jun
03
Postado em 03-06-2009
Arquivado em (Artigos) por vitor em 03-06-2009 11:42

Minc na Bahia: torradeira em ação
ministro
==================================================
Começam a furar as paredes e ganhar as ruas (cada vez com maior intensidade) o que até terça-feira (3) não passavam de sussuros restritos aos limites dos gabinetes mais bem situados de Brasília: os ruídos sobre o futuro do ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, no governo do presidente Lula.

O verde do Rio de Janeiro fica cada dia mais avermelhado (quase tostado) pelo “efeito frigideira” a que vem sendo submetido nos últimos dias dentro da própria administração federal. A gota d’ agua que entornou o copo, no entanto, parece ter sido a imagem e as palavras de Minc no palanque do protesto em Brasília, no ato de quatro mil trabalhadores rurais ligados à Contag na Esplanada dos Ministérios.

A parte do discursos em que Minc chama de “vigaristas” os parlamentares da bancada ruralista (que os ambientalistas denominam de “bancada da motosserra” no Congresso – transmitidas nos noticiários das principais redes de televisão do país na noite de terça-feira(2) – furou fundo a carne e ego de muita gente, inclusive dentro do governo.

O boné usado pelo ministro do Meio Ambiente durante a manifestação, que causou calafrios nos ruralistas, também não agradou a poderosos do Planalto, que querem comer assado o fígado de Minc.

O problema, para o governo, é saber: quem, com alguma credibilidade internacional, se disporá a assumir o pepino monumental representado pela fogueira permanente que cerca o Ministério do Meio Ambiente, que já queimou a respeitada e discreta ministra Marina Silva e agora torra, implacavelmente, também, o agressivo e falastrão Minc?

A conferir.

(Vitor Hugo Soares)

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos