mar
30
Postado em 30-03-2009
Arquivado em (Artigos) por bahiaempauta em 30-03-2009 23:12

Uma legenda do riso

Vitimado por um câncer no pulmão morreu nesta segunda-feira, (30/03), aos 85 anos, o ator Ankizes Pinto, o consagrado Ankito da chanchada nacional, a fase dos filmes de humor que fizeram grande sucesso e alegraram gerações nos anos 50, e começo dos anos 60, até a eclosão do golpe militar de 64, que depôs o presidente João Goulart.
Apesar da grave doença que sofria, diagnosticada há um ano e meio, o alegre palhaço do cinema seguiu fazendo o brasileiro sorrir no programa humorístico “Zorra Total”, até dois meses atrás, quando sua moléstia se agravou e ele teve que retirar-se de cena. Ankito era o Ursinhor do programa do da Rede Globo de Televisão apresentado nas noites de sábado.
O primeiro trabalho de Ankito no cinema foi no filme “É fogo na roupa”, de 1952, que tinha a cantora Emilinha Borba e a vedete Virginia Lane, entre outros, no elenco. Mas o ator começou sua carreira no circo. Nascido em São Paulo, em 1924, Ankito conviveu com o universo circense desde a infância, já que seu pai e seu tio atuavam como palhaços. Aos sete anos, o ator estreou no picadeiro, fazendo acrobacias e, mais tarde, guiando motocicleta no “globo da morte”.

Nos anos 1940, Ankito começou a se apresentar como acrobata no Cassino da Urca e, em seguida, ingressou no teatro. Em 1951, o ator chegou aos cinemas e em 1952, à televisão. Na tela grande, Ankito trabalhou em cerca de 30 filmes e chegou a substituir Oscarito, com quem não raramente era confundido, fazendo dupla com Grande Otelo em filmes como “Pistoleiro Bossa Nova” (1959) e “Um candango na Belacap” (1961). Na televião, Ankito também trabalhou nas séries “Carga pesada”, “Amazônia – De Galvez a Chico Mendes”, “Sob nova direção” e “Engraçadinha, seus amores e seus pecados”, além novela “Alma gêmea”.
A viúva do ator, Denise Casaes, informou que a causa da morte, segundo os médicos, foi uma neoplasia pulmonar. E que o marido só parou de trabalhar há dois meses, quando o quadro se complicou..Na noite de domingo (29), ele passou mal e foi levado para o Hospital Pedro Ernesto, em Vila Isabel, na Zona Norte do Rio, onde morreu nesta segunda. O enterro de Ankito está marcado para as 11h desta terça-feira (31) no Cemitério do Catumbi., no Rio de Janeiro.
A difícil arte de fazer rir fica mais pobre ainda no País.
(Vitor Hugo Soares)

Be Sociable, Share!

Comentários

bebel machado on 23 Fevereiro, 2012 at 19:53 #

sinto mta saudade do patrao e amigo quando faziamos o circuito CESC no Rio de Janeiro Foi umas das melhores fases de minha vida um beijo Ankito onde vc estiver


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • Março 2009
    S T Q Q S S D
    « fev   abr »
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    23242526272829
    3031