jun
02
Postado em 02-06-2009
Arquivado em (Newsletter) por vitor em 02-06-2009 14:25

Zé Alencar: solidariedade a familiatres de desaparecidos/NYT
alencar2
=================================================
“O pior cenário”, previsto desde a manhã de segunda-feira pelo ministro de Desenvolvimento da França, infelizmente parece próximo de ser confirmado. Aviões de busca da Força Aérea Brasileira (FAB) avistaram na madrugada desta terça-feira(2) em área de águas profundas do Oceano Atlântico alguns destroços que podem ser do Airbus da Air France que desapareceu na madrugada de ontem quando fazia o trajecto entre o Rio de Janeiro e Paris.

Segundo o coronel Jorge Amaral, da FAB, foram avistados uma cadeira, uma bóia laranja, um tambor e pequenos pedaços brancos, que podem ser de fuselagem do aparelho, além de manchas de óleo. Os destroços estavam espalhados por uma área de 60 km, a 650 km a nordeste da ilha brasileira de Fernando de Noronha, onde opera o centro avançado das operações de busca.

Segundo reportagem publicada na edição on-line do jornal Expresso, de Lisboa, o oficial brasileiro revelou também, que os destroços foram avistados por volta das 6h45 locais (10h45 em Lisboa), mas, pela pouca quantidade e porque o número de série não foi identificado, ainda é muito cedo para se afirmar que pertencem ao Airbus, onde viajavam 228 pessoas.

Ainda antes da chegada dos navios da Marinha brasileira (previsto para esta madrugada) que  partiram ontem de vários portos do país, três navios da marinha mercante, que navegam perto do local, foram autorizados a recolher os primeiros destroços avistados por via área esta madrugada.

Segundo o diário europeu, o aparecimento desses destroços mudou a área de buscas, pois está fora da rota que o Airbus deveria ter seguido, o que dá a ideia, se pertencerem mesmo ao avião da Air France, de que o piloto saiu da rota estabelecida, ou contra vontade ou para tentar fugir da violenta tempestade enfrentada pelo vôo do AirBus que desapareceu e ainda permanece hoje. A área não é coberta por nenhum radar.

DESTROÇOS NO SENEGAL

Segundo o Expresso, o governo do Senegal informou as autoridades brasileiras que encontrou na sua área marítima territorial destroços que podem eventualmente ser do avião desaparecido A 330 da Air France que caiu na madrugada de segunda-feira no Oceano Atlântico.

Esta madrugada dois aparelhos brasileiros dotados de tecnologia e radares que permitiriam detectar destroços do airbus A 330 prosseguiram e intensificaram as buscas a cerca de 1.100 quilômetros ao largo da costa brasileira mas até ao momento, nada foi detectado, diz o Expresso.

(Postada por:Vitor Hugo Soares, com imformações do Expresso, Radio Band News e agência EFE)

Be Sociable, Share!

Comentários

Regina on 2 junho, 2009 at 16:36 #

Sem duvida uma grande tragedia. Sao 228 vidas e ligadas a essas, milhares de outra vidas, sonhos, planos, projetos abortados violentamente. Devemos estar preparados para esses cenarios, mas nao tem como…


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos