abr
18
Postado em 18-04-2009
Arquivado em (Artigos) por bahiaempauta em 18-04-2009 10:26

Deu no jornal

Imperdível o artigo do jornalista Ivan de Carvalho que a Tribuna da Bahia publica na edição deste sábado(18), em um dos espaços mais qualificados do jornalismo baiano há muitas décadas. Com estilo inimitável, Ivan comenta em sua coluna as manobras do governo para mexer (outra vez) nas regras do rendimento das cadernetas de poupança, onde a maioria da população brasileira (em especial as camadas mais pobres e médias) deposita algumas sobras agora para fugir do risco da especulação financeira sem controle e enfrentar dificuldades no futuro.

Informação, senso perfeito de equilíbrio, inteligência, humor dos mais refinados em nosso meio, acoplados a um texto que sempre renova o prazer da leitura de um jornal. Veja Bahia em Pauta um aperitivo do artigo e beba o restante na própria fonte: a Tribuna da Bahia.

(Por Vitor Hugo Soares)

—————————————–

OPINIÃO

Por que não mexem na poupança da vovó?

Ivan de Carvalho

“Há muito tempo as cadernetas de poupança são o investimento principal da camadas pobres e médias da população. Elas sempre foram uma espécie de investimento de “viúva desorientada”, isto é, de gente que não sabe o que fazer com o pouco dinheiro que consegue guardar e, como seria uma monumental burrice colocá-lo embaixo do colchão, põe-no nas cadernetas de poupança. O que até pode ser burrice maior.

Guardar o dinheiro embaixo do colchão envolve diversos riscos. Primeiro, o colchão pode pegar fogo numa cálida noite. Segundo, o dinheiro não rende e seu valor não é atualizado, de modo que a inflação o corrói. Terceiro, os ladrões podem roubar. Quarto, as traças roem. Não foi exatamente por isto que Jesus recomendou aos que se tornassem seus seguidores que não acumulassem tesouros na terra, “onde os ladrões roubam e as traças roem”, mas acumulassem tesouros nos céus, onde “os ladrões não roubam e as traças não roem”.

A recomendação do Messias decorreu de sua ciência de que “onde estiver o teu tesouro, estará teu coração”. O mal não é ter o tesouro, mas amar o tesouro, pois isto leva à negligência com as coisas de Deus.

Mas a intenção aqui não é discutir a ciência do Redentor e sim a caderneta de poupança. Certamente os que já viveram o suficiente lembram-se que, naqueles tempos de inflação alta, o dinheiro posto nas cadernetas de poupança era atualizado pelo índice – às vezes estratosférico – de inflação do mês anterior, ao que se acrescentavam juros de seis por cento ao ano.

Leia a íntegra do artigo de Ivan de Carvsalho no jornal Tribuna da Bahia

Be Sociable, Share!

Comentários

Lena on 18 Abril, 2009 at 18:00 #

Quer apostar que assim que o povão, o mais ignorante e mal informado vai estar correndo prá sacar seu pouco e suado dinheirinho, antes mesmo de entenderem qualquer coisa. Não adianta, que no deles,eles não mechem. O povo vai estar sempre pagando a conta.


Lena on 18 Abril, 2009 at 18:02 #

Desculpe, faltou a palavra “souber” antes da primeira vírgula.


Humberto Guanais on 23 Abril, 2009 at 12:28 #

Querem criar um clima de terror com esta história da Poupança. O Sr. Raul Jugmann (triste coitado – abandonou de vez seu passado), vai a televisão fazer um terrorismo sem fim, comparando o projeto de Lula, com o de Collor. ISto é no mínimo canastrice, para não dizer mau caráter. Fico preocupado com estas crônicas e outras lides, onde apesar de termos humor, pressupõe sempre uma forma aterrorizar o pequeno investidor. Sejamos honestos, vamos ler e entender o que está por trás do projeto atual da poupança, sem maiores passionalidades.


Humberto Guanais on 23 Abril, 2009 at 12:30 #

Peço desculpas, o nome correto do elemento é Raul Jungmann (com um n antes do g)


Gerson on 28 Abril, 2009 at 18:49 #

A poupança dos Brasileiros é coisa sagrada que deve ter segurança e rentabilidade, pois para muitas pessoas, que não são Grandes Empresários ou altos funcionários públicos com seus grandes salários e aposentadorias integrais garantidas pelo estado, essa poupança suada que para ter um pouco de segurança é depositada em renda Fixa (poupança, CDB da caixa ou Banco do Brasil.)está sendo ameaça pelo PT e o presidente LULA. Vejamos:
De vez em quando o presidente LULA afirma:- “Quem tem dinheiro sobrando que aplique em qualquer coisa e corra riscos.”
– “Não é possivel que pessoas que não geram emprego possam ter lucro algum.” Acho que ele pensa que todo mundo pode transforma-se em empresário.
O que podemos perceber é que o presidente LULA acha que quem tem poupança, para ele, é considerado especulador, pessoa que não gera emprego. Acho que ele quer que todo mundo que não é Grande Empresário ou alto funcionário público, que não tem emprego garantido quando fica mais velho e aposentadoria integral, não tenha o direito de fazer poupança segura sendo obrigado a arriscar seu dinheiro nos diversos fundos financeiros vendidos pelos Bancos, inclusive Bancos Federais, que não dão nenhuma segurança ao poupador (e que são chamados de aplicações no setor produtivo).
Acho que o PT e LULA não se preocupam com quem faz poupança e quer ver essas pessoas na miséria para que fiquem dependentes de programas como Bolsa Família e Bolsa escola etc, fazendo parte daqueles que passam a depender dos políticos para que eles mantenham o unico meio de sobrevivencia que lhes restou que são esses programas anteriormente citados.
Atualmento LULA e o PT só incentiva as pessoas a consumirem para aumentar o faturamento e o lucro das empresas. Não se fala em poupança. O problema é que quando vem a crise o lucro gerado pelo consumo dos trabalhadores que foi transformado em lucro de empresários e impostos do governo não garantem o emprego e a vida de quem consumiu e não fez poupança ou que teve a sua poupança dilapidada pelas politicas do governo.
Quando vem a crise no setor publico os seus funcionários tem seus empregos garantidos até conseguem reajustes salarias. Os Grandes empresários são socorridos pelo governo.
O trabalhador do setor privado que não fez poupança ou aplicou a sua nesses fundos sugeridos pelo governo como aplicações no setor produtivo, esses ficam na miseria esquecidos por todos.
A Ministra Dilma como possivel sucessora do Presidente LULA apenas dara continuidade a essa Pilitica praticada pelo PT.


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos