abr
15
Posted on 15-04-2009
Filed Under (Artigos) by bahiaempauta on 15-04-2009

Chico Pinto / Blog do Noblat

Lampião e Maria Bonita:leituras do cangaço

A Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS) tem mais um bom motivo para sentir orgulho, além da qualidade reconhecida de seu ensino: será, a partir de agora, a guardiã da biblioteca do ex-prefeito e ex-deputado Chico Pinto, falecido em fevereiro de 2008. Os livros do culto e bravo guerreiro de Feira , que sempre esteve ao lado das mais dignas lutas políticas e sociais travadas na Bahia e no Brasil nos últimos 50 anos, foram doados à UEFS por Thais Alencar, viúva do ex-prefeito e ex-parlamentar Francisco Pinto.

O acervo de 3 mil volumes é dos mais ricos e diversificados em termos de conteúdo: literatura, política, história, documentos raros, relatos de um tempo e de uma trajetória única da política baiana e nacional. Sem falar nos volumes de uma das maiores predileções de Chico em suas horas de leitura: o conhecimento sobre a vida, combates e estratégias de Virgulino Ferreira, o Lampião, Maria Bonita e os cangaceiros do bando nordestino. Leitor assíduo e confesso de tudo que se escrevia sobre estes legendários personagens, os livros sobre o cangaço foram os últimos a frequentar o móvel de cabeceira do notável parlamentar no hospital, em seus dias de despedida.

Ver e ler os livros de Chico Pinto na UEFS, eis mais um bom motivo para ir a Feira de Santana.

(Vitor Hugo Soares)

abr
15
Posted on 15-04-2009
Filed Under (Artigos) by bahiaempauta on 15-04-2009

Chove inconsequente na província/vesperal de inverno”, dizem os versos do saudoso poeta e querido amigo, Carlos Sampaio, publicado no livro “Dever & Haver”, provavelmente inspirado em um dia de tempo chuvoso e melancólico como o que faz hoje em Salvador, a cidade da Bahia como preferem muitos. Melancolia que também ajuda a refletir sobre momentos e sentimentos como os presentes na letra de “A Lista”, a canção que Bahia em Pauta escolheu para oferecer hoje aos seus leitores. Na interpretação sem retoques do autor.
(Vitor Hugo Soares)

abr
15
Posted on 15-04-2009
Filed Under (Artigos) by bahiaempauta on 15-04-2009

“Eleitor que não justificou ausência em três turnos ou eleições seguidas pode ter documento cancelado e ficar impedido em outras situações. Os que não deram justificativas pela ausência nas três últimas eleições, ou turnos, devem ficar atentos, pois termina amanhã o prazo para regularizar a situação perante a Justiça Eleitoral.

O eleitor que não tiver as pendências quitadas com a Justiça Eleitoral terá o título cancelado.

“Depois do dia 16, o eleitor terá de solicitar a um juiz eleitoral o restabelecimento da inscrição do documento, por meio de uma carta. A conclusão desse processo é demorada, dura cerca de 45 dias”, alerta Cezaltina Lélis, assessora de imprensa do TRE (Tribunal Regional Eleitoral).

Para atender os eleitores faltosos, a Central de Atendimento ao Público (CAP) do TRE, localizada no Centro Administrativo da Bahia (CAB), funcionará ininterruptamente das 8h às 18h hoje e amanhã.

Esse mesmo plantão ocorrerá nas CAPs situadas nas cidades de Feira de Santana, Vitória da Conquista, Juazeiro e Jequié. Nas demais cidades do interior, segundo o TRE, o horário de atendimento ao público será determinado pelo juiz(a) eleitoral.

A regularização do título de eleitor também pode ser feita nos postos do TRE que funcionam no Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC) dos shoppings Iguatemi, Barra e Liberdade e nos bairros do Comércio e Cajazeiras.

SANÇÕES – Além de ter o documento cancelado, quem não regularizar a situação estará sujeito a sanções, como a proibição de se inscrever em concurso e exercer função ou receber remuneração do setor público. O cidadão nessa situação também ficará proibido de participar de concorrência pública ou administrativa nas esferas federais, estaduais ou municipais e impedido de obter passaporte, carteira de identidade ou renovar matrícula em estabelecimento de ensino público”.

CONSULTE A SITUAÇÃO DO SEU TÍTULO NO SITE WWW.TSE.GOV.BR

Leia mais: em A TARDE

abr
15
Posted on 15-04-2009
Filed Under (Artigos) by bahiaempauta on 15-04-2009

Deu no jornal

Em sua edição desta terça-feira (15) o Correio da Bahia publica:

“Entra em vigor nesta quarta-feira (15) a portabilidade da carência dos planos de saúde. A resolução normativa da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) só permite a troca de plano para usuários de planos particulares (familiares ou não), com contratos de mais de dois anos (ou três para usuários com doenças ou lesões preexistentes) e que estejam com as mensalidades em dia.

A regra não vale para usuários que tenham contratos firmados antes de 1999 e sejam beneficiários de planos coletivos (empresariais). De acordo com o Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), só 13% dos contratos dos planos de saúde poderão ser beneficiados pela nova regra, restrita inclusive à data de aniversário do contrato até o mês seguinte e a planos equivalentes ou de categoria inferior. Após a troca, o consumidor só poderá voltar a portar a carência (prazo estipulado pelas operadoras que restringem atendimentos ambulatoriais, consultas, exames e internações) após dois anos no novo contrato.

O Idec aconselha que os consumidores façam uma pesquisa antes de decidir pela mudança de plano. Nesta deve-se atentar para as condições da empresa, do serviço e do contrato, observando as regras de reajuste e de alteração de faixa etária. E o mais importante, que os usuários verifiquem se a operadora tem registro na ANS e está sob direção fiscal ou técnica (o que indica problemas administrativos ou financeiros”).

LEIA MAIS NO CORREIO DA BAHIA

abr
15
Posted on 15-04-2009
Filed Under (Artigos) by bahiaempauta on 15-04-2009

Deu no jornal;

Na edição desta quarta-feira (15) da Tribuna da Bahia, a coluna do jornalista Alex Ferraz publica:

Meu Palácio, Minha Vida!

“A chamada grande imprensa deliciou-se, ontem. Manchetes de todo o País davam conta do formidável lançamento das inscrições para o programa “Minha Casa, Minha Vida”, plataforma eleitoral de Dilma Rousseff lançada por Lula.

Pronto. Serão formadas filas imensas, em todos os municípios do País, de pessoas crédulas que irão se inscrever num programa que ainda não tem projeto, nem licitação de obras, nem prazo para começar a ser executado, como disse o próprio presidente da República, recentemente.

Rogo para estar errado, mas vejo aí mais um espetacular engodo contra a gente pobre, miserável, e mesmo parcelas da classe média baixa, com o único intuito de amealhar votos. Lembram do Fome Zero? Lembram dos discursos de Lula, na campanha de 2002, dizendo que “neste país ninguém mais vai ficar sem um prato de comida na mesa”? Pode até ter o prato, mas a comida! Deem uma olhada em volta dos restaurantes, daqueles mais simples, do Centro ou Comércio, em que você costuma almoçar, e veja a quantidade de órfãos do Fome Zero pedindo restos.

Pois é: no futuro, teremos os órfãos do “Minha Casa, Minha Vida”, que também funciona como uma armadilha eleitoral incrível: inscrevam-se e elejam Dilma. Caso contrário, adeus casas! Mas, a meu ver, com ou sem Dilma, esse progama é uma farsa, pelo menos a médio prazo. Uma farsa para garantir o sonho dos que o idealizaram, que é “Meu Palácio, Minha Vida”. E nada mais digo, nem me foi perguntado”.

abr
15
Posted on 15-04-2009
Filed Under (Artigos) by bahiaempauta on 15-04-2009

Deu no jornal

O diário Folha de S. Paulo, em sua edição de domingo (12), publica na coluna Painel:

“AMADO MESTRE – Gedel Vieira Lima (Integração Nacional) se antecipou à cobraça de Lula, de agilidade nas obras do PAC e chegou à reunião ministerial na quinta com foto enorme do trabalho noturno nos canteiros da transposição do São Francisco. O presidente levou o regalo no fim do encontro”

abr
15
Posted on 15-04-2009
Filed Under (Artigos) by bahiaempauta on 15-04-2009

Imigrantes ilegais nos EUA/ AP

Em contundente editorial publicado na edição de ontem (14), The New York Times defendeu a proposta do presidente Barack Obama de encaminhar ao Congresso, ainda neste semestre, a reforma imigratória, para legalizar a situação de cerca de 12 milhões de trabalhadores ilegais no país – latinoamericanos em sua maioria – uma das promessas de campanha acordadas com entidades representativas do segmento e que permitiu a vitória expressiva do democrata nos chamados estados latinos (Flórida, Colorado e Novo Mexico).

Segundo o jornal, o acordo entre as duas grandes federações de trabalho americanas, a American Federation of Labor (AFL) e o Congress of Industrial Organizations (CIO), em torno da reforma imigratória e a iniciativa de Obama de deflagração do processo representam duas boas notícias.

O editorial condena os opositores da reforma, que alegam a possibilidade de danos ao mercado de trabalho dos americanos de baixa renda, num momento de profunda crise econômica, e a obstrução ao tema conduzida pelos republicanos nas duas últimas legislaturas do Congresso, ressaltando que milhões de trabalhadores estão vivendo em constante apreensão, ganhando menos, gastando menos, pagando menos impostos, sem condições de denunciar os abusos sofridos e buscar a melhoria de suas habilidades ou prospectar novos postos.

Diz ainda que a reforma migratória contribuirá enormemente na luta para combater criminosos e por fim a desesperança daqueles que vivem nas sombras.

Apela para que Obama dê logo mais detalhes sobre a medida e que tenha coragem para defender a liberdade e a necessidade de reformar o sistema imigratório, concluindo, que é o que o país precisa e os eleitores americanos elegeram Obama para fazer.

Rosane Santana, jornalista, mora em Boston (EUA)

  • Arquivos