em 05-07-2009 13:13

Grazzi Brito

JUAZEIRO (BA) – Em razão de denúncias de irregularidade permanece o suspense sobre a eleição para a escolha dos Conselheiros Tutelares municipais, realizada em Juazeiro, na região do Vale do São Francisco, quinta-feira, 2 de julho. Durante a votação houve acusações de que alguns candidatos estavam transportando eleitores, prática proibida pelo edital do processo eleitoral. A promotora de Justiça, Andrea Ariadne, determinou que as urnas fossem lacradas até segunda ordem.

Quando a população foi convocada pela primeira vez a participar do processo de escolha dos membros do Conselho Tutelar Municipal, via voto direto, testemunhou irregularidades que terminaram impugnando a eleição.

O processo de contratação desses funcionários foi alterado pela lei municipal 1979/2008, que dispõe sobre a condição de atendimento ao direito da criança e do adolescente. O esquema foi iniciado com a inscrição do candidato, que passou por uma avaliação de conhecimentos e logo após por um processo eletivo em que qualquer cidadão do município pôde votar.

Durante a eleição todo o município teve a oportunidade de, pela primeira vez, escolher através do voto os cinco novos conselheiros, dentre os dez aprovados na prova de conhecimentos. Esse processo seletivo e eleitoral foi realizado pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) do município.

Segundo a presidente do Conselho Mônica Pontes, esse é um processo novo, antes só quem votava eram vereadores, representantes de entidades de atendimento o menor e os secretários municipais. Os eleitos cumprirão um mandato de três anos com direito a uma recondução, trabalhando 40 horas semanais e a remuneração é de dois salários mínimos.

O que parecia mais uma conquista da democracia aqui em Juazeiro, tornou-se mais um exemplo de como os candidatos costumam burlar as leis e tentam aquele famoso “jeitinho” para vencer uma eleição. O curioso neste caso é que o cargo pretendido oferece remuneração de dois salários mínimos e 40 horas de trabalho semanal, não parece tão atraente. Mas ainda assim, alguns candidatos contrataram ônibus para fazer a condução de eleitores de bairros mais distantes até o Colégio Paulo IV onde ocorreu a eleição.

Grazzi Brito, jornalista, mora em Juazeiro(BA)

Be Sociable, Share!

Comentários

silvana da silva santos on 14 julho, 2013 at 22:21 #

Gostaria de me candidatar para o conselho tutelar aqui em Juazeiro BA.


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos