jun
28
Postado em 28-06-2009
Arquivado em (Newsletter) por vitor em 28-06-2009 15:19

Deitados na rua hondurenhos tentam evitar avanço golpista
honduras1

Um velho e sempre temido fantasma da América Latina, que andava sumido nos últimos anos, volta a assombrar o continente: o Presidente de Honduras, Manuel Zelaya, democraticamente eleito, foi deposto por um golpe militar de Estado neste domingo (28), que já foi unanimemente criticado pela União Europeia e motivou uma reunião de emergência da Organização de Estados Americanos.

O presidente eleito de Honduras, segundo as primeira notícias saídas do país envolto em confusão, boatos e contraininformação, foi preso por militares hondurenhos em Tegucigalpa, e posteriormente levado para uma base aérea nos arredores da capital. Segundo o jornal Diário de Notícias, editado em Lisboa, detenção do presidente ocorreu cerca de duas horas antes do início de uma “consulta popular” lançada por Zelaya para fazer uma revisão da Constituição, declarada inconstitucional pelo Parlamento e pelo Supremo Tribunal.

Zelaya, depois de preso, foi imediatamente deportado pelos comandantes do golpe militar para a Costa Rica, segundo confirmou o próprio Governo costa-riquenho.

(Postado por Vitor Hugo Soares, com informações do DN, de Lisboa, e agências europeias de noticias)

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos