abr
10
Posted on 10-04-2009
Filed Under (Artigos) by bahiaempauta on 10-04-2009

A inundação/Imagem De Olho no Tempo

Nesta Sexta-Feira da Paixão milhares de habitantes de Salvador tiveram uma manhã de muitos sacrífícios, perdas e sofrimentos. Não foram necessários mais que 25 minutos para a terceira maior cidade do País mostrar suas históricas fragilidades, aliadas com o descaso e falta de zelo (para dizer o mínimo) dos que a governam atualmente. Apesar do esvaziamento da capital com o feriadão da Páscoa, cidadãos, ruas, casas, automóveis sofreram com a tormenta, nem tão grande e prolongada assim. Avenidas inteiras – ACM, Jequitaia, Luís Tarquínio, Frederico Pontes, Centenário, Ogunjá, Suburbana, Bonocô, entre outras da Cidade Alta à Cidade Baixa – foram tomadas pelas águas em poucos minutos, sem que os canais de escoamentos dessem vazão à enchente.

Em algumas áreas como nas proximidades do Instituto Médico Legal Nina Rodrigues e no Chame-Chame a água encobria boa parte dos veículos que circulavam na hora do temporal, causando principio de pânico em alguns motoristas e passageiros dos automóveis, principalmente crianças e idosos. Viaturas do Corpo de Bombeiros, SAMU e Transalvador tocavam as sirenes com insistência tentando abrir caminho para prestar socorro de emergência nos mais diferentes pontos de Salvador e áreas do subúrbio. A Defesa Civil registrou mais de duas dezenas de ocorrências, entre alagamentos, ameaça de desabamento, deslizamento de terra, queda de árvores. Entre 10h e 11h choveu 36mm, segundo a Estação Meteorológica da Escola Politécnica da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Mas o tempo de chuva efetivamente intensa, com raios e trovões, não foi superior a 25 minutos. Imagine quando os temporais, comuns neste período, chegarem mesmo para valer na desprotegida cidade do Salvador!

(Vitor Hugo Soares)

abr
10
Posted on 10-04-2009
Filed Under (Artigos) by bahiaempauta on 10-04-2009


E a canção do dia escolhida pelo Bahia em Pauta para esta Sexta-Feira da Paixão, uma das datas maiores da cristandade é “Wish”, interpretada por Brian Littrell. As imagens do vídeo são do filme “A Paixão de Cristo”, de Mel Gibsos. Combinação perfeita para este dia que os católicos do mundo inteiro dedicam à meditação e ao recolhimento. Confiram.(VHS).

abr
10
Posted on 10-04-2009
Filed Under (Artigos) by bahiaempauta on 10-04-2009

Buenos Aires:o exemplo segue vivo

O comentário a seguir foi postado em um dos melhores e mais acessados sites do País, o “Alma Carioca” (http://almacarioca.net ) , do jornalista Paulo Afonso Texeira, que reproduziu semana passada o artigo “Enterro de um Exemplo”, que este editor do Bahia em Pauta escreveu sobre a morte do ex-presidente Raul Alfonsin, em Buenos Aires. O comentário é da argentina Susana B. Alvis Etcheverry, que vive atualmente em Basília, e creio merece a publicação tambem neste site-blog, com o mesmo destaque que a mensagem recebeu do “Alma Carioca”, pela beleza do texto e o valor de seu conteúdo. Confira (VHS).

————————————————————————————————————————————–

Por Susana B. Alvis Etcheverry
Comentário em “Raúl Alfonsin – O enterro de um exemplo“, de Vitor Hugo Soares.

“Nasci argentina, e tive muito orgulho disso quando votei pela minha primeira vez. Meu voto foi para ele: Raúl Alfonsín. Também foi para ouvi-lo falar quando fui ao meu primeiro comício. E também, foi nele em quem se concentrava não sei se tudo o que eu queria para o meu país. Porém, sem dúvida, não era nos outros. Não era nos peronistas e muito menos nos militares.

É verdade que cada argentino carrega até hoje as dores da ditadura, os horrores, as lembranças de um tempo que não quer e não deve ser esquecido. Todos perdimos alguém para as Juntas. Do peronismo da época: não há de existir um argentino que não lembre da imagem de Herminio Iglesias queimando o caixão…

Alfonsín foi como o ar puro entrando nos pulmões. Todos queriamos a democracia. Todos, também, a justiça. Depois de tantos excessos, das guerras, queriamos a paz. Das mentiras, queriamos a verdade. Queriamos viver, fato que não era garantia um tempo antes, mesmo sem “ter nada a ver”, como se falava por lá… como tampouco o eram a liberdade, o fato de ir, ou de vir. Falar. Cantar. Escrever. Estudar. Escolher. Trabalhar…

É verdade: ele não conseguiu fazer tudo o que tinha se proposto. Mas fez, quiçá, algo maior e inesquecível: trouxe de volta o espírito democrático e tudo o que isso significa. Cooperou decisivamente para reafirmar valores e difundi-los, sem ter vergonha disso em um país onde ser ético já foi considerado coisa de babacas…

Chorei suavemente o dia em que soube de sua morte. Fiz um comentário breve que continha, na verdade, um enorme sentimento de saudade aliada a uma impressão de esgotamento social do que eu mais identificava nele: a integridade.

E enquanto isto escrevo, sinto que me invade uma enorme emoção. A imagem de Alfonsín se me aparece nitidamente, ao tempo que ecoam retumbantes as palavras e a música instigantes: “lute, lute, lute, não deixe de lutar…!!!”

Saí da Argentina na época de Menem e vivo aqui, em Brasília. Sou agora cidadã brasileira, com direito a voz e voto e confesso algo do que estou absolutamente convicta: uma epidemia de Alfonsins, faria muito bem ao mundo. Pena que ele foi só um. Fica, porém o legado para quem quiser imitar. Quem vai engrossar as fileiras? Você topa?”

abr
10
Posted on 10-04-2009
Filed Under (Artigos) by bahiaempauta on 10-04-2009

Wagner:jejum amargo para os Auditores

Foi publicada no Diário Oficial do Estado na Bahia, nesta Sexta-Feira da Paixão (9/4), o ato assinado pelo governador Jaques Wagner, sancionando a Lei nº 11.470, que institui o novo Redutor Salarial na Secretaria da Fazenda (SEFAZ). “O governador assinou o ato que coloca nos trilhos o “Trem da Alegria” da SEFAZ na calada do feriado, envergonhado com a repercussão negativa”, reclamam os Auditores Fiscais do Estado ,em greve, através do boletim informativo do IAF-Sindical, órgão representativo da categoria.

O governador assinou na quinta-feira (8), para publicação no D.O. de hoje, a Lei que altera dispositivos das leis 3.956, de dezembro de 81; 8.210, de março de 2002, 7.801, de fevereiro de 2001; 8.587, de abril de 2003, e dá outras providências. Leia a íntegra da Lei que institui o novo Redutor de Salários da SEFAZ no site do IAF-Sindical: (http://iaf.org.br ).

(Vitor Hugo Soares)

  • Arquivos