maio
18
Posted on 18-05-2009
Filed Under (Artigos) by vitor on 18-05-2009

Marta, em 2007, com deficientes/ MP
marta

Agora já se sabe: o governador Jaques Wagner bateu o martelo, nesta segunda-feira, e decidiu nomear a procuradora de justiça Marta Karaoglan nova desembargadora do Tribunal de Justiça da Bahia, cujo ato deve ser publicado na edição do Diário Oficial desta terça-feira (19). Resta saber quem é efetivamente a escolhida, seus méritos jurídicos e seu percurso profissional até alcançar o Pleno do Tribunal de Justiça da Bahia, posto ambicionado por muito mas conquistado por poucos.

Até aqui, o que se disse é que na votação entre os relacionados na lista tríplice, para a escolha do governador, Marta havia ficado em terceiro lugar com 14 votos. O mais votado foi José Cupertino (27 votos), seguido de Nágila Brito, com 24 votos. Mas esta, já se vê, não é escolha por voto direto.

PESOS E MEDIDAS – Repete-se, igualmente, que a escolha é uma vitória pessoal do ex-presidente do TJB, Dultra Cintra, que teria em Marta Karaoglan o nome de sua preferência, “in pectore”, como se dizia em outra época. Isso deve ter pesado, efetivamente, mas em Ondina e no Centro Administrativo, os murmúrios dos mais próximos do poder petista dão conta de Wagner perdeu noites medindo e pesando méritos de cada candidato, e o perfil da procuradora,  preocupada com temas sociais como o meio ambiente, cidadania e, sobretudo, sua atuação voltada,no ambito da justiça, para a infância carente e a pessoa deficiente. Aí estaria o peso decisivo na opção final.

Um rápido histórico da escolhida por Wagner revela que Maria Marta Karaoglan Martins Abreu assumiu a função de promotora de Justiça em 1981, tendo atuado nas comarcas de Ituaçu, Entre Rios e Camaçari. Em 1991, foi promovida para a capital baiana, onde atuou na Promotoria de Justiça de Assistência. Promovida à procuradora de Justiça, em 1996, ocupou os cargos de coordenadora do Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional (Ceaf) e dos centros de apoio às Promotorias de Justiça do Meio Ambiente (Ceama) e de Cidadania (Caoci). Foi procuradora-geral de Justiça Adjunta, em 1997, na gestão do procurador-geral de Justiça Walter Rodrigues da Silva, chegando a assumir interinamente a chefia do MP na Bahia.

Em 2007, ao instalar uma oficina de pinturas para pessoas deficientes, promovida pelo MP, a nova desembargadora explicou:”Tudo com intuito de orientá-los, para que eles possam desenvolver a criatividade, aumentar a auto-estima, aprimorar o conhecimento técnico e melhor se integrar ao mercado de trabalho”.

Ponto para a nova desembargadora

(Por Vitor Hugo Soares)

maio
18
Posted on 18-05-2009
Filed Under (Artigos) by vitor on 18-05-2009


A canção para começar o dia, nesta segunda-feira (18) é destas para se ouvir em qualquer tempo e a qualquer hora. Mas têm sabor especial quando escutada em uma melâncólica tarde de chuva, como a que faz hoje em Salvador, desde que se esteja bem agasalhado e em lugar seguro, para poder pensar em coisas românticas e sentimentais. É o bolero clássico e eterno, “Esta tarde vi Llover”, de autoria de um dos maiores compositores mexicanos, Armando Manzanero, aqui interpretado, em vídeo do You Tube, por outro soberano da música, o brasileiro inimitável, Roberto Carlos. Para ouvir e sonhar.
(Vitor Hugo Soares)

maio
18
Posted on 18-05-2009
Filed Under (Artigos) by vitor on 18-05-2009

PMDB no Othon: sem risco de alagamento
othon
==================================================
Depois da convocação partidária de “descer todo mundo do interior para a capital”, o PMDB iniciou nesta segunda-feira (18), no Hotel Othon de Salvador, sua anunciada série de “encontros regionais” , com o objetivo prioritário de discutir as eleições de 2010, avaliando forças e estratégias políticas. No comando e dando cartas entre os participantes, desde a abertura nesta manhã diluviana, o ministro da Integração Geddel Vieira Lima.

O local do evento, sem dúvida, não poderia ser melhor escolhido. O belo e sólido hotel junto ao mar agitado de Ondina é um dos pontos mais seguros, bem cuidados e com reduzidas possibilidades de ser inundado ou dissolvido pelas chuvas que voltaram com intensidade desde a noite de ontem.

Tudo agravado pelos fortes ventos que elevam – e muito – os riscos para a população da “cidade de verão”, principalmente a parte da população obrigada a viver no subúrbio, nas encostas dos morros e em áreas de frágil sustentação, carentes de quase tudo,  a começar de infra-estrutura e de atenção de seus governantes. .

Quanto à agenda do encontro de hoje , bem que a direção do PMDB poderia ter aproveitado a presença de seus principais líderes locais – O ministro da Integração, Geddel Vieira, o presidente regional, Lúcio Vieira Lima e o prefeito João Henrique de Barradas Carneiro (além do presidente da Câmara, Michel Temmer, se de fato aparecer por aqui hoje como se anuncia ),  para uma visita de campo a Salvador em risco de afogamento e caos.

Acompanhados, evidentemente, por “prefeitos, vereadores e lideranças do interior que desceram para o encontro no Othon”, como pedido pelos líderes. Uma visita não apenas de solidariedade formal e burocrática, como costuma acontecer em situações como esta, mas também de aprendizado mais prático, necessário e imediato que as disputas eleitorais do ano que vem.

Afinal, chuva e vento estão aí, presentes e devastadores nesta segunda-feira, causando estragos e desatres urbano e humano. Poderão dissolver, também, projetos políticos de muita gente, antes de 2010 chegar.

Avisar não ofende

(Por: Vitor Hugo Soares)

maio
18
Posted on 18-05-2009
Filed Under (Artigos) by vitor on 18-05-2009

trabalho

OPINIÃO/MUNDO E TECNOLOGIA

O TRABALHO DO FUTURO

“Dez anos atrás, Facebook não existia. Dez anos atrás, antes disso, não tinhamos a Web. Portanto, quem sabe como será o trabalho dentro de dez anos? Apesar da taxa de desemprego ser a mais alta desses 25 anos, o trabalho voltará, mas não será como antes. Ninguém vai lhe pagar só por marcar o ponto. Veremos formas de trabalho mais flexíveis, mais autonomas, mais cooperativas e bem menos seguras. Será dirigido por uma geração com novos valores e a mulher estará em crescente controle.  Aqui estão dez maneiras como o trabalho, tal qual o conhecemos, mudará. Em verdade já mudou.”

Leio atenta na revista TIME, ainda quente em minhas mãos. Recém aposentada, poderia não me interessar pelo assunto. Ao contrario, sei muito bem que se falta trabalho ou se não estamos preparados para as mudanças não haverá futuro.

Jogue fora sua pastinha, você não estará indo a uma escritório, ou lugar designado para o trabalho. Você pode se despedir dos seus benefícios e talvez nem alcance a tão sonhada aposentadoria. O seu chefe não será como o estereótipo que você esta acostumado. Não haverá uma escada a subir mas sim oportunidades, se você descobrir o caminho certo.

High Tech, High Touch, High Growth

Para entender como será o ambiente de trabalho em dez anos, você deve pensar como será o trabalho em dez anos. Aqui vai uma dica: Empregadores não vão precisar lhe pagar para dirigir até um certo local especifico, em verdade, diante da pressão de uma economia instável, estão descobrindo que de fato não existem muitas razões para continuar essa prática.

O trabalho do futuro terá muito pouco que ver com processamento de palavras e números (a Internet pode fazer isso agora). Nem haverá a necessidade de contratar pessoal de suporte, recepcionistas, mensageiros, manutenção. A necessidade estará focada em encontrar as pessoas essenciais e cortar o resto. Então, você é essencial?

A lista segue, mas não quero assustar ninguém, afinal estamos falando da America do Norte. Se a moda pega, e pode apostar que sim, logo veremos o resultado.

Regina Soares>, advogada , mora em Belmont, na área da baia de San Francisco, a poucos quilômetro do Vale do Silício, paraíso da moderna tecnologia americana

maio
18
Posted on 18-05-2009
Filed Under (Artigos) by vitor on 18-05-2009

Deu no jornal

Na coluna Gente Boa, do jornal O Globo, na edição deste domingo (17), a editora interina, Cleo Guiimarães, publica nota com informação interessante sobre o saudoso,  mas sempre presente, “maluco beleza” da Bahia. Vamos lá:

DIABO, PAI DO ROCK – Raul Seixas pode ser o primeiro artista de língua não inglesa a entrar para o hall da fama do Museu do Rock, em Ohio (EUA).  A indicação já foi feita. Caetano Veloso já mandou carta de recomendação”..

======================================================
Bahia em Pauta comenta: Homenagem mais merecida impossível. E Raul na veia e na música para começar a madrugada. (VHS)

  • Arquivos