maio
11
Postado em 11-05-2009
Arquivado em (Artigos) por vitor em 11-05-2009 11:27

Rogério:braçadas poderosas
rogerio

O Bahia em Pauta não poderia deixar passar sem registro um dos feitos esportivos mais importantes do último fim de semana no País: Sábado(9), no Rio de Janeiro, o baiano Luiz Rogerio Arapiraca quebrou o recorde sul-americano dos 800 metros livre, o mais prolongado da natação brasileira, que durava 27 anos e pertencia a Djan Madruga, uma das legendas da natação nacional.

Arapiraca, que no ano passado teve a sua capacidade física e técnica questionada, por vários críticos e analistas da natação, em razão dos resultados aquém das expectativas obtidos no PAM-RIO, no sábado deu o troco com braçadas poderosas: completou os 800 m no tempo de 7min58s20 superando o recorde que era de 7min59s85.

– É muita satisfação quebrar esse recorde. Ano passado estava nadando mal. Muitos diziam que o fundo (denominação dada às provas longas da natação) do Brasil estava acabado. Eu respondia que iria demorar mais iria chegar. Esta competição está sendo um sonho para mim – disse o baiano Arapiraca ao ser entrevistado no SporTV, depois do feito marcante para a natação brasileira, conseguido na disputa do Troféu Maria Lenk.

O campeão Djan Madruga fez questão de parabenizar pessoalmente o nadador baiano.

“Foram 29 anos esperando por isso. Adorei. Não esperava chegar aos 50 anos e ainda ver o recorde de pé”, disse Madruga ao SporTV.

Bravo Arapiraca! o Bahia em Pauta vibra também por seu feito notável. E deseja mais e maiores vitórias.

(Vitor Hugo Soares)

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos