maio
14
Postado em 14-05-2009
Arquivado em (Artigos) por vitor em 14-05-2009 10:58

Não adianta mais jogar panos quentes.

Foi dada a largada na corrida eleitoral para 2010. No PMDB do ministro Geddel Vieira Lima, por exemplo, a ordem é descer todo mundo do interior para a capital, na próxima segunda-feira, (18). A recomendação é de máximo esforço para que não se repita o recente fiasco da marcha dos prefeitos, promovida pela UPB no Centro Administrativo, que só conseguiu produzir um monumental engarrafamento de veículos na Avenida Paralela, daqueles capazes de esquentar a paciência dos soteropolitanos.

A direção regional do partido lança na segunda-feira, em Salvador, os Encontros Regionais, denominados “PMDB 2010”, que vão se espalhar até setembro no interior do Estado. O lançamento do programa terá a pompa e a circunstância equivalentes à importância que os peemedebistasa atribuem ao evento. Será no centro de convenção do Bahia Othon Palace Hotel, com a participação do ministro da Integração Nacional, Geddel Vieira Lima, do vice-governador da Bahia, Edmundo Pereira, do prefeito João Henrique , entre outras estrelas de menor brilho. Militantes (sim, o PMDB também os tem) prefeitos, vice-prefeitos, ex-prefeitos, vereadores e deputados.

Segundo o presidente do PMDB-Bahia, Lúcio Vieira Lima, os encontros visam saber o que pensam e o que desejam as bases do partido, estimular a militância, e permitir uma maior identificação entre os quadros partidários. “Os encontros regionais resgatam o princípio histórico do partido, de discutir os seus rumos, em consonância com os desejos e necessidades de suas bases”, afirma Lúcio Vieira Lima. Para ele, os encontros vão permitir que os filiados ao PMDB possam se sentir como parte integrada e indispensável de todos os projetos do partido na Bahia.

Pode até não ser exatamente isso, ou apenas isso, mas a idéia central não é de se jogar fora, nem menosprezada pelos adversários, sejam eles quais forem no ano que vem.

(Vitor Hugo Soares)

Be Sociable, Share!

Comentários

Lena on 14 Maio, 2009 at 21:42 #

Tudo pode acontecer,MESMO. Ate voltar a se aliar ao PT pra agradar a Lula. Nao me surpreendo com mais nada. Sozinho, sem se aliar ao PT ou ao DEM, acho que ele nao teria muitas chances. Se tiver que se aliar,espero que seja com o DEM


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos