abr
12
Posted on 12-04-2009
Filed Under (Artigos) by bahiaempauta on 12-04-2009

Viuva e filho no enterro do professor

Além do deputado federal e ex-governador Carlos Wilson (PT), Pernambuco teve mais um enterro neste domingo marcado por forte comoção. O corpo do professor Almir Olímpio Alves, de 43 anos, foi enterrado no fim da tarde , na cidade de Carpina, na Zona da Mata do Estado. Mais de 3 mil pessoas, segundo matéria do portal Terra, assinada pela repórter Ana Lima Freitas, passaram pela Igreja Batista de Carpina para prestar as últimas homenagens ao professor. Amigos, colegas de trabalho e ex-alunos, além dos parentes do professor Almir estavam presentes. Os quatro irmãos do professor estavam junto aos pais, “que estavam extremamente abalados e não quiseram falar à imprensa”, cconta a repórter.

Almir fazia pós-doutorado nos Estados Unidos e foi morto durante uma aula de inglês, na American Civic Association, em Nova York, quando o vietnamita Jiverly Wong, de 41 anos, invadiu o prédio e abriu fogo contra alunos e funcionários do centro, na tarde do último dia 3. Ao todo, 13 pessoas foram assassinadas.

– Agora estamos mais reconfortados, porque na nossa cultura só sossegamos quando podemos ter o corpo do nosso ente querido, enterrá-lo – disse a viúva de Almir, professora Marcia Alves, que ficou o tempo ao lado do caixão, junto com o filho de 16 anos do casal.

O corpo do professor deixou o Recife por volta das 10h, depois de ter recebido várias homenagens da comunidade acadêmica da Universidade de Pernambuco (UPE), entidade para o qual Almir Olimpio, ministrava aulas há 7 anos. Já em Carpina, depois de ser velado durante quase todo o dia, por volta das 17h, o corpo seguiu para o Cemitério de São Sebastião, onde o professor Almir Olimpio Alves foi enterrado no túmulo do avô.

abr
12
Posted on 12-04-2009
Filed Under (Artigos) by bahiaempauta on 12-04-2009

Lula no velório de Carlos Wilson/jc on line

Comoção e lágrimas marcaram o velório e enterro do deputado federal pernambucano , Carlos Wilson (PT), neste domingo de Páscoa em Recife. A presença do presidente Luis Inácio Lula da Silva, de ministros, do governador Eduardo Campos, de políticos do Estado e familiares do deputado, que lutava há quase cinco anos contra um câncer no tórax, teve momentos de muita emoção. Lula, que chorou no velório do amigo e aliado de Pernambuco (substitutuiu o ex-governador Miguel Arraes por um período de 11 meses),  não foi ao enterro de Wilson.

O presidente precisou viajar para São Paulo, onde perticipou, no início da noite, do velório de outro amigo, aliado e também deputado federal, João Herrmann Filho, que morreu na madrugada deste domingo. Visivelmente abalado, Lula permaneceu no velório de Herrman, na cidade de Campinas, (em cujo cemitério o parlamentar será sepultado na manhã desta segunda-feira (13), até por volta das 21h, em companhia de seu secretário de imprensa, Franklim Martins.

Mais cedo, em nota oficial, o presidente lamentou a morte do deputado João Herrmann Filho (PDT-SP), a quem chama de “companheiro e amigo”. “Sua vitalidade, ousadia e disposição de luta sempre foram uma marca de personalidade. Companheiro e aliado nas lutas contra o regime autoritário, solidário nas horas difíceis e leal, ele sempre se alinhou ao lado da justiça social. É uma grande perda para a política brasileira”, assinala Lula em sua nota.

(Postado por Vitor Hugo Soares)

abr
12
Posted on 12-04-2009
Filed Under (Artigos) by bahiaempauta on 12-04-2009

Deputado João Herrmann

Em menos de dois dias o Congresso brasileiro perdeu dois de seus integrantes , ambos deputados federais. Em Recife morreu na noite de sexta-feira e será sepultado na tarde de hoje (12) o deputado do PT de Pernambuco, Carlos Wilson, que tratava de um câncer há cinco anos. Na madrugada deste domingo foi encontrado morto, na piscina de sua residência, o deputado federal João Herrmann Neto (PDT-SP).

De acordo com as primeiras informações, o parlamentar foi encontrado sem vida, no início da madrugada, por um de seus cinco filhos. O corpo estava dentro da piscina na área da Destilaria Guaricanga, produtora de alcool de propriedade do parlamentar, em Presidente Alves, interior paulista. Hermann passava o feriado da Pascoa com a família na casa de campo existente no local. A principal suspeita é de que o parlamentar tenha batido a cabeça no chão e caído na piscina em seguida. Ele estava sozinho no momento do acidente.

Um assessor do parlamentar informou que a necropsia indicou “morte natural”. O corpo está sendo levado para Campinas e será velado no prédio da prefeitura, a pedido do prefeito Hélio de Oliveira Santos (PDT). O enterro está previsto para a manhã de segunda-feira, 13. Engenheiro Agrônomo, Herrmann Neto ingressou na vida política em 1977 como prefeito de Piracicaba. Era filiado ao MDB. Dez anos depois tornou-se deputado federal. Atualmente estava no quinto mandato, este ocupado após a renúncia do titular, o deputado Reinaldo Nogueira, em 6 de janeiro deste ano. O deputado era dono da Destilaria Guaricanga, produtora de álcool.

(Vitor Hugo Soares, com agências de notícia)

abr
12
Posted on 12-04-2009
Filed Under (Artigos) by bahiaempauta on 12-04-2009


A sonata de Bach, “Jesus Alegria dos Homens”, é a música escolhida para saudar este domingo da Páscoa de 2009. Vai aqui em vídeo gravado durante apresentação do afinadíssimo grupo feminino Celtic Woman. O destaque fica com a notável solista Chloe Agnew. O site-blog Bahia em Pauta deseja Feliz Pascoa a todos os seus leitores e ouvintes.
(Vitor Hugo Soares)

abr
12
Posted on 12-04-2009
Filed Under (Artigos) by bahiaempauta on 12-04-2009

Está na VEJA

Na coluna Radar, assinada pelo jornalista Lauro Jardim (ljardim@abril.com.br), a edição da revista VEJA, que está nas bancas, publica:

O que querem os deputados– “Para mudar o cálculo da poupança, conforme está sendo estudado pela equipe econômica, o governo precisará de autorização do Congresso. Mas, em princípio, alí não terá dificuldades para aprovar as eventuais mudança. De acordo com uma pesquisa realizada, há duas semanas, pela Arko Advice, com 115 deputados que integram a elite da Câmara (sendo 85 deles da base aliada) 48% responderam que apoiariam o governo. Ou seja, aparentemente a Câmara está dividida, mas na verdade o governo só precisa de uma forcinha para convencer um número pequeno de deputados a mudar o cálculo da poupança, fazendo-a render menos”.

Bahia em Pauta comenta: Se você tem alguma economia aplicada na Poupança fique de olho! Como dizia Ibrahim Sued, “cavalo não desce escada”.

  • Arquivos