maio
28
Postado em 28-05-2009
Arquivado em (Newsletter) por vitor em 28-05-2009 11:22

Mistério nos preços do combustível
gasolina
===============================================
Deu no jornal:

Na edição desta quinta-feira(28) do jornal Tribuna da Bahia, o jornalista Alex Ferraz abre a sua coluna com um comentário sobre dois temas cruciais: CPI do Petróleo, cujos trabalhos devem começar na próxima semana – se até lá forem resolvidas as pendengas políticas quanto aos postos de comando da comissão – e uma possível CPI do DNIT sobre a escandalosa situação da rodovias do País. Bahia em Pauta reproduz o comentário de Alex.
(Postado por:Vitor Hugo Soares, editor)

======================================================

AS DUAS CAIXAS PRETAS

“O Congresso Nacional, mais especificamente o Senado, tem duas chances históricas de tentar refazer a sua imagem perante a opinião pública: ao contrário do que muita gente boa pensa, a CPI da Petrobras e uma possível CPI do DNIT (Departamento Nacional de Infra-estrutura Terrestre) não têm como alvo principal o PT e sua candidata à Presidência da República. A primeira, principalmente, mas a segunda CPI também, podem levar a opinião pública brasileira a, finalmente, começar a acreditar em seus políticos novamente. Este é o foco.
A CPI da Petrobras tem a chance de revelar aos brasileiros o porquê de um país que é autossuficiente em petróleo ter os combustíveis nas bombas entre os mais caros do planeta. Os contratos de “apoio cultural” nunca bem explicados, o óleo diesel lotado de enxofre e por aí vai.
Já a possível CPI do DNIT, que começa a ser gestada no Senado, pode ter resultados muito mais explosivos, pois explicaria o porquê de a infra-estrutura terrestre no Brasil ser permanentemente negligenciada desde o primeiro governo de Fernando Henrique Cardoso (PSDB) e ter continuado no mesmo caminho de descaso nos dois governos de Lula (PT). Um país que teve uma “janela de oportunidade” de desenvolvimento nos anos 1990, perdeu a chance de nos catapultar para o rol dos países desenvolvidos simplesmente porque verdadeiras máfias se estabeleceram no setor de infra-estrutura e impediram o país de deslanchar, como aconteceu com a China”.

LEIA A INTEGRA DA COLUNA DE ALEX NA TRIBUNA DA BAHIA

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos