maio
26
Posted on 26-05-2009
Filed Under (Newsletter) by vitor on 26-05-2009

Lula e Chavez: muitos risos, poucos acordos
chavez

Com o título “Brasil e Venezuela não logram acordo sobre refinaria”, o jornal de Caracas “El Universal” fala, em ampla reportagem, sobre o encontro entre os presidentes Luis Inácio Lula da Silva e Hugo Chavez, nesta terça-feira (26), em “Salvador da Bahia”, como registra o jornal venezuelano no crédito de origem de sua matéria.

Segundo “El Universal”, as negociações entre Brasil e Venezuela, para a construção conjunta de uma refinaria (em Pernambuco), seguem estancadas, apesar da conversação mantida hoje, em Salvador, entre os presidentes dos dois países. “Em uma entrevista coletiva concedida nessa histórica cidade, os mandatários anunciaram a decisão de prolongar por 90 dias mais as negociações, entre a petroleira estatal venezulana Pdvesa e sua similar brasileira Petrobras, em torno ao projeto”.

“Confesso que estou frustrado. É lamentável. Não fomos capazes de fechar o acordo”, afirmou Chavez, sem ocultar sua decepção”. Segundo o jornal de Caracas, “menos tenso, Lula da Silva expressou sua confiança em que os dois países encontrarão um terreno comum para permitir a participação de Pdvesa no projeto”.

“El Universal” destaca, ainda , que o presidente Lula afirmou, em tom de brincadeira , que se sua ministra do Gabinete Civil, Dilma Rousseff, ganhar as eleições presidenciais, em 2010, ele “assumirá o comando da Petrobras para concretizar o acordo”.

“Se eu conseguir eleger Dilma, serei o presidente da Petrobras, Gabrielli (José Sergio Gabrielli, o atual chefe da empresa) será meu assessor e o acordo sairá”, asseverou Lula com um sorriso, registra “El Universal”, um dos jornais de maior prestígio na Venezuela.

ÁUDIO REVELADOR- Na matéria, o diario da Venezuela , com base “na edição eletrônica do diário O Globo”, registra a falha no sistema de áudio na sala onde estavam os jornalistas à espera da coletiva, que permitiu aos repórteres “inteirar-se dos principais obstáculos a um acordo entre as duas empresas, que se referem ao preço do óleo a ser produzido pela refinaria de Recife, ao custo do investimento e a forma de comercializar a ”produção da planta petrolífera brasileira”.

Segundo a reportagem, Chávez deixou claro que não pretende vender, à Petrobras, o petróleo venezuelano a um preço mais baixo que o vigente no mercado.

“Não podemos conceder à Petrobras um preço diferenciado. O preço tem que ser o de mercado. Assim funciona em todo mundo. Assim funciona em Cuba, nos Estados Unidos e na Russia”, afirmou Chavez.

O presidente venezuelano desembarcou, hoje, em Salvador da Bahia para manter seu sexto encontro trimestral com Lula da Silva, destinado a firmar novos convenios de cooperação em várias áreas e debater o ingresso da Venezuela no Mercosul, freiado pela demora dos congressos, do Brasil e do Paraguai, em ratificar o protocolo de adesão.

EMPRESAS A SALVO

Em sua ampla matéria sobre o encontro de hoje na Bahia, “El Universal” assinala ainda que Chavez indicou, na sua conversa com Lula, que as nacionalizações empreendidas por seu governo não afetarão as empresas brasileiras que operam no país.
Na reunião a portas fechadas entre os dois presidentes, Chavez expressou,com bom humor, que “estamos em uma fase de nacionalização de empresas no país (…) Menos as brasileiras”.

As declarações puderam ser conhecidas graças “à mencionada falha nos sistemas de tradução simultânea que permitiu aos jornalistas escutar o conteúdo da conversação entre os chefes de Estado”

DOUTRINAÇÃO DE CHAVEZ – Segundo o diário de Caracas, Chavez assegurou com uma certa dose de humor, que tentou convencer o megaempresário brasileiro Emilio Odebrecht,o baiano presidente do Conselho de Administração da Construtora Odebrecht, a “abraçar a causa socialista, mas o industrial rechaçou essa proposta”.

“Eu tentei conversar com don Emilio (Odebrecht) para ir ao socialismo. Ele riu e me disse que não”, revelou Chavez, segundo “El Universal”.
=============================================
Bahia em Pauta pergunta: Já pensaram se a essa altura da vida o filho de dom Norberto, veterano e hábil fundador de um dos maiores impérios da construção civil na América Latina topa a proposta de Chavez?
(Postada por Vitor Hugo Soares)

maio
26
Posted on 26-05-2009
Filed Under (Newsletter) by vitor on 26-05-2009

Obama abraça a juiza Sonia-Washington Post
juiza

ROSANE SANTANA

BOSTON (EUA) – Está confirmado. A juiza Sonia Sotomayor foi indicada para presidir a Suprema Corte dos Estados Unidos pelo presidente Barack Obama. A informação divulgada pela imprensa americana nesta manhã de terca-feira, 26, provocou protestos dos conservadores, segundo The New York Times, sob alegação de que Sonia “é uma ativista liberal de primeira ordem no âmbito judicial e pensa que a agenda política pessoal dela própria é mais importante do que a lei escrita”.

Obama já manifestara publicamente o desejo de nomear alguém com a capacidade de interpretar a lei à luz dos problemas sociais, para substituir David Souter, que se afasta do cargo em junho deste ano. Assim o fez, mas caberá ao Senado, de maioria democrata, confirmar ou não essa indicação.

Sonia será a primeira juiza de origem hispanica a presidir a Suprema Corte dos Estados Unidos. Nascida no Bronx, em 23 de junho de 1954, diplomou-se pela Universidade de Princeton – uma das melhores do mundo – e ficou famosa por uma polêmica declaração feita em 2001, numa conferência sobre diversidade, de que “a origem étnica e o sexo de um juiz pode e fará a diferença no julgamento”, questionando a velha noção, frequentemente invocada por alguns juizes da Suprema Corte, de que “um homem velho e sensato e uma mulher velha e sensata chegariam a mesma conclusão quando decidissem sobre um caso”, de acordo com The New York Times.

“Bobagens de menina”, como declara Caetano nos versos de Tigreza”.

Rosane Santana, jornalista, mora em Boston(EUA)

maio
26
Posted on 26-05-2009
Filed Under (Newsletter) by vitor on 26-05-2009

Desastre no leste da India
desastre
=================================================

O jornal “Público”, em sua edição on-line, informa em sua principal manchete desta manhã de terça-feira(26), que mais de 90 pessoas morreram na passagem de um ciclone (Aila) em Bangladesh, Leste da Índia. Segundo o diário português, milhões ainda estão isoladas pelas águas e pelo menos 100 pessoas estão dadas como desaparecidas no Bangladesh, onde 500 mil foram retiradas das suas casas com a ajuda dos militares e estão agora em abrigos temporários.

Publico assinala que pelo menos 62 pessoas morreram em Bangladesh e 29 na Índia, no Estado de Bengala Ocidental. Nesta zona da Índia, uma das maiores reservas de tigres do mundo, vivem centenas de milhares de pessoas e mais de 400 mil estão isoladas.

“Em  Bangladesh, a região mais afetada é Satkhira, perto do porto de Mongla. “A situação aqui é alarmante e até agora estão confirmados 22 mortos. Mas podem ser mais”, disse à Reuters por telefone Mohammad Abdus Samad, comissário adjunto do distrito.

“O quadro é extremamente sombrio. Todas estas pessoas estão sem abrigo depois de as suas casas terem sido destruídas”, disse à AFP o chefe do distrito costeiro de Khulna, Atiur Rahman. Nesta região fronteiriça com a Índia, devastada por ventos de 100 quilômetros por hora e chuvas torrenciais, “perdemos pelo menos 50 mil casas de adobe e bambu”.

maio
26
Posted on 26-05-2009
Filed Under (Multimídia) by vitor on 26-05-2009


A música do Bahia em Pauta para começar o dia nesta terça-feira(26) da volta do sol a Salvador, vem mais uma vez da Espanha. Uma performance instrumental de Paco de Lucia -única como sempre-, utilizada pelo diretor americano Woody Allen na trilha musical de seu mais recente sucesso no cinema: “Vichy, Cristina, Barcelona”. O instrumentisca flamenco executa “Entre dos Águas”, uma composição de sucesso nos anos 70, que o filme de Allen traz de volta ao coração e à sensibilidade dos admiradores de Paco de Lucia.

(Postado por; Vitor Hugo Soares)

maio
26
Posted on 26-05-2009
Filed Under (Artigos) by vitor on 26-05-2009

Barcelona do alto da Sagrada Família
barcelona-150x150

===================================================
DIÁRIO DE VIAGEM/BARCELONA

O MUNDO CAMINHA PELA RAMBLA

Aparecida Torneros

Terça-feira, 26 de Maio de 2009

Barcelona, viva a Catalunha!!!

Barcelona é uma festa… gente do mundo inteiro caminhando pela rambla… o passeio de bus, panorämico, nos mostra as maravilhas da arquitetura desafiante, desde Gaudí atè os modernos, muitas cidades coexistem dentro da única Barcelona. Impossìvel náo se emocionar ao olhar as torres da Sagrada Familia. Melhor é subir no elevador e se ver dentro de uma delas, lá no alto, em corredores de escadaria estreita, subindo ao céu do sonho de catalães como Antoni Gaudí e seus seguidores, a obra se completando , a igreja sendo construída, os visitantes extasiados, as colunas, os tetos recortados, os vitrais fantásticos, e um mundo de imaginação aos pés e sobre as cabeças de turistas e espanhóis.

Barcelona é uma festa… Isabel tem 88 anos e pára na calçada para conversarmos, ouviu muito falar do Brasil há algumas décadas quando sua mãe disse que um parente de Cuenca (povoado cerca de madri) tinha emigrado para Sao Paulo. Ela sorri gostoso quando pronuncia Ipanema, me pergunta muitas coisas, usa a bengala, gosta de viver aqui, é saudável, mas há 6 meses perdeu o marido, e agora vive com as filhas. Tiramos uma foto juntas, ela me deseja felicidades e um amor. Eu também converso com seus companheiros de conversas na rua, nas cadeiras espalhadas em La Rambla, e eles sao carinhosos, gostam do futebol brasileiro, e logo pronunciam em coro: Ronaldoooooo…

Barcelona é uma festa… O porto e os cruzeiros, o mar Mediterrâneo, onde eu e minhas companheiras de viagem, banhamos os pés, em cumprimento aos grandes mares dos grandes navegantes, destas terras ibéricas eles saíram para conquistar o mundo, com sonhos incrivelmente intensos.

Barcelona é uma festa… mesmo…
Disso, tenho certeza, estou aqui, estamos felizes e amanhã estaremos em Paris…
Paris, tambèm é uma festa, e nos espera!!! Aparecida Torneros, jornalista e escritora, autora do livro “A Mulher Necessária”, mora no Rio de Janeiro e viaja atualmente pela Europa

maio
26
Posted on 26-05-2009
Filed Under (Multimídia, Newsletter) by vitor on 26-05-2009


———————————————————–
Com uma magnifica apresentação do Balé do Senegal e uma interpretação impressionante de Gilberto Gil da música “La lune de Gorée”, que fala do porto senegalês onde os escravos eram embarcados para o Brasil, terminou nos primeiros minutos da madrugada desta terça-feira, no Teatro Castro Alves, o espetáciulo que celebrou na Bahia o Dia da Africa. Um show para ficar na história, com as presenças dos preseidentes do Brasil e do Senegal e a participação de grandes músicos e dançarinos dos dois países.

Bahia em Pauta não encontrou um vídeo com “La Lune de Gorée”, que seria a música escolhida para esta madrugada. Mas a colaboradora deste blog, Regina Soares, mandou da Califórnia um vídeo com Gil interpretando “Quilombo -El Dorado Negro”, música perfeita também para esta data. E como complemento, a tradução de ‘La Lune de Gorée”, que Gil compôs em francês.
(Postado por: Vitor Hugo Soares)

====================================================

La Lune de Gorée (Tradução)
Gilberto Gil

Composição: Capinan/Gilberto Gil

(A lua de Gorée)

A lua que se ergue
Na ilha de Gorée
É a mesma lua
Que se ergue em todo o mundo

Mas a lua de Gorée
Tem uma cor profunda
Que não existe
Em outras partes do mundo
É a lua dos escravos
É a lua da dor

Mas a pele que há
No corpo de Gorée
É a mesma pele que cobre
Todos os homens do mundo

Mas a pele dos escravos
Tem uma dor profunda
Que nao existe não
Em outors homens do mundo
É a pele dos escravos
Uma bandeira de liberdade

  • Arquivos