mar
29
Postado em 29-03-2009
Arquivado em (Artigos) por bahiaempauta em 29-03-2009 21:49

O grito de Vila Brandão em Viena

Alcançaram vários países da Europa – e com grande intensidade – os apelos dos moradores da Vila Brandão, em Salvador, contra a ameaça de expropriação da área onde vive uma comunidade de 360 famílias, depois de 60 anos de posse pacífica. Ontem (28), durante a manifestação “contra a especulação financeira mundial”, que reuniu mais de 20 mil participantes em frente ao Parlamento da Áustria, em Viena, uma das faixas mais destacadas dizia:”Viva a Vila Brandão, ameaçada de expropriação em Salvador/Brasil”:

Os protestos se repetiram em Berlim, Frankfurt, Londres e Roma. Na Alemanha circulou abaixo-assinado em defesa das reivindicações da comunidade baiana. Vila Brandão está localizada no elegante bairro da Barra e ocupa uma das áreas mais valorizadas da capital baiana, considerada uma espécie de “filé mignon” da especulação imobiliária na terceira maior cidade do País, que hoje comemora 460 anos de fundação, sem conseguir resolver um de seus mais graves problemas urbanos e sociais: o habitacional.

O documento com pedido de adesão enviada pela Internet também para centenas de pessoas em várias regiões do Brasil ( http://www.ipetitions.com/petition/vilabrandao/) informa que A Vila Brandão é uma comunidade de 350 famílias , fundada nos anos 1940.
”De vida pacata e mais ou menos tranquila”. Habitada por domésticas, funcionários públicos, pescadores, pedreiros, artistas estrangeiros, estudantes, professores…
Hospitaleira, aberta para todos os vizinhos. Zeladora da natureza, das plantas, da fauna, e do mar… fazendo ali uma das poucas áreas preservada, cuidando do verde necessário para essa cidade!”, assinala o texto do abaixo-assinado

De acordo ainda com o documento, ainda assim a comunidade esta sempre envolvida em alguma briga. “E na briga atual tem grandes e poderosos envolvidos”, pois envolve uma área total de 17.700 m2 numa das melhores localizações de Salvador (não é só a Vila Brandão, mas toda a área verde da Ladeira da Barra” . Os moradores da comunidade pagam o IPTU, em sua maioria já há muitos anos , mas se sentem ameaçados de expropriação de sua área de moradia, desde que a administração do prefeito João Henrique, ainda em seu primeiro mandato, conseguiu a aprovação pela Câmara de Vereadores do novo PDDU, que libera gabaritos e permite a construção de altos e sofisticados edifícios na beira do mar.

__._,_.___

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • Março 2009
    S T Q Q S S D
    « fev   abr »
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    23242526272829
    3031