jun
24
Postado em 24-06-2009
Arquivado em (Newsletter) por vitor em 24-06-2009 18:31

Villa: “no és possible!”
espanha

Craques da seleção espanhola com as mãos na cabeça em sinal de desespero ou de incredulidade. Esta foi a imagem mais forte no final do jogo em que os modestos e surpreendentes americanos bateram por 2 a 0 “a melhor Espanha de todos os tempos” (como diziam orgulhosos até o começo do ermbate desta quarta-feira (24) os jornais Ibericos), resultado que deixa o temido time de Vicente de Bosque de fora da decisao da Copa das Confederações, na Africa do Sul.

A seleção dos Estados Unidos entregou as duas primeiras partidas do torneio, mas em troca agora jogará a final contra o vencedor da segunda semi-final, nesta quinta-feira(25) em que medirão forças a poderosa seleção do Brasil, pentacampeã mundial de futebol contra o mais que modesto time da anfritiã Africa do Sul. “Que o que se viu esta tarde sirva de alerta para a seleção de Dunga”, disse o ex-craque e atual comentarista Junior, ao falar sobre o jogo de amanhã.

O selecionado espanhol não fez uma boa primeira etapa e, para culminar, sofreu em contraataque um gol marcado pelo atacante Altdoore (que joga na Espanha) a meia hora de jogo. No segundo tempo o avassalador ataque do time de Del Bosque se mostrou impotente diande do goleiro americano Howard , mesmo tendo produzido significativas jogadas de área com perigosos chutes a gol. Em troca, no único ataque importante da segunda etapa os americanos marcaram o segundo gol, feito por Clint Dempesey depois de falha clamorosa de Sergio Ramos.

“De modo tão doloroso, e ante uma seleção de perfil tão baixo”, segundo avaliação do jornal “El Mundo”, a Espanha caiu em sua corrida triunfal de 15 vitorias consecutivas e 35 partidas sem perder, que a havia elevado “ao mais alto., voltando a perder uma jogo reliminatório como se de quartas de final se tratasse”.

Uma pena, mas igualmente uma grande lição do futebol para quem quiser aprender.

(Postada por: Vitor Hugo Soares)

Be Sociable, Share!

Comentários

filomeno on 27 junho, 2009 at 4:35 #

Se notó mucho la ausencia del gran MARCOS ANTONIO SENNA.


vitor on 27 junho, 2009 at 8:58 #

Filomeno

Bemvindo ao Bahia em Pauta.

Você tem toda razão. Um craque com as qualidades técnicas de Marcos Senna faz falta em qualquer time ou seleção do mundo. No mais e dizer que mesmo sem o jogador brasileiro a Espanha tem um time excelente.Grande abraço em vc e em seu belo país, que adoro e admiro muito pela arte, pela cultura e pela gente que vive aí.
Vitor Hugo Soares (um ibérico descendente), editor do BP.


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos