abr
15
Postado em 15-04-2009
Arquivado em (Artigos) por bahiaempauta em 15-04-2009 08:40

Imigrantes ilegais nos EUA/ AP

Em contundente editorial publicado na edição de ontem (14), The New York Times defendeu a proposta do presidente Barack Obama de encaminhar ao Congresso, ainda neste semestre, a reforma imigratória, para legalizar a situação de cerca de 12 milhões de trabalhadores ilegais no país – latinoamericanos em sua maioria – uma das promessas de campanha acordadas com entidades representativas do segmento e que permitiu a vitória expressiva do democrata nos chamados estados latinos (Flórida, Colorado e Novo Mexico).

Segundo o jornal, o acordo entre as duas grandes federações de trabalho americanas, a American Federation of Labor (AFL) e o Congress of Industrial Organizations (CIO), em torno da reforma imigratória e a iniciativa de Obama de deflagração do processo representam duas boas notícias.

O editorial condena os opositores da reforma, que alegam a possibilidade de danos ao mercado de trabalho dos americanos de baixa renda, num momento de profunda crise econômica, e a obstrução ao tema conduzida pelos republicanos nas duas últimas legislaturas do Congresso, ressaltando que milhões de trabalhadores estão vivendo em constante apreensão, ganhando menos, gastando menos, pagando menos impostos, sem condições de denunciar os abusos sofridos e buscar a melhoria de suas habilidades ou prospectar novos postos.

Diz ainda que a reforma migratória contribuirá enormemente na luta para combater criminosos e por fim a desesperança daqueles que vivem nas sombras.

Apela para que Obama dê logo mais detalhes sobre a medida e que tenha coragem para defender a liberdade e a necessidade de reformar o sistema imigratório, concluindo, que é o que o país precisa e os eleitores americanos elegeram Obama para fazer.

Rosane Santana, jornalista, mora em Boston (EUA)

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos