abr
05
Postado em 05-04-2009
Arquivado em (Artigos) por bahiaempauta em 05-04-2009 20:25

Professor Almir/Reprodução

Está confirmado oficialmente pelo governo americano: o professor pernambucano Almir Olímpio Alves, de 43 anos, é uma das vítimas da chacina ocorrida sexta-feira (03-04), na cidadezinha de Binghamton, no estado de Nova York, costa leste dos Estados Unidos. O professor de matemática é uma das 13 pessoas assassinadas pelo vietnamita Jiverly Woong, 42 anos, que entrou armado no prédio da American Civic Association, uma espécie de centro de serviços para imigrantes, e começou a atirar nas pessoas, antes de se matar. Almir era aluno de uma das turmas de inglês da associação.

Segundo a edição on-line do jornal Diário de Pernambuco, o mais antigo do Estado, o professor trabalhava na Universidade de Pernambuco e estava nos Estados Unidos desde o dia 1º de setembro do ano passado, quando aceitou um convite de um amigo para participar de um curso de pós-doutorado em Matemática Pura na State University of New York Suny.

O diário acrescenta que a esposa da vítima e também professora de matemática, Márcia Pereira Lins Alves, de 36 anos, só conseguiu confirmar a informação da morte do marido no sábado (04). “Eu sabia que ele fazia um curso de inglês todos os dias, mas não sabia que era nesta associação de imigrantes. Fiquei muita apreensiva o dia inteiro. Somente à noite uma amiga dele brasileira ligou para mim confirmando a notícia”, contou.

Além da viúva Márcia, Almir deixou um filho de 16 anos. “Ele ficou muito revoltado.
Começou a derrubar as coisas dentro de casa. Ficou transtornado. Eles eram
muito apegados”, contou a mãe. família ainda não sabe quando o corpo chegará ao Recife. A Universidade de Pernambuco (UPE), onde Almir ensinava, e o consulado brasileiro nos Estados Unidos estão negociando o translado. A expectativa é que ele chegue a Recife, onde será sepultado, até o final desta semana.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos