abr
23
Postado em 23-04-2009
Arquivado em (Artigos) por bahiaempauta em 23-04-2009 10:57

Cristina e Lula: conversa para vencer diferenças

Distante dos tremores no Supremo Tribunal Federal, abalado pelo bate-boca de ontem entre os ministros Gilmar Mendes e Joaquim Barbosa, o presidente Luis Inácio Lula da Silva passa esta quinta-feira (23) na Argentina. Lula será recebido na Casa Rosada, no centro de Buenos Aires, por sua colega Cristina Kirchner. Os dois vão subscrever uma série de acordos bilaterais e almoçarão juntos para abafar rumores de mal estar político.

O jornal “La Nacion”, um dos mais influente diário argentinos, assinala que o encontro se dará em meio a uma situação delicada na relação dos dois países vizinhos. Ontem, poucou depois de iniciar a viagem rumo a Buenos Aires, Lula foi abordado por jornalista de seu País, que lhe perguntaram sobre as barreiras protecionistas que a Argentina aplicou a importações provenientes do Brasil. “Não há razão para nervorsismos. É preciso ter em conta o momento excepcional que vivemos”, respondeu Lula em uma tentativa de mostrar-se compreensivo, segundo La Nacion.

AO ATAQUE – No entanto, continua o diário portenho, logo em seguida Lula passou ao ataque: “A tese do Brasil é que quanto mais protecionismo, menos possibilidades teremos de resolver a crise mundial. Quanto mais liberdade, mas possibilidades haverá de resolvê-las. Temos a necessidade de realizar um processo de convencimento das pessoas, para que entendam que com a liberdade no comércio teremos mais possibilidades de sair da crise”, disse o presidente brasileiro.

O bem informado diário argentino destaca em sua edição de hoje que, às diferenças comerciais entre os dois países se somou, nos últimos dias, um forte mal estar político: a Casa Rosada não gostou da iniciativa da diplomacia brasileira perante o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, para propiciar uma aproximação entre Buenos Aires e os EUA.

As gestões, segundo La Nacion, foram feitas de maneira informal na Cúpula de Trinidade e Tobago, pelo assessor para Assuntos Internacionais de Lula, ministro Marco Aurelio García. Na ótica argentina , a iniciativa não resultou benéfica para o país da Bacia do Prata, que busca restabelecer os laços com a Casa Branca por seus próprios meios.

Na que uma boa conversa em mesa com bife de lomo e bom vinho de Mendoza não possa resolver.

(Vitor Hugo Soares)

Be Sociable, Share!

Comentários

Lena on 23 Abril, 2009 at 19:59 #

Vamos combinar que esses dois ja estao juntos demais da conta!! Lula ja esteve na Argentina 14 vezes com esse papo de aparar as arestas…tem que ser ele,pessoalmente? Se eu fosse fofoqueira, diria a Marisa Leticia p se cuidar(muito embora,ali, seja pareo duro),rs.


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos