jun
20
Postado em 20-06-2009
Arquivado em (Newsletter) por vitor em 20-06-2009 22:54

Phelps: “investir em inovação”
nobel
================================================
Numa entrevista publicada neste domingo(21)no jornal alemão “Welt am Sontag”, o prêmio Nobel da Economia em 2006, o norte-americano Edmund Phelps, faz severas críticas às opções do presidente Barack Obama para enfrentar a crise econômica nos Estados Unidos. Segundo Phelps, Obama está enganado quando quer controlar o sistema bancário através da Reserva Federal.

Oara o economista é “razoável” que o governo se ocupe prioritariamente dos riscos sistémicos. “Mas mesmo que se coloquem os bancos em camisas de forças, não se impedirá que os mercados se lancem até valores absurdos. Essas ondas de especulação têm pouco ou nada a ver com a política monetária”, analisa o Nobel.

Phelps diz não compreender a razão de se envolver o banco central.
O plano económico de Barack Obama para tornar eficaz a estrutura de regulação, que não evitou que o sector financeiro beirasse o desmoronamento no ano passado, prevê nomeadamente confiar ao Banco Central (FED) a regulação e a supervisão das grandes instituições financeiras do país.

A proposta do Nobel na entrevista é que se ataque os bónus dos dirigentes do setor financeiro. Phelps defende que devem ser agregados aos desempenhos a longo e não a curto prazo.

Também propõe a criação de um fundo de Estado para investir nas empresas “jovens e inovadoras”, o que seria uma distorção dos mecanismos do mercado, mas que aconteceria “numa boa direção”.

“Nos Estados Unidos, incentiva-se tudo com os fundos públicos, como por exemplo a propriedade imobiliária. Vivemos actualmente consequências desastrosas (…). Pensem nas enormes subvenções na agricultura ou nas ajudas às exportações. Não há qualquer inovação que seja encorajada”, disse.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos