jun
01
Postado em 01-06-2009
Arquivado em (Newsletter) por vitor em 01-06-2009 13:56

Aflição no Carles de Gaulle/Expresso
tenao
===================================================
O acidente com o Airbus da Air Franca, se confirmados os temores já tornados públicos pelas autoridades aeronáuticas francesas e o governo Sarkozy, será a mais grave catástrofe para a companhia aérea da França e uma das mais mortíferas nos últimos anos em todo o mundo, segundo o diário português Expresso.

O presidente da França, Nicolau Sarcozy, está no Aeroporto Carles de Gaulle, acompanhando providências sobre o desatre e em contato com os familiares dos passageiros no gabinete de crise instalado no Carles de Gaulle.

A Air France, através da diretoria da empresa em São Paulo refez a relação dos passageiros por nacionalidade, anunciada mais cedo. A maioria é formada por 61 franceses, 58 brasileiros, 25 alemães e o restante de um leque de pessoas de mais de 20 nacionalidades, incluindo italianos, russos e argentinos e angolanos. Um dos passageiros a bordo tinha passaporte português, segundo o Ministério dos Negócios Estrangeiros de Portugal informou ao diário de Lisboa.

Números conhecidos do Avião Airbus A330-200:

– 216 passageiros a bordo, dos quais 126 homens, 82 mulheres, 7 crianças e um bebé
– 12 tripulantes, três dos quais eram pilotos e nove assistentes de bordo
– O comandante do voo tinha 11 mil horas de voo, 1700 das quais em Airbus A330/A340
– Os outros dois pilotos tinham três mil horas de voo (800 das quais em A330/A340)
– O avião, com motores General Electric CF6-80E, tinha voado 18 870 horas desde a data em que entrou em circulação (18 de Abril de 2005)
– A última manutenção tinha sido feita a 16 de Abril de 2009

(Postado por: Vitor Hugo Soares, com dados do Expresso, de Lisboa, Band News e agências internacionais de notícia)

Be Sociable, Share!

Comentários

Lena on 1 junho, 2009 at 17:33 #

Que tristeza! Nessas horas sou obrigada a acreditar no destino…o piloto,dizem,era ótimo! E sem contar que nessa rota, nunca houve qualquer acidente ou tragédia,como queiram. Estas tais turbulencias na linha do equador,por alí,também dizem que ´são velhas conhecidas de qualquer piloto dessa rota. Só mesmo um problema tecnico num avião considerado o melhor prá longas distancias. Destino ou não?


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos