abr
12
Postado em 12-04-2009
Arquivado em (Artigos) por bahiaempauta em 12-04-2009 23:17

Viuva e filho no enterro do professor

Além do deputado federal e ex-governador Carlos Wilson (PT), Pernambuco teve mais um enterro neste domingo marcado por forte comoção. O corpo do professor Almir Olímpio Alves, de 43 anos, foi enterrado no fim da tarde , na cidade de Carpina, na Zona da Mata do Estado. Mais de 3 mil pessoas, segundo matéria do portal Terra, assinada pela repórter Ana Lima Freitas, passaram pela Igreja Batista de Carpina para prestar as últimas homenagens ao professor. Amigos, colegas de trabalho e ex-alunos, além dos parentes do professor Almir estavam presentes. Os quatro irmãos do professor estavam junto aos pais, “que estavam extremamente abalados e não quiseram falar à imprensa”, cconta a repórter.

Almir fazia pós-doutorado nos Estados Unidos e foi morto durante uma aula de inglês, na American Civic Association, em Nova York, quando o vietnamita Jiverly Wong, de 41 anos, invadiu o prédio e abriu fogo contra alunos e funcionários do centro, na tarde do último dia 3. Ao todo, 13 pessoas foram assassinadas.

– Agora estamos mais reconfortados, porque na nossa cultura só sossegamos quando podemos ter o corpo do nosso ente querido, enterrá-lo – disse a viúva de Almir, professora Marcia Alves, que ficou o tempo ao lado do caixão, junto com o filho de 16 anos do casal.

O corpo do professor deixou o Recife por volta das 10h, depois de ter recebido várias homenagens da comunidade acadêmica da Universidade de Pernambuco (UPE), entidade para o qual Almir Olimpio, ministrava aulas há 7 anos. Já em Carpina, depois de ser velado durante quase todo o dia, por volta das 17h, o corpo seguiu para o Cemitério de São Sebastião, onde o professor Almir Olimpio Alves foi enterrado no túmulo do avô.

Be Sociable, Share!

Comentários

Damares on 10 setembro, 2010 at 10:25 #

meus pesos


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos