jul
02
Postado em 02-07-2009
Arquivado em (Newsletter) por vitor em 02-07-2009 10:06

Já aconteceram as primeiras batalhas desta manhã de quinta-feira, em Salvador, no desfile cívico do 2 de Julho. Ao chegar ao Panteão da Lapinha, onde ficam os carros do Cabocla e do Caboclo, para a cerimônia de hasteamento das bandeiras e toque dos hinos , o prefeito João Henrique Carneiro foi vaiado.

E não foi uma vaiazinha qualquer, destas que os administradores e políticos de todos os partidos estão aprendendo a tirar “de letra”

“Foi a maior vaia que o Largo da Lapinha já ouviu em um 2 de Julho”, segundo assinalou um observador de longas datas do festejo histórico.

Ao lado do prefeito, no momento dos apupos ensurdecedores (puxados principalmente por servidores municipais em greve por melhoria salarial e de condições de trabalho) , o ministro da Integração Nacional, Geddel Vieira Lima, e o presidente do PMDB, Lucio Vieira Lima, irmão do ministro.

Cada um, é claro, com ar de quem entoava baiaxinho a música da gaúcha Luka: “Tô nem aí!”

Até quando jogaram ovo no prefeito João Henrique, e todo mundo decidiu apressar o passo para a Praça da Sé.

===============================================

O governador Jaques Wagner têm-se saído melhor na manhã deste 2 de Julho. Acompanhado da feérica primeira dama, Fátima Mendonça, do ex-ministro Waldir Pires, e entourage petista, ele pegou o desfile andando, depois das vaias, já na altura da Estrada da Rainha, no desfile da manhã.

Wagner entrou na manifestação cívica discretamente , mais silencioso que mineiro, e parece decidido a seguir assim até o fim. Deixou o destaque para a primeira dama e o ex-ministro Waldir Pires. Este último, só sorrisos e contentamento diante das homenagens recebidas no percurso atrás dos carros do Caboclo e da Cabocla.

Mas o dia só está começando.

(Postado por;Vitor Hugo Soares )

Be Sociable, Share!

Comentários

[…] Efeitos, aqui: […]


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos