mar
13
Postado em 13-03-2009
Arquivado em (Artigos) por bahiaempauta em 13-03-2009 21:56

Rodriguez Pozzebom/ Agência Brasil

“Quem está sem dormir de noite é o promotor, o procurador, o juiz… Os investigadores é que estão sem sono”. A observação irônica é do atento senador gaúcho, Pedro Simon, que entende como poucos dos rumos dos ventos e das correntes políticas no País, em entrevista à revista eletrônica, Terra Magazine. Simon, uma voz diferenciada no PMDB, fez críticas severas à inversão nos trabalhos da Operação Satiagraha.

Na conversa com o repórter Claudio Leal, o peemedebista histórico afirma que o Brasil “ainda é o País da impunidade”. E apresenta mais uma prova: não se ouve mais falar em “nenhuma investigação” contra o banqueiro Daniel Dantas (dono do grupo Oportunity).

– O juiz que pediu duas vezes a preventiva do banqueiro já está respondendo a três processos. O promotor, a mesma coisa. E o Protógenes (delegado da Polícia federal que comandou a Operação Satiagraha), a mesma coisa… – constata Simon.

Na entrevista o senador gaúcho condena também a proposta do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, de criar corregedorias na Justiça para controlar externamente as ações da polícia, por considerar que isso fere frontalmente a Constituição. “Quem controla a polícia é a Procuradoria”, diz Pedro Simon.

Leia a íntegra da entrevista de Pedro Simon no Terra Magazine:

( http://terramagazine.terra.com.br )

Por:Vitor Hugo Soares

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • Março 2009
    S T Q Q S S D
    « fev   abr »
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    23242526272829
    3031