mar
28
Postado em 28-03-2009
Arquivado em (Artigos) por bahiaempauta em 28-03-2009 17:10

OPINIÃO

FÉ NO FUTURO

Aparecida Torneros

“Uma longa entrevista concedida em Salvador (Bahia Notícias), marcou a recente passagem do ex-Ministro José Dirceu pela Bahia, onde foi fazer o que sempre fez, com propriedade e talento: “política”.

Sua especialidade ao longo de décadas, ele não nega, e no ping-pong a que se submeteu, o Zé ( de novo cabeludo, como nos tempos da juventude, graças ao implante capilar) recupera sua verve eloquente e dá as cartas discorrendo sobre a aliança partidária que sempre defendeu, PT/PMDB.

Não se furta a indicar o nome da Ministra Dilma como um dos favoritos para a efetiva candidatura à Presidência da República em 2010, pelo PT.

Discorre, ainda, sobre sua postura pessoal de aguardar a decisão do Supremo Tribunal Federal, em processo onde busca inocentar-se do crime que lhe imputam de “chefe do mensalão” que, segundo ele, foi tema aproveitado como motivação de disputas internas dentro do Partido, o que foi mencionado até pelo Presidente Lula, há dois anos, nas comemorações do aniversário do PT, coincidentemente, na capital baiana, quando o chefe da nação mencionou a atitude de alguns petistas que não defenderam seus companheiros no momento exato.

A entrevista, longa e factual, detalha pensamentos e relata atitudes diante do processo histórico-político a que o entrevistado se vê atrelado, esclarecendo pontos e questionando outros tantos, mas, de um modo geral, é possível ler, nas entrelinhas da reportagem, a crescente preparação da volta por cima, dada pelo astuto político, não só quanto à sua projeção midiática, onde ele se declarou perseguido e injustiçado , nos últimos anos, mas, e sobretudo, o renascimento da liderança incontestável que o Zé Dirceu amadureceu a partir das suas enfáticas posições de comando ou de sua bem organizada rede de contatos políticos, aliada a uma disciplina voltada para a luta, que ele mesmo revela estar acostumado desde os tempos da Ditadura Militar.

Uma entrevista para ser lida, relida, guardada e conferida daqui a alguns anos, pois traz, em seu bojo, um verdadeiro tratado do que possa acontecer aos quadros políticos do Brasil nos próximos anos, com toques de leitura de um futuro anunciado, além de esclarecimentos pertinentes ao imaginário nacional sobre sua ligação com o Presidente Lula, sua dedicação ao Partido, seu caminho revolucionário, de ex-guerrilheiro, combatente, figura que é “prato cheio” para o banquete midiático.

Zé Dirceu continua sendo alvo do noticiário, sem mandato, pouco importa, o Zé, desde a Bahia, esbanjou fé no futuro, e, na terra do Axé, nada mais apropriado, até porque, fé na vida, para esse mineiro, paulistano por adoção, brasiliense por eleições, que já virou baiano, por crença no amanhã, certamente deve cantarolar a música do Gil : andar com fé eu vou, que a fé não pode faltar!

Aparecida Torneros, jornalista, vive no Rio de Janeiro. É autora do livro “A Mulher Necessária” e colaboradora do Bahia em Pauta.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • Março 2009
    S T Q Q S S D
    « fev   abr »
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    23242526272829
    3031