abr
23
Postado em 23-04-2009
Arquivado em (Artigos) por bahiaempauta em 23-04-2009 00:01

Presidente do STF:briga feia

A revista virtual Terra Magazine, em trabalho coletivo de sua Redação, publicou a seguinte matéria sobre a briga do ministro Joaquim Barbosa com o presidente do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes, durante a sessão da corte na tarde desta quarta-feira(22):
———————————————–
Redação Terra Magazine (terramagazine.terra.com.br)

“Em plenária do Supremo Tribunal Federal na tarde desta quarta-feira, 22, o ministro Joaquim Barbosa criticou o presidente da corte, ministro Gilmar Mendes, acusando-o de faltar com o respeito e “destruir a imagem da Justiça nesse país”. Gilmar Mendes retrucou, afirmando que Barbosa falta a sessões.

O colegiado do STF pode adotar uma posição a respeito dos ataques verbais. Depois do confronto, os ministros iniciaram uma reunião para discutir o espisódio. A coletiva da Mendes à imprensa corre o risco de ser cancelada.

A pauta da plenária recuperava ações já debatidas no Supremo em 2006. Durante sessão em que Barbosa estava de licença, o Supremo considerou inconstitucional a lei do sistema previdenciário do Paraná para os serventuários do Estado. Hoje, os ministros debatiam a extensão da medida – se valeria para todos os servidores ou somente para aqueles que se aposentaram depois da decisão do Supremo.

Durante a plenária, Barbosa questionou o procedimento de Mendes, dizendo que teria de “expor sua tese em pratos limpos”. Mendes respondeu:

– Vossa excelência não tem condições de dar lição a ninguém.

Barbosa:
– E nem vossa excelência. Vossa excelência me respeite, vossa excelência não tem condição alguma. Vossa excelência está destruindo a Justiça desse País e vem agora dar lição de moral em mim? Saia a rua, ministro Gilmar. Saia a rua, faz o que eu faço.

Mendes:
– Eu estou na rua, ministro Joaquim.

Barbosa:
– Vossa excelência não está na rua não, vossa excelência está na mídia, destruindo a credibilidade do Judiciário brasileiro. É isso.

O pedido de “ponderação” do ministro Ayres Britto não surtiu efeito.

Barbosa:
– Vossa excelência quando se dirige a mim não está falando com os seus capangas do Mato Grosso, ministro Gilmar. Respeite.

Mendes:
– Ministro Joaquim, vossa excelência me respeite.

Precedentes

Em setembro de 2007, os dois minsitros do Supremo protagonizaram outro bate-boca. Barbosa reclamou por não ter sido consultado sobre a questão de ordem em debate, afimando que a recuperação do tema tratava-se de manobra do ministro Mendes.

Barbosa:
– Ministro Gilmar, me perdoe a palavra, mas isso é jeitinho. Nós temos que acabar com isso.

Mendes:
– Eu não vou responder a Vossa Excelência. Vossa Excelência não pode pensar que pode dar lição de moral aqui.

Barbosa:
– Eu não quero dar lição de moral.

Mendes:
– Vossa Excelência não tem condições.

Barbosa:
– E Vossa Excelência tem?

Be Sociable, Share!

Comentários

Lena on 23 Abril, 2009 at 2:03 #

“…com um de seus capangas…” foi demais. Dito isto para o presidente do supremo, ao vivo, diante de todo o povo, esperar mais o que de nossa justiça?


A.Pedro Cattony on 23 Abril, 2009 at 11:15 #

Concordo plenamente com o Ministro
Joaquim Barbosa, êste é que é um
grande Jurista.
Está na hora dos Senhores Ministro do Supremo sê reunirem e afastar por definitivo o Ministro Gilmar
Mendes.


Alício on 23 Abril, 2009 at 11:51 #

A volks está ampliando o horário de trabalho para fabricação de kombis que carregarão os opositores di sinistro gilmar dantas, segundo o Noblat.


CORAZZA on 23 Abril, 2009 at 13:25 #

Não é simplesmente assim assinar e lamentar o hepisódio O POVO QUER AS CABEÇAS
Gilmar Mendes, nao sei como permitem qe uma pessoa como voçê, chegue ao poder,
deve ser coisa do capeta, mas ainda existem as forças do bem agindo em pessoas
como barbosa, será sempre a luta do bem contra o mal, quem sabe um dia o
bem vença o mal e as coisas mudem de verdade nesse país, referendo já sobre
voto obrigatorio para escolha de ministros do supremo tribunal federal e
VOTO FACULTATIVO AO RESTO DOS CARGOS DOS POLITICOS, MUDA BRASIL DE VERDADE. impeachment já


Sonia on 23 Abril, 2009 at 18:49 #

no supremo f ica evidente a curriola formada “pelos pares”…boicotam JB em virtude de sua origem humilde,assim como a Lula …AS ZELITES NÃO PERDOAM…DESPREZAM COM SEU SORRISO SARCASTICO…JB ESTAMOS COM O SR.


Sonia on 23 Abril, 2009 at 18:52 #

ABSURDO É O PRESIDENTE DO SUPREMO TER CAPANGAS E NÃO ISSO SER “DITO DIANTE DE TODO POVO”…NÃO É DONA LENA?


nona fernandes on 23 Abril, 2009 at 21:37 #

Pela prepotência e defesa da elite branca, defendida diariamente por Gilmar Mendes, como todos os brasileiros, estou de alma lavada com a altivez e coragem do ministro Joaquim Barbosa. Ufa, até que enfim!


Bento Reis on 24 Abril, 2009 at 9:02 #

O que dói, cada vez mais, é o cinismo com que nossas “otoridades” se postam diante das câmeras e comentam sôbre fatos estarrecedores e de uma clareza meridiana que depõe contra eles próprios que “o judiário está em sintonia com seu povo” ou que o confronto dos dois ministros (parabéns Exmo. Sr. Dr. Joaquim Barbosa, o senhor honra os brasileiros) “é testemunho da democracia”!
Tenha a paciência!
Aproveitando, gustavofruet critica a ausência de conteúdo no relatório final da cpi(sic!) dos grampos, mas cínicamente, como as demais
“otoridades”, se vale da ênfase na “forma” para abafar o conteúdo quando questiona a maneira com que a ABIN e PF alcançaram os resultados das suas investigações. Num País onde a própria lei concorre para a impunidade dos delinquentes, poderia ser diferente? Desse modo, o citado deputado questiona a ação das nossas Polícias, tirando o foco das acusações, principal conteúdo, a fim de questionar a forma, fato absolutamente secundário quando se enfrenta bandidos do quilate do danieldantas.


Luciano on 24 Abril, 2009 at 10:28 #

Parabéns Barbosa
O Sr. Lavou a alma de todo brasileiro!


Paulinha on 24 Abril, 2009 at 11:28 #

O ministro Joaquim Barbosa é fenomenal…numa tacada só ‘DESENTALOU’ milhões de brasileiros.Ele foi BRAVO!!!BRAVÍSSIMO!!!


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos