mar
14
Postado em 14-03-2009
Arquivado em (Artigos) por bahiaempauta em 14-03-2009 14:44

Para ler enquanto o presidente Luis Inácio Lula da Silva, do Brasil, “dá conselhos” hoje, em Washington, ao presidente americano Barack Obama

Rosane Santana, de Boston (EUA) -“As conseqüências do colapso da economia norte-americana e da ruína do dólar seriam muito maiores do que apenas reduzir o poder e a prosperidade dos norte-americanos. Sem seu principal cliente, paises como a China e o Japão enfrentariam serias depressões econômicas. Os bancos e a força financeira de todos os paises no mundo seriam afetados e, provavelmente, seriam prejudicados se os Estados Unidos sofressem um colapso”.
A declaração acima é de Walter Russel Mead, no livro “Power, Terror, Peace and War (Americas Grand Strategy in a World at Risk)”, publicado em 2004, nos EUA, e traduzido no Brasil, pela Jorge Zahar, em 2006, com o titulo “Poder, Paz e Guerra – Os Estados Unidos e o Mundo Contemporâneo sob Ameaça”. O autor é membro do Conselho de Relacções Exteriores dos EUA, em Nova York.
A profecia ainda não se cumpriu de todo, porque a China promete crescer 8% neste ano de 2009. Mas, analistas advertem que o auge da crise será em 2010.
Nos EUA o desemprego aumenta assustadoramente e os que conseguem garantir seus postos de trabalho perdem benefícios. Empresas de todo o país estão enviando comunicados aos empregados, informando sobre a suspensão de férias e outros benefícios até segunda ordem. Ninguém contesta, ou esboça indignação.
E pensar que ainda não se chegou ao fundo do poço, causa pânico generalizado. Há um clima de incerteza e medo no ar.

Rosane Santana , jornalista, é colaboradora do Bahia em Pauta

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • Março 2009
    S T Q Q S S D
    « fev   abr »
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    23242526272829
    3031