mar
30
Postado em 30-03-2009
Arquivado em (Artigos) por bahiaempauta em 30-03-2009 16:07

Virgin Megastore: mais um símbolo americano se vai

CRÔNICA DE SAN FRANCISCO

SUSTO NA PORTA DO PARAÍSO

Regina Soares*

Sábado, como de costume, tomei meu trem e desci no centro de San Francisco. Gosto de andar na cidade, ver as novidades, respirar o ar de descontração e otimismo que ‘Frisco” sempre emanou. Uma das minhas primeiras paradas é na loja de discos (será que ainda se pode chamar assim?) Virgin Megastore, enorme, majestosa, para quem, como eu, adora musica: PARAÍSO!

Qual não foi o meu susto ao ver os enormes, quase tao grandes quanto a loja, cartazes que anunciavam o iminente fechamento dequele que era um dos últimos locais onde se podia escutar e comprar a parafernalia musical, alimento da alma, dos sentidos, razão de viver de muitos. Não podia acreditar no que via, não quero nem mencionar como me sentia, nem da tristeza e raiva que me possuiam.

Entrei para ver o que podia “salvar” e fiquei sabendo que 6 Virgin Megastores vão fechar até o começo do verão, Junho por aqui. A primeira seria a carro-chefe na deslumbrante Time Square de Nova York. Aparentemente, apesar da indústria ainda render lucros ( Union Square gera um lucro de $40 milhões de dólares),e é de se imaginar que alguém ainda compra CDs, o local onde estas lojas estão situadas valem muito mais do que as lojas em si e seriam fechadas para dar lugar a novos locadores que pagariam o alto preço do aluguel da área.

Estima-se que mais de 1060 empregados serão despedidos em todo Pais. O que mais me preocupa é saber que geralmente lojas fecham porque seu negócio vai mal, mas, de acordo com as informações na media, não era este o caso de Virgin. Seria porque ela é uma das últimas no negócio da música gravada ainda se segurando nas pernas? Quando Virgin fechar em NY, San Francisco, e outras cidades do país, não restará nenhuma grande loja dedicada à música.

Quem quiser encontrar uma variedade de seleção de CDs, música clássica, música internacional, ou qualquer uma fora do ordinário, será forçado a pesquisar na Internet, o que pode até parecer ás vezes eficiente, mas não poderá nunca equiparar-se à coveniencia e o prazer de simplesmente entrar numa loja com uma megaseleção de raridades e variedades que estavamos costumados a encontrar nesse PARAÍSO.

Um pesadelo americano que nenhuma crise consegue explicar!

*Regina Soares, advogada formada pela UFBA, vive em Belmont, área da Baia de San Francisco, costa oeste dos Estados Unidos.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • Março 2009
    S T Q Q S S D
    « fev   abr »
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    23242526272829
    3031