maio
25
Postado em 25-05-2009
Arquivado em (Newsletter) por vitor em 25-05-2009 17:18

Gabrielli (e Dutra) na saída do Planalto
sergio1

Antes de embarcar para Salvador, onde na noite desta segunda-feira (25) assistirá ao lado do colega do Senegal, Abdoulaye Wade, o espetáculo de abertura do III Festival de Artes Negras e a comemoração do Dia da África na Bahia, o presidente Luis Inácio Lula da Silva se reuniu na manhã de hoje, no Palácio do Planalto, para tratar da questão em que está mais ligado ultimamente: a formação da equipe principal que irá disputar o jogo pelo time do governo na CPI da Petrobras.

Na sala de reunião com o presidente, quatro nomes que deverão ter papel destacado nas articulações do governo para enfrentar as “feras” no Senado, principalmente as mais sedentas de cargos ou de vingança na comissão parlamentar de inquérito: a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, o presidente da estatal, José Sergio Gabrielli, e o ministro-chefe da Controladoria Geral da União (CGU), Jorge Hage e o presidente da BR Distribuidora, José Eduardo Dutra.

Todos sairam em silêncio da conversa, mas ficou patente que o “treinador” Lula sabe que terá um duro torneio à sua frente e, para disputa-lo precisará contar com todos os melhores e mais firmes profissionais da sua equipe. Quem despertar qualquer suspeita de que pode “amolecer” ou “melar” o jogo ficará de fora. E isso vale não apenas para dentro do vestiário do governo, mas para muitos que sonham em conduzir a partida (entenda-se CPI da Petrobras, ou do “tucanos”, como preferem os governistas) dentro do gramado do Congresso.

A expectativa é de que o presidente da Petrobras deixe para falar em uma entrevista coletiva em Salvador, nesta terça-feira(26), onde Gabrielli participa também do encontro que o presidente Lula terá com o seu colega da Venezuela, Hugo Chaves. Na Bahia, o presidente da Petrobras conhece como poucos o terreno onde pisa.

Enquanto isso, círculos de peemedebistas mais estressados tratam de espalhar que as negociações políticas, em curso há dias, afunilam para a indicação do senador Antônio Carlos Magalhães Júnior (DEM-BA) à presidência e de Romero Jucá à relatoria da CPI- arrumação que, segundo as fontes encarregadas de espalhar a conversa, teria “pleno acordo do governo”. Na Bahia um ditado popular diz que “é bom sonhar com viagem porque não precisa pagar passagem”.

É bem o caso. A conferir

(Postado por:Vitor Hugo Soares)

Be Sociable, Share!

Comentários

Gabriel on 25 Maio, 2009 at 17:54 #

O presidente é do Senegal


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos