abr
22
Posted on 22-04-2009
Filed Under (Artigos) by bahiaempauta on 22-04-2009

Ministro Barbosa a Gilmar: “me respeite”

O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Gilmar Mendes, foi acusado na tarde desta quarta-feira (22), por seu colega na suprema corte do País, ministro Joaquim Barbosa, de “estar destruindo a credibilidade do Judiciário brasileiro”.

A acusação foi o ápice de uma lavagem pública de roupa suja entre magistrados, sem precedentes na história recente do judiciário brasileiro. O entrevero em termos ásperos por parte dos dois contendores (apesar dos panos quentes jogados pelo ministro Ero Graus na tentativa de evitar o pior), deixou perplexos os demais membros da corte, os presentes à sessão da tarde do hoje no STF e a nação, diante das cenas transmitidas há pouco no Jornal Nacional, da TV Globo.

A certa altura da discussão, o ministro Barbosa chegou a acusar o presidente do Supremo de comandar “capangas em Mato Grosso”. Depois da briga, os ministros Joaquim Barbosa e Gilmar Mendes se retiraram e os demais membros do STF ficaram reunidos, a portas fechadas, para debater e tomar uma decisão sobre o episódio. Assessores prometeram uma entrevista coletiva de Mendes, mas é improvável que isto aconteça tão cedo.

O mais provável é que prevaleça a ação da “turma do deixa disso”, ou a do “deixa como está para ver como é que fica”.

(Vitor Hugo Soares)

abr
22
Posted on 22-04-2009
Filed Under (Artigos) by bahiaempauta on 22-04-2009

Silvia:torcida dupla/CORREIO

É baiana de Salvador, criada em Campinas, a representante do estado de São Paulo no concurso Miss Brasil, a ser realizado no próximo dia 9 de maio. A morena soteropolitana, Silvia Novais, 22, venceu o Miss São Paulo no sábado (18), no concurso promovido pela TV Band, no Memorial da América Latina, na capital paulista.

Silvia mora desde criança em Campinas, a cidade onde se localiza uma das mais importantes universidades públicas do País – a UNICAMP. Com as medidas de 1,77 m de altura, 62 cm de cintura e pesa 60 kg, ela já conquistou um carro e o direito de disputar a competição nacional. Terá, seguramente, torcida dupla.

abr
22
Posted on 22-04-2009
Filed Under (Artigos) by bahiaempauta on 22-04-2009

Deu no jornal

Na edição desta quarta-feira (22) da Tribuna na Bahia, o jornalista Ivan de Carvalho, publica em sua coluna um artigo multifacetado. A partir de uma nota publicada na VEJA, mas lida por ele neste Bahia em Pauta, Ivan elabora um texto em que analisa a crise mundial da economia e seus reflexos sobre a indústria do charuto no recôncavo baiano, à beira da extrema unção segundo a revista. O jornalista não se limita ao choro de sempre de empresários. Fala de política, governo, ética,fumantes , fé, e até deste site-blog. Um primor de texto e análise jornalística, que Bahia em Pauta não resiste, e publica na íntegra. Confira.

(Vitor Hugo Soares)

—————————————————————–

Indústria do fumo e extrema unção

Ivan de Carvalho

“Outro assunto teve prioridade, então reservei este para hoje. Por intermédio do excelente blog recém nascido www.bahiaempauta.com.br, do jornalista Vitor Hugo Soares, fiquei sabendo de nota publicada pela revista Veja desta semana, na coluna Holofote, assinada pelo jornalista Fábio Portela. Para não jogar palavras fora, vai logo a íntegra da nota:

Levando fumo – A indústria de fumo no Brasil, baseada na Bahia, está prestes a pedir a extrema unção. Desde fevereiro, as exportações caíram 46% devido à crise global. E, no mercado interno, os produtores não conseguem competir com os similares cubanos. Motivo: não pagam imposto de importação. Enquanto isso, os brasileiros são taxados com 30% do IPI. O presidente do Sindifumo, José Henrique Barreto, faz campanha em Brasília para reduzir pela metade o imposto e ainda tenta negociar um desconto no ICMS com o governo baiano. Sem isso a indústria do fumo negro vai virar fumaça até o fim do ano”.

O blog citado comenta que “isto é, seguramente, tudo o que o governador Jaques Wagner não gostaria de ler na véspera de pegar o avião que o levará na viagem à Índia esta semana”.

Bem, quanto a essa última parte, pouco a dizer. Primeiro, porque o governador já pegou o avião – ou o avião pegou ele e o levou para as índias orientais. Já que nas ocidentais, segundo péssima avaliação dos portugueses e espanhóis do tempo dos descobrimentos, ele já estava – nas Américas.

Segundo, porque o governador naturalmente já leu a nota e é admissível que não haja gostado, seja pela perspectiva de ser cobrado pelo setor fumageiro a negociar a renúncia a uma parte do ICMS, seja porque está em questão um setor econômico que emprega se prospera e desemprega se vai mal, como, aliás, todos os outros.

Mas é admissível também que haja gostado, se atentou para o lado humano da coisa. Porque a indústria de produtos derivados do fumo e a própria cultura do fumo são, por excelência, um negócio da dor e da morte. E o que se pleiteia no momento é que os governos federal e estadual usem os contribuintes em geral – muitos dos quais adoecem e se matam fumando, para não falar do que gastam na compra do veneno – para socorrer essa fábrica de dor e morte, que, de resto, acarreta altos custos para o próprio governo, aumentando as filas e a ocupação de unidades de saúde do SUS.

A única coisa sensata que o governo poderia fazer – e aí seria o governo Lula, não o governo Wagner – seria passar a cobrar um pesado imposto de importação aos concorrentes baianos dos similares cubanos. Mas convenhamos que isso parece bem improvável depois que Lula recebeu de presente caixas e mais caixas de charutos Havana presenteadas por Fidel Castro. E usou, deliciado, o conteúdo, que às vezes o tesoureiro do PT, Delúbio Soares, segurava discretamente nos palanques para ele.

Para não deixar passar batido, vale tocar ligeiramente numa surpreendente referência da nota publicada na Veja. Aquela, logo no início, segundo a qual “A indústria de fumo no Brasil, baseada na Bahia, está prestes a pedir a extrema unção”. Bem, pedir, pode, afinal cada um pede o que lhe apraz. Mas qual o papa, cardeal, arcebispo, bispo, monsenhor, padre que ministraria a extrema unção à indústria do fumo? Não por falta de misericórdia, claro, mas por falta de tempo: estarão todos ocupadíssimos em administrar este sacramento às vítimas da indústria (e do cultivo) do fumo. Além disso, Deus ama e, pelo menos no arrependimento, perdoa o pecador, no caso, o fumante, mas abomina o pecado.

Sei, sei. Dirão que as coisas não são tão simples assim. A cultura do fumo é tradicional no Recôncavo e a indústria do fumo é fonte de empregos, renda, tributos. Mas também de muitos gastos particulares e governamentais, doença e morte. E certamente não vale aí (como não vale em quase assunto nenhum) o argumento de que se outros não plantarem ou industrializarem o fumo na Bahia ou no Brasil, logo esta bendita omissão será suprida em algum outro lugar do mundo. Ora, que seja, problema do outro lugar. Não é porque alguém irá praticar o mal se pararmos de fazê-lo que devemos continuar a praticá-lo. Onde fica a ética? Um pouco dela, na Bahia, fará bem”.

abr
22
Posted on 22-04-2009
Filed Under (Artigos) by bahiaempauta on 22-04-2009


E neste 22 de abril do descobrimento ( ou do “achamento” como alguns apregoam ) mais que nunca a música, a poesia e as imagens são essenciais. O Bahia em Pauta encontrou, em vídeo que rola no You Tube, a combinação rara dos três elementos para dedicar aos seus leitores (cada vez em maior número segundo os levantamentos dos acessos em março e abril) nesta comemoração de aniversário da pátria. O vídeo, assinado pela dupla Karlla e Karinne, traz o poema “Meu Brasil”, de Djalma Andrade, e a pungente composião instrumental, Brasil Terra da Esperança”, como fundo musical. Esperamos que agrade tanto à turma do descobrimento quanto à do “achamento”.Feliz Brasil para todos!(Vitor Hugo Soares)

abr
22
Posted on 22-04-2009
Filed Under (Artigos) by bahiaempauta on 22-04-2009

Deu no jornal

O Correio da Bahia revela, em sua edição desta quarta-feira (22), que uma inconfidência do cantor compositor Toquinho (um dos últimos grandes parceiros de Vinícius de Moraes ) , no palco do show de Andrea Bocelli, em São Paulo, foi responsável por jogar na boca do povo um dos segredos mais bem guardados da Bahia:a gravidez da cantora Ivete Sangalo. A cantora confirmou, em seguida, sob aplausos, a inconfidência do colega e disse que está no quarto mês de gestação.

———————————-
Redação CORREIO

Agora é oficial! A cantora Ivete Sangalo, de 36 anos, confirmou nesta terça-feira (21), durante uma apresentação em São Paulo, que está grávida de quatro meses do seu primeiro filho com o estudante de nutrição Daniel Cady, d 23 anos. Eles estão juntos desde julho do ano passado.

Por diversas vezes, Ivete negou a gravidez, mas durante um show gratuito do tenor Andréa Bocelli no Parque da Independência, quando foi anunciada por Toquinho, ele disse “agora vai entrar para cantar com vocês uma pessoa especial, aliás, uma não duas, ela e um bebezinho de quatro meses”.

Leia a integra da matéria no CORREIO.

abr
22
Posted on 22-04-2009
Filed Under (Artigos) by bahiaempauta on 22-04-2009

A MÚSICA DO DIA

———————————————————————

CRÔNICA DE ANIVERSÁRIO

Regina Soares

Dizem que para saber o que se tem, basta perder. Ou se afastar, digo eu.

O Brasil é parte do que sou, senão o que sou, pois ser brasileira nunca deixou de ser expressado em tudo que faço, digo, penso, como, sonho. Já tenho mais tempo morando no exterior do que o tempo que vivi no Brasil. Adicionei outra nacionalidade na minha documentação, mais o que eu sou mesmo é BRASILEIRA.

Uma coisa que todos nós sentimos de parte das pessoas que não nasceram no nosso Pais é a admiração evidente por ele. Não só pela nossa musica, mundialmente reconhecida e degustada; nossas riquezas naturais, indescutivelmente abundantes e deslumbrantes; os produtos que exportamos com orgulho para o mundo todo e em diversos níveis; nosso futebol, nosso café, etc… mas, principalmente, pelo nosso POVO, lutador, agradável, amável, generoso, hospitaleiro, autenticamente garboso e alegre.

Eu sei que não somos perfeitos, ninguém é, nenhum Pais é. Mas, posso apostar: se você sair perguntando a qualquer pessoa por ai que pisa nesse solo quente e encara o dia a dia nesse nosso Brasil se gostaria de estar em outro lugar, a resposta é não. A gente sempre dá um jeitinho, de botar água no feijão, puxar a cadeira para um papo, abrir os braços para um abraço seja a quem for, se enfeitar e dançar um sambinha, de quebrar um galho e ir levando…

Hoje, 22 de abril, é dia de aniversário do Brasil. Portanto, mais do que a hora certa de começar o nosso dia cantando e refletindo sobre o que podemos fazer, como brasileiros, em qualquer lugar que estejamos, para que esse nosso amado País seja o que sonhamos e que acredito será, porque pra mim, o Brasil tem jeito, sim senhor!

Regina Soares, advogada, mora em Belmont, na área da Baia de San Francisco (EUA).

  • Arquivos