jun
28
Postado em 28-06-2009
Arquivado em (Newsletter) por vitor em 28-06-2009 20:21

Alegria de campeões
campeao1

=================================================
De virada heróica e espetacular, que deu sabor especial ao triunfo por 3 a 2 contra os Estados Unidos, a seleção do Brasil conquistou na África do Sul, neste domingo(28), o seu terceiro título de campeão da Copa das confederações. O time de Dunga teve que suar muito para truncar o sonhos dos americanos de levar a taça para casa pela primeira vez, depois de sair do primeiro tempo vencendo por 2 a 0.

O futebol de contraataques do craque Donovan e seus companheiros criou problemas e deu muita dor de cabeça na seleção de Kaká, principalmente no primeiro período, mas o Brasil apelou para todas as suas possibilidades e foi premiado no final com uma vitória arrancada com um gol de cabeça do zagueiro Lúcio, que assegurou ao melhor time a taça merecida.

Os dois gols da etapa inicial marcados pelos Estados Unidos (Dempsey e Donovam),  jogando de maneira muito semelhante ao desempenho tático na vitória contra a Espanha, fizeram os americanos acreditar mais que nunca, por alguns intantes, no slogan de Barack Obama: “Yes, We Can”. Puro engano, pois logo o Brasil recuperou seu melhor nível de jogo e o trofeu ficou mesmo com quem mais mereceu não apenas hoje, em Joanesburg, mas em toda Copa das Confederações. Dois gols de Luis Fabiano, o artilheiro da Copa, um deles depois de jogada espetacular de Kaká (que recebeu o trofeu de melhor jogador do torneio), e um de Lucio, foram suficientes para o triunfo consagrador. O gol de Kaka (a bola entrou quase meio metro além da linha quando foi tirada pelo grande goleiro Haward, e só o juiz e o bandeirinha não viram). Fica de lambuja.

É como escreveu o repórter Jesus Alcayde, em seu texto sobre a final da Copa das Confederações, neste domingo na Africa do Sul: “Gary Lineker (antigo craque inglês) tinha razão apenas em parte. O futebol é um jogo de 11 contra 11 em que sempre vence …o Brasil. Jogue bem como ante os Estados Unidos, ou o faça mal, como no resto do torneio, a “seleçao” leva colada à sua legendária camiseta amarela, o selo dos vencedores, um gene competitivo que convoca os seus jogadores para um combate em que a palavra derrota está proibida.”

Pode festejar, Brasil.

Be Sociable, Share!

Comentários

Regina on 28 junho, 2009 at 21:25 #

BOA BRASIL!!!!!!!!!! Mais um titulo para a colecao! Eu fiquei com medo de assistir o jogo, meu coracao nao aguentava mais emocao nessa semana, vou ver agora. COM OS BRASILEIROS NAO PODEM NAO!!!!!!!!!


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos