abr
26
Postado em 26-04-2009
Arquivado em (Artigos) por bahiaempauta em 26-04-2009 21:41

Uma pesquisa da Associated Press-GfK, que acaba de sair do forno nos Estados Unidos, revela que pela primeira vez em vários anos, um número maior de norte-americanos dizem que o país está na direção certa do que os que os que acreditam que a direção está errada. Para os analistas especializados, este é um sinal de que Barack Obama usou seus primeiros 100 dias na presidência ( que se completam nesta quarta-feira(29)) para elevar o humor do público e inspirar expectativas de um futuro melhor.

Muito preocupados com suas finanças pessoais e despesas médicas, os norte-americanos, apesar de tudo, parecem realistas sobre o tempo que Obama vai precisar para mudar as coisas, segundo uma pesquisa, cujos resultados são publicados pelo jornal Estado de S. Paulo, na edição deste domingo (26).

Segundo o Estadão, o levantamento mostra que a maioria da população considera o novo presidente um líder forte, ético e simpático que está trabalhando para mudar Washington. Ninguém sabe por quanto tempo essa lua de mel vai durar, mas Obama claramente transformou o espírito do “sim, nós podemos” de sua candidatura numa ferramenta de governo. Sua habilidade de inspirar confiança – seu segundo livro é chamado “A Audácia da Esperança” – tem separado o presidente da dura realidade política de duas guerras, dos problemas da economia global e do incontáveis desafios domésticos.

OS NÚMEROS – Se por um lado há evidência de que as pessoas sentem-se mais otimistas sobre a economia, 65% dizem que é difícil conquistar o sucesso. Mais de um terço disseram ter um membro da família que perdeu o emprego recentemente. Mais de 90% dos norte-americanos consideram que a economia é uma questão importante, o nível mais alto já encontrado por uma pesquisa da AP.

Cerca de 80% acreditam que o aumento da dívida federal vai atingir as futuras gerações e Obama tem sido alvo de opiniões diversas sobre como tem lidado com o problema. Ainda assim, a porcentagem dos norte-americanos que dizem que o país está na direção certa subiu para 48%, de 40% que tinham essa opinião em fevereiro. Para 44%, o país está na direção errada.

Desde de janeiro de 2004, pouco depois da captura do ex-ditador iraquiano Saddam Hussein, pesquisas da AP não apontavam um porcentual maior de pessoas que consideram que o país está na “direção certa” do que “direção errada”. A pesquisa foi realizada no período de 16 a 20 de abril.

Leia a íntegra no ESTADÃO (www.estadao.com.br)

Be Sociable, Share!

Comentários

Lena on 27 Abril, 2009 at 0:36 #

Também acho que ESSE,sim, é o cara!! Aliança de inteligencia , preparo e simplicidade, sem complicar nada. Não precisa ficar provando que isso ou aquilo todos os dias…faz .


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos